domingo, 29 de dezembro de 2019

Desafio de Leitura Manta de Histórias 2020



Olá leitores! 

Graças ao vosso entusiasmo por este desafio de leitura, comecei a planeá-lo já em Agosto. Tive muitas sugestões dos leitores para possíveis categorias e, muitas delas, figuram neste desafio. Tentei que fossem novas categorias, para que também pudéssemos ler coisas novas. 

O desafio tem início a 1 de Janeiro e termina a 31 de Dezembro. Temos 32 categorias obrigatórias e já sabem que têm de ler 32 livros. Um mesmo livro não serve para várias categorias. A novidade deste ano 2020 são as categorias extra. Caso terminem as categorias obrigatórias e queiram fazer mais leituras, têm mais 6 categorias para preencher. 

Quanto à partilha das leituras feitas, poderão fazê-lo nas vossas redes sociais, identificando o blogue ou usando o hashtag #desafiodeleituramantadehistorias20. Ou então podem juntar-se ao grupo Clube de Leitura Manta de Histórias e partilhar as leituras feitas. 

Em caso de dúvida, não hesitem em deixar cá os vossos comentários. 

Agora o que quero mesmo saber é se conto convosco. Sim?

Deixem os vossos comentários. Digam-me se gostam do desafio. Se irão participar. As vossas categorias favoritas. As categorias que acham mais difíceis. Contem-me tudo!

Bom desafio e boas leituras!   

segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

Boas Festas!


Boas Festas a todos vós!
🎄
Que haja muito amor, saúde e no sapatinho, muitos livros para desembrulhar.
🎁
Obrigada por todo o vosso apoio e entusiasmo, a esta Manta de Histórias.
📚

quarta-feira, 18 de dezembro de 2019

[A minha Opinião] O que nos magoa


Um dos objectivos a que me propus este ano, é ler mais escritores portugueses. Inclusive, como já todos os leitores do blogue devem saber, há um desafio de leitura a decorrer, o Lê Português. Como tal, este novo livro, do jovem autor português Diogo Simões, integra-se na perfeição nesse desafio. 

Este não é o primeiro livro escrito pelo autor, que já conta com alguns livros no seu reportório. No entanto é a minha primeira abordagem à escrita do Diogo Simões. 

Não classificaria este livro como um romance. Na minha opinião é um livro que se integra perfeitamente no género jovem adulto. Os protagonistas são jovens na faixa etária dos 17, 18 anos. Atravessam algumas dificuldades tanto a nível pessoal, escolar ou social. Lidam ou estão expostos a situação de exclusão social, bullying, abandono familiar. São abordados outros temas sensíveis como sexualidade, drogas, pobreza e exclusão social. 

O livro apresenta-nos a história de dois jovens, a Francisca e o Daniel. Jovens com idades muito próximas, mas com realidades sociais muito diferentes. Francisca vive com a sua mãe, estuda e trabalha durante o verão na pequena livraria da mãe, O Cantinho das Letras. Francisca anseia ir para a universidade, mesmo não sabendo ainda bem para que curso. Mas anda sempre atormentada, inquieta, porque precisa que a sua mãe lhe dê algumas respostas sobre o abandono do seu pai. Daniel vive com os seus avós, depois de ser abandonado em tenra idade pelos pais. Passa por todo o tipo de dificuldades em casa. Não tem ambição de continuar os estudos, porque não tem forma de os pagar. Apesar de ter o coração no lugar certo, dá-se com as pessoas erradas e tem comportamentos desviantes. 

Esta história, contada a duas vozes, por Francisca e Daniel, transporta o leitor para duas realidades sociais completamente opostas. Realidades que o autor foi buscar, a muitas das suas experiências como assistente social estagiário. Neste caso é Francisca, que se depara com um Daniel misterioso, e que vai descobrindo aos poucos, a dura realidade de vida de Daniel.

Gostei da escrita do autor, fluída e de fácil leitura. Do facto de ter abordado temas sensíveis e muitas vezes ignorados socialmente. Da história nos levar a reflectir e de apelar à nossa atenção. De alguns apontamento de humor presentes na história. Sendo eu uma leitora, adorei que um dos cenários escolhidos, tenha sido uma livraria. 

Do que menos gostei, foi do facto de logo no início da narrativa, nas entrelinhas, o autor revelar algo da história, que se continuasse em segredo, teria conseguido o efeito surpresa desejado. Talvez a intenção do autor não fosse essa. Acho que faltaram momentos surpreendentes, arrebatadores. 

No geral, é um livro que cumpre o seu propósito, entreter, informar, sensibilizar e tornar-nos pessoas mais atentas às realidades que nos rodeiam. Porque quando olhamos para uma pessoa não conhecemos as suas dores e lutas diárias. 

Boas leituras!  

sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Diogo Piçarra - Anjos ft. Carolina Deslandes

quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

Rodopio de Mário Zambujal - Novidade Clube do Autor

Rodopio

ISBN: 9789897245060
Edição ou reimpressão: Novembro de 2019
Páginas: 252
Dimensões: 23.50 x 15.50 x 0.00 cm
Peso: 300
PVP: 16,00€

Sinopse
O amor acontece em todo lado, sobretudo na vida dos protagonistas destas histórias, homens e mulheres normais a quem sucedem encontros extraordinários. Há paixões que nascem em bancos de jardim, e logo são inscritas no tronco de uma árvore, à mesa de estabelecimentos comerciais, na praia, a bordo de um avião ou mesmo no trânsito. Algumas são eternas, e delas nascem casamentos e outras arrelias; outras estão condenadas como as árvores do parque onde foram inscritos os nomes dos enamorados. Também há histórias de amizade e companheirismo, enredos com laivos de intriga policial e outros de tragédia grega.
Os contos, crónicas e romances de Mário Zambujal conquistaram os leitores pelo seu estilo singular, marcado pelo humor e pela irreverência, uma originalidade que não se perde na diversidade da obra. Este livro reúne textos escritos ao longo dos anos para várias publicações, incluindo a revista Tempo Livre e o Diário de Notícias. A obra fecha com o texto da comunicação de Mário Zambujal no Encontro de Escritores de Língua Portuguesa na cidade de Natal (Brasil) inserida no tema «Erotismo e Pornografia». Perante uma plateia de centenas de universitários e participantes de todas as idades, o texto escrito e lido por Mário Zambujal recebeu entusiásticos aplausos. 

Mário Zambujal, escritor e jornalista português, é autor de textos para teatro, televisão e rádio. Crónica dos Bons Malandros, publicado pela primeira vez em 1980, marca a sua estreia na literatura e o início de uma obra que tem conquistado sucessivas gerações de leitores. Seguiram-se Histórias do Fim da Rua, À Noite Logo se Vê, Fora de Mão, Primeiro as Senhoras, Já Não se Escrevem Cartas de Amor, Uma Noite Não São Dias, Dama de Espadas, Longe é um Bom Lugar, Cafuné, Serpentina, Talismã e Romão e Juliana, o seu mais recente livro.
Atual presidente do Clube de Jornalistas, Mário Zambujal foi jornalista d’ A Bola e d’ O Jornal, subchefe de redação de O Diário de Lisboa, chefe de redação de O Século, diretor-adjunto do Record, diretor do Mundo Desportivo e dos semanários Se7e e Tal & Qual, subdiretor do Canal 2 da RTP e apresentador de diversos programas de televisão.

quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

O Que nos Magoa de Diogo Simões - Novidade Cordel D' Prata


ISBN: 9789899003095
Ano de edição ou reimpressão: 12-2019
Editor: Cordel D' Prata
Dimensões: 140 x 220 x 25 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 348
PVP: 16,00€
Disponível a 14 de Dezembro 

Sinopse
Tudo o que Francisca desejava como prenda de aniversário era descobrir o que a vida lhe reservava para o futuro. Na noite em que completa dezoito anos, conhece Daniel, um jovem que lhe desperta novos sentimentos. Com um passado recheado de medos, Francisca deixa-se envolver pelo rapaz misterioso, que parece saber tudo sobre ela. O que não imagina é que os seus caminhos já se cruzaram antes e Daniel, que aparentava agir por mera inocência tem, na verdade, um segredo capaz de aprisioná-la na memória mais marcante da sua vida.

Diogo Simões nasceu e cresceu em Leiria onde reside com os seus pais e irmão.
Descobriu os livros aos dez anos e, desde então, maravilha-se com o poder das histórias.
Sendo a vida uma aventura, passa os seus dias ora a descobrir a cidade do Porto, que o acolheu na sua vida académica, onde termina o seu Mestrado em Intervenção com Crianças e Jovens em Risco, ora submerso em histórias sem fim...
Em tudo procura inspiração para escrever, tendo publicado em 2014 o romance O Bater do Coração, e em 2017 termina a publicação da sua serie P.S.: Ficas Comigo?, na plataforma literária Wattpad.
Ainda assim a sua inspiração não lhe permitiu parar, levando-o mais além numa nova história, toda ela envolta em problemas sociais com os quais se depara diariamente.