sábado, 19 de março de 2016

Tanuki Bombom na Cidade dos Cangurus - Divulgação Dinalivro


PAULA CASTELAR (texto), LAURENT FILIPE (música)
e HELENA SIMAS (ilustrações)
Páginas 28 + CD áudio
Formato 245x275 mm
Preço c/IVA 14,84€
ISBN 978-972-576-595-1

Sinopse
Nas montanhas da Tanukilândia, o país dos tanukis, nasceu o encantador Bombom, um bebé acarinhado por todos os habitantes da aldeia e especialmente pelos papás. Mas numa certa noite, a sua vida altera-se completamente e Bombom terá de enfrentar as adversidades do destino, confrontar-se com a necessidade de fazer escolhas e descobrir muitas coisas novas. Enquanto reconstrói o seu caminho, o pequeno tanuki aprende que nada pode ser dado como garantido e que o melhor da vida acontece quando menos se espera. Uma história que se pode ouvir e um CD que se pode ler com o embalo da voz de Paula Castelar.

Sobre os autores

Paula Castelar foi jornalista de imprensa e iniciou-se na rádio como contadora de histórias, numa rubrica chamada «Acredite se Quiser». Tornou-se conhecida ao apresentar programas de televisão, mas continua, como locutora, a dar voz a personagens reais e de ficção. Cresceu em África, num país sem televisão e onde o tempo de lazer era vivido com o nariz enfiado nos livros. Alguns dos melhores momentos da sua infância passou-os a ouvir histórias e aprendeu a ler cedo porque queria escrevê-las. Cá está ela, agora, a fazer aquilo de que mais gosta: contar uma história.

Laurent Filipe toca trompete e escreve música desde os 15 anos de idade. Agora tem quase 50. Desde muito novo que viajou pelo mundo inteiro a tocar, a aprender e a ensinar música a crescidos e a pequenos. Gravou muitos discos. Também é conhecido por aparecer no programa de televisão «Ídolos» ou por tocar trompete e cantar. Se quiseres saber mais sobre Laurent Filipe, podes ir à internet e clicar em www.laurentfilipe.com.

Helena Simas começou a desenhar quando era muito pequenina e nunca mais parou. No seu aniversário pedia sempre canetas de feltro, aguarelas e muitos papéis para encher de histórias pintadas. Desde sempre soube que queria fazer livros, escrevê-los e ilustrá-los. Realizou o seu sonho aos 23 anos, quando publicou A Festa de Anos do Tomás. A partir daí, seguiram-se muitos outros. Para além da sua paixão pelas tintas e pelas letras, existe também um outro amor na sua vida: o amor pela Natureza e pelos animais, especialmente aqueles que são muito fofos e estão cheios de pelo. Adora desenhá-los em todas as posições e, por isso, inspira-se na sua gata, Mia, que é branca e tem quatro manchinhas nas costas.

Sem comentários :

Publicar um comentário