sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Sob um Céu Escarlate de Mark Sullivan - Novidade Cultura Editora


ISBN: 9789898886217
Edição ou reimpressão: 11-2018
Editor: Cultura Editora 
Páginas: 464

Sinopse
Pino Lella não quer nada com a guerra ou com os nazistas. Ele é um adolescente italiano normal – obcecado por música, comida e miúdas, mas os seus dias de inocência estão contados. Quando a sua casa em Milão é destruída pelas bombas dos Aliados, Pino ajuda judeus a escapar dos Alpes e apaixona-se por Anna, uma bela viúva seis anos mais velha do que ele. Numa tentativa de protegê-lo, os pais de Pino forçam-no a alistar-se como soldado alemão – julgando que assim o manteriam longe de combate.
Mas Pino é ferido e depois recrutado, aos dezoito anos, como motorista pessoal do general Hans Leyers, o caudilho de Adolf Hitler na Itália, e um dos comandantes mais misteriosos e poderosos do Terceiro Reich. Agora, com a oportunidade de espiar o Alto-Comando Alemão, Pino luta em segredo, suportando os horrores da guerra e da ocupação, tendo a sua coragem reforçada pelo seu amor por Anna e pela vida que ele sonha que um dia compartilhar.

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Foi sem Querer que te Quis Raul Minh’alma - Novidade Manuscrito


ISBN: 9789898871657
Edição ou reimpressão: 11-2018
Editor: Manuscrito Editora 
Páginas: 312

Sinopse
Quando menos esperamos a vida traz-nos aquilo que tentamos rejeitar. Como era possível Beatriz ter-se apaixonado, sem querer, por Leonardo? A primeira impressão que teve dele foi a pior possível. Era um jovem rico, mal-educado e mimado. Tudo o que mais desprezava em alguém. No entanto, o avô de Leonardo, um homem sábio e profundo conhecedor da vida, viria a aproximá-los.
Ao perceber a necessidade de Beatriz em reencontrar o caminho da felicidade depois de várias desilusões amorosas, ele promete dar-lhe a receita para ser feliz no amor. Um segredo escrito e guardado num envelope que ela só poderia abrir depois de cumprida uma tarefa: ajudar Leonardo a fazer as pazes com o seu passado e a tornar-se uma pessoa melhor. O que Beatriz não sabia é que esta missão iria transformar a sua própria vida para sempre.

Sobre o autor
Nasceu em 1992, é natural do Marco de Canaveses, formado em Engenharia Mecânica na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.
Começou a escrever poesia com dezassete anos e em 2011 lança o seu primeiro livro de poemas com o título Desculpe Mãe. Na altura de dar um novo passo, começou a escrever prosa e editou em 2014 o seu primeiro romance, Os Mistérios de Santiago.
Aos vinte e dois anos conclui o seu terceiro livro, uma coletânea de 500 frases que intitula de Fome, a sua primeira obra traduzida e publicada em Espanha. Ainda em 2015 edita, juntamente com mais oito autores, o livro Letras de Barriga Cheia, inserido num projeto social e cultural com o mesmo nome.
Aos vinte e quatro anos, em 2016, escreve Larga Quem Não Te Agarra, um dos livros de ficção mais vendidos em Portugal e que chegou ao Brasil em 2017. No mesmo ano, lança Todos os Dias São para Sempre confirmando-o como um autor bestseller que conquistou o coração dos portugueses.

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

[A minha Opinião] A menina que queria salvar os livros


"A menina que queria salvar os livros" é uma surpresa fantástica. A Nuvem de Letras tem-se esmerado na publicação de livros infantis, que são autênticas obras de arte. Este livro é um bom exemplo disso. Apaixonei-me logo pela capa e título do livro.

A pequena Anna, personagem principal, é uma apaixonada pela leitura. Como qualquer leitor adora passar o seu tempo na biblioteca. Um dia faz uma descoberta terrível, a senhora Monsen, a bibliotecária, conta-lhe que os livros que não são lidos são destruídos. Anna fica tão angustiada que decide salvar esses livros.

Como todas as histórias infantis, esta tem uma mensagem poderosa. Os livros dão-nos lugares onde estar e novos amigos para conviver. É por Anna adorar viajar nas páginas dos livros que acaba por aceitar um desafio quase impossível.

Não vos vou contar mais sobre a história. O que vos posso dizer é que a vão adorar.

Klaus Hagerup escreveu uma história inspiradora, ternurenta, e Lisa Aisato ilustrou-a de forma fenomenal. É impossível não ficar encantada com este livro.

É sem dúvida o livro ideal para amantes de livros.

Boas leituras!

terça-feira, 13 de novembro de 2018

Amores Difíceis Não Te Esqueças de Ti de Joana Goldberg


Título do livro: Amores Difíceis
Sub-título: Não Te Esqueças de Ti
Autor: Joana Goldberg
Estilo: Romance
Editora: Edição de autor
PVP: 10€

Sinopse
Durante a festa que Marte organiza na sua nuvem, os deuses jogam aos dados e fazem apostas sobre as vidas dos humanos. É sempre divertido, porque aquilo que os homens fazem com o seu livre arbítrio, por vezes, nem Zeus o consegue prever. 
Durante o jogo, Afrodite olha para a Terra e apercebe-se da existência de uma multidão de mulheres com o coração partido, e de um sem número de homens que nasceram com um buraco negro no lugar do coração.
A deusa sente um arrepio. Como chegaram as mulheres a este estado de fragilidade? Incúria sua? Vingança de outros deuses? Sexo mal resolvido? Afrodite necessita de respostas para poder ajudar as mulheres.
Porque, face ao mar de mentiras e traições que as rodeiam, mesmo as mais fortes parecem ter perdido toda a coragem: Isabel entrou em depressão, Mariana tornou-se descrente de tudo e Sofia encontra-se a marinar num casamento de águas podres. 
Mas, felizmente, chega um novo tempo, um tempo de esperança e renovação. De onde vem a força que fará com que as mulheres se superem a si mesmas e queiram melhorar o mundo? Do poder das deusas, da solidariedade das amizades, ou da sua própria força interior?

[A minha Opinião] Iluminações de uma mulher livre


"Iluminações de uma mulher livre" é a minha estreia com a escrita do Samuel F. Pimenta. Escolhi este livro porque se enquadrava no desafio de leitura do Manta de Histórias. Tinha de ler um livro em que a personagem principal tivesse o meu nome, e aqui estava ele.

Esta narrativa conta-nos a história de vida de Isabel, uma mulher citadina que se muda para uma aldeia pequena quando se casa. A sua integração na aldeia é difícil, pois as suas gentes olham-na como uma estranha, uma intrusa. Para além de estar fora da cidade que a viu crescer, vive um casamento que a aprisiona. O seu marido faz de tudo para a controlar e todo os dias tem de viver com os abusos e medos.

Há um dia que tudo muda para Isabel, ela decide libertar-se da prisão que é o seu casamento. Anseia por liberdade, luz, e amarrada ao seu marido não o consegue.

É a partir desta ideia de liberdade que vamos conhecendo a história de vida de Isabel e da sua família. Isabel é uma mulher curiosa, inteligente, moderna, sensível. Desde criança que sempre foi muito irreverente e dona do seu nariz. São também a partir dos ensinamentos da sua avó, uma mulher visionária, que Isabel se transforma na mulher que hoje é, uma mulher de liberdade, de natureza, de amor.

Samuel F. Pimenta pegou em várias histórias que são passadas por via da tradição oral e também em figuras históricas femininas, e construiu uma narrativa que é um elogio à mulher, à sua força, à sua coragem, à sua inteligência e sensibilidade.

Foi sem dúvida uma leitura desafiante.

Boas leituras!

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

O Pai Natal e Eu de Matt Haig, Chris Mould - Novidade Booksmile


AUTOR Matt Haig
ILUSTRADOR Chris Mould
COLEÇÃO Fora de Coleção 9+
ISBN 9789897078200
PVP 14,99 € (IVA incluído)
preço fixo até fim de março de 2020
1ª EDIÇÃO outubro de 2018
EDIÇÃO ATUAL 1.ª
PÁGINAS 320
APRESENTAÇÃO capa mole
DIMENSÕES 130x198x23 mm
IDADE 9+

Sinopse
Às vezes, a Amélia acha uma chatice viver na Elfolândia. Ninguém aguenta ouvir canções natalícias todos os dias do ano. Sim, sim... até mesmo em agosto! Mas quando o malvado Coelhinho da Páscoa aparece para arruinar o Natal e acabar de vez com a Elfolândia, a Amélia nem pensa duas vezes: está na hora de lutar contra as forças do mal...
... antes que seja tarde demais!

Sobre os autores
Matt Haig escreveu o seu primeiro livro em 2004 e, desde então, nunca mais parou. Autor bestseller, recebeu o Blue Peter Book Award, o Smarties Book Prize e foi por três vezes finalista da Carnegie Medal.

Chris Mould dedica-se às Artes Plásticas desde os 16 anos. É casado, tem dois filhos, e adora trabalhar no tipo de livros que gostaria de ter lido quando era criança. Mould recebeu o Nottingham Children’s Book Award e foi proposto para o Sheffield Children’s Book Award.

[A minha Opinião] Chá e Corações Partidos


É já sabido que gosto muito de ler os livros da Trisha Ashley. São sempre livros leves, ideais para ler entre leituras mais puxadas.

"Chá e Corações Partidos" não se pode dizer que seja uma história leve. É a história de um coração que é partido inúmeras vezes e que se tenta manter à tona de água. Alice, personagem principal da narrativa, é esse coração partido.

Desde o nascimento que Alice sofre desventuras. É abandonada acabada de nascer, depois adoptada por um pai que a ama e uma madrasta que a detesta. Sofrerá várias perdas ao longo da sua juventude e idade adulta, que lhe vão partido o coração. Mas são também essas mesmas perdas que a fazem querer descobrir as suas origens e o que motivou o seu abandono.

Nesta busca pelas suas raízes, Alice irá conhecer-se melhor, irá finalmente sentir-se pertença de um lugar, realizar alguns sonhos e dar asas à sua escrita. No meio de tudo isto ainda surge um "deus grego", Niles, para lhe tirar o juízo, o que é sempre bom, mas também para lhe dar conforto.

É um livro que se lê bem e que entretém. No meu ver, este não é um dos melhores livros da autora. Já li melhores.

Boas leituras!