terça-feira, 26 de junho de 2018

Quase a chegar às livrarias - A Cadeira Preta


Disponível a 03 de Julho 

Sinopse
Não minto, não engano, sou o que sou. 
Pode parecer arrogância, mas é verdade. 
Sou a Beatriz e ganho a vida a escrever. Transformo facilmente uma conta bancária razoável em álcool e más decisões. Sou depressiva, analítica, estupidamente inteligente e sufoco com o compromisso. Não sou uma mulher normal, nem pretendo ser.
O meu objectivo é bem mais simples: ser feliz. Numa tentativa de autodescoberta, com uma leve pitada de masoquismo, comecei a consultar uma psicóloga. Semana após semana, fui forçada a falar sobre o Marcelo (por quem sou apaixonada), o Henrique (com quem vou para a cama) e o Paulo (o meu apoio emocional e, por vezes, físico também).
São estes os três homens que arruinaram a minha vida e a quem sou completamente devota.

Primeiras Palavras - Um de nós mente

Um de nós menteUm de nós mente by Karen M. McManus
My rating: 4 of 5 stars

Um jovem adulto/ thriller bem diferente dos que tenho lido dentro do género. Narrado a quatro vozes, este facto só enriquece a narrativa e dá ao leitor diferentes visões da história e das personagens. Quatro personagens suspeitas de homicídio e um deles mente. Quem será? Que motivos terá? Quem é Simon Kelleher, a vítima? Quem são Bronwyn, Nate, Cooper e Addy e que segredos escondem? Nada será como antes para estes quatro estudantes. Karen M. McManus construiu uma boa história, de leitura fácil e soube manter-me agarrada ao livro até ao final. Recomendo.


segunda-feira, 25 de junho de 2018

Quase a chegar às livrarias - O Homem que Pensei que Eras


Disponível a 3 de Julho

Sinopse
Uma terna e emocionante história sobre a relação e os segredos de um casal comum até que ele decide abandoná-la. Numa linda noite de Outono, Anna regressa do trabalho e começa a fazer o jantar, ansiosa para que o marido chegue. É um dia como outro qualquer no seu casamento perfeito - um conto de fadas-, até que Mark entra, olha para ela e lhe diz que está tudo acabado. Anna não consegue perceber a reacção do homem que pensava conhecer como a palma da mão, nem em como é capaz de abandonar tudo aquilo que construíram juntos - e o futuro que imaginaram. Como teve coragem de se afastar?

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Quase a chegar às livrarias - Sangue Frio


Disponível a 13 de Julho

Sinopse
Quando, nas margens do Tamisa, surge uma mala velha com o corpo desmembrado de um homem, a inspetora Erika Foster fica chocada. Já trabalhou em alguns casos assustadores, mas nunca vira nada assim antes. À medida que ela e a sua equipa começam a trabalhar, estabelecem uma ligação com outra vítima - o corpo de uma jovem abandonado numa mala idêntica duas semanas antes.
Erika percebe rapidamente que está na pista de um assassino em série que já deu o passo seguinte. No entanto, durante a investigação, é vítima de um ataque brutal. Forçada a recuperar em casa, e com a sua vida pessoal a desmoronar-se, tudo parece estar contra ela.
Mas nada detém Erika. À medida que o número de corpos aumenta, as filhas gémeas de um colega, o comandante Marsh, são raptadas, e é o tudo por tudo. Conseguirá Erika salvar a vida de duas crianças inocentes antes que seja demasiado tarde? Ela está a ficar sem tempo e prestes a fazer uma descoberta perturbadora... há mais de um assassino.
Brilhante e emocionante, Sangue-Frio irá prendê-lo desde a primeira página e fazê-lo suster a respiração até chegar a um final arrebatador.

«Uau! Outro fantástico livro de Robert. É tão bom ter esta detetive de novo na minha vida. Ela traz-nos uma sensação de calma, esperteza e poder feminino... uma ótima personagem.» Trisha’s Blog

«O melhor thriller que li nos últimos tempos, e li alguns bons... Do melhor que há, e para mim fantástico. Adorei.» Goodreads Reviewer, 5 estrelas

Biblioteca Perfeita


Fonte: Pinterest

quinta-feira, 21 de junho de 2018

O desaparecimento de Stephanie Mailer de Joël Dicker - Novidade Alfaguara


O DESAPARECIMENTO DE STEPAHINE MAILER 
De Joël Dicker
Alfaguara
ISBN 978-989-665-588-4
672 Páginas
PVP c/IVA 24,50€

Sinopse
Na noite de 30 de Julho de 1994, a pacata vila de Orphea, na costa leste dos Estados Unidos, assiste ao grande espectáculo de abertura do festival de teatro. Mas o presidente da Câmara está atrasado para a cerimónia… Ao mesmo tempo, Samuel Paladin percorre as ruas desertas da vila à procura da mulher, que saiu para correr e não voltou. Só pára quando encontra o seu corpo em frente à casa do presidente da Câmara. Dentro da casa, toda a família do presidente está morta. A investigação é entregue a Jesse Rosenberg e Derek Scott, dois jovens polícias do estado de Nova Iorque. Ambiciosos e tenazes, conseguem cercar o assassino e são condecorados por isso. Vinte anos mais tarde, na cerimónia de despedida de Rosenberg da Polícia, a jornalista Stephanie Mailer confronta-o com uma revelação inesperada: o assassino não é quem eles pensavam, e a jornalista reclama ter informações-chave para encontrar o verdadeiro culpado. Dias depois, Stephanie desaparece. Assim começa este thriller colossal, de ritmo vertiginoso, entrelaçando tramas, personagens, surpresas e volte-faces, sacudindo o leitor e impelindo-o, sem possibilidade de parar, até ao inesperado e inesquecível desenlace.O que aconteceu a Stephanie Mailer? E o que aconteceu realmente no Verão de 1994?

Joël Dicker nasceu em Genève, Suíça, em 1985. Estreou-se na literatura com Os últimos dias dos nossos pais (Alfaguara, 2014). Mas foi a publicação do segundo romance que fez dele um fenómeno literário global: A verdade sobre o caso Harry Quebert (Alfaguara, 2013) foi publicado em trinta e três países, vendeu mais de três milhões de exemplares e venceu o prémio de melhor romance da Academia Francesa de Letras, o Prix Goncourt des Lycéens e o prémio da revista Lire para melhor romance em língua francesa. Seguiu-se, em 2016, O Livro dos Baltimore. O desaparecimento de Stephanie Mailer é o seu quarto romance e confirma a mestria de Dicker no género do mistério literário. www.joeldicker.com

O que diz a imprensa:

«Stephanie Mailer, tal como Harry Quebert antes dela, mantém-nos agarrados. Felizmente, escrever não é meramente “juntar palavras que formam frases”. Escrever também é construir, e nisso Dicker é excelente.» La Liberté

«Como é o novo Dicker? Podemos responder, sem hesitação: extraordinário!» Le Point

«Cinco temporadas de uma série de televisão viciante num só livro. O desaparecimento de Stephanie Mailer mostra em pleno o talento do escritor: uma teia de intrigas que mantém o leitor preso por um fio.» Le Temps

«O autor redescobre a sua força sedutora: a combinação de eficácia visual à americana com a elegância do detalhe à europeia.» 24 Heures

«Dicker não larga a mão do leitor que, apesar da variedade de personagens, da avalanche de pistas falsas, nunca perde o fio à meada. A cada cinquenta páginas, o leitor pensa ter encontrado o verdadeiro assassino. Mas para isso terá de esperar: o autor é muito hábil e diverte-se como um louco a induzir o leitor em erro.» Le Figaro Littéraire

«Romance após romance, Joël Dicker impõe-se como um mestre de ilusionismo.» Elle

«Preciso, denso, dinâmico, rápido, divertido, atravessado por uma ironia refrescante. Mas a sua maior qualidade, e a sua evolução em relação aos livros anteriores, é que esta complexidade, esta rapidez de acção, não impede o romance de ser comovente e poético ao mesmo tempo. É um livro com alma.» Matin Dimanche

«Enquanto Agatha Christie punha em cena “apenas” dez suspeitos, Joël Dicker joga com dezenas de personagens a um ritmo inacreditável. De tirar o fôlego!» Madame Figaro

 «Conhece aquele sentimento terrível de se sentir sozinho depois de acabar um romance incrível? Foi o que me aconteceu com este livro. Joël Dicker vai ainda mais longe do que antes com este livro.» Cosmopolitan

Quase a chegar às livrarias - O Silêncio da Cidade Branca


Disponível a 17 de Julho 

Sinopse
Vinte anos depois, a cidade de Vitoria volta a ser assolada por uma série de assassinatos macabros. São em tudo iguais aos crimes do passado. Mas há um pequeno senão: o suposto assassino está preso.
Na altura a imprensa chamou-lhes Os Crimes do Dólmen. Porque foi num dólmen que encontraram as primeiras vítimas: dois recém-nascidos unidos num abraço macabro. Seguiram-se várias outras mortes, encenadas com requinte em monumentos históricos. Tinham sido crimes quase perfeitos. Mas o assassino – um arqueólogo brilhante – acabou por ser apanhado, pelo seu não menos brilhante irmão gémeo, então inspetor da polícia. Caso encerrado. Ou talvez não. Na altura Unai era adolescente. Vivia obcecado com os crimes, mas aterrorizado com a perspetiva de ser a próxima vítima. Passados vinte anos, tornou-se um profiler implacável, especializado em assassinos em série. E quando o chamam à Catedral Velha de Vitoria, um calafrio percorre-o. Nos claustros encontra dois cadáveres e a mesma arrepiante encenação: nus, abraçados, com abelhas vivas na garganta… Mas pistas, nenhumas.
Unai, dá início à caçada. E as suas investigações levam-no a mergulhar a fundo na história da cidade, nos seus antiquíssimos mitos, lendas, segredos. Thriller arrepiante, que vendeu meio milhão de exemplares em Espanha, envolve o leitor numa cidade fascinante, Vitoria, que já tinha servido de cenário e inspiração a Os Pilares da Terra, de Ken Follet.

quarta-feira, 20 de junho de 2018

James Arthur - At My Weakest

Quase a chegar às livrarias - O Amor da Minha Vida


Disponível a 10 de Julho

Sinopse
CATHERINE deixou de falar. Algo a perturbou de tal forma que não consegue comunicar. Ninguém sabe o que foi. Para a ajudarem, os médicos terão de desvendar esse mistério. E começar pelo seu passado… por ele.
LUCIAN. O grande e único amor de Catherine, a quem ela abandonou uma noite, sem qualquer explicação, estilhaçando a vida de ambos. Anos depois, Catherine e Lucian voltam a encontrar-se. Tudo pode acontecer pois a paixão que os uniu mantém-se… mas sobre eles pesa ainda o segredo daquela noite fatídica. Catherine sabe que chegou o momento de o revelar. Será a verdade capaz de salvar este amor imenso que nem o tempo conseguiu esmorecer? Ou irá destruí-los de novo, arrastando-os irremediavelmente para o abismo?
O que acontece a seguir está na origem do silêncio de Catherine.
O que acontece a seguir… é a única coisa que ninguém podia prever.

Quase a chegar às livrarias - O Homem nas Sombras


Disponível a 3 de Julho 

Sinopse
UM LIVRO QUE FICARÁ NA MEMÓRIA DOS LEITORES. Um assassínio sem sentido. Uma lenda maléfica. Uma família perseguida. 1990: Nas profundezas da floresta, três raparigas consagram-se a uma figura sinistra. 2000: Uma jovem mãe desaparece, abandonando o marido e a filha bebé. 2018: Uma adolescente é acusada de assassínio e o seu julgamento chocará o mundo. Um romance que se destaca pela originalidade e ousadia e por um fim verdadeiramente inesperado.

Primeiras Palavras - Orgulho e Preconceito

Orgulho e PreconceitoOrgulho e Preconceito by Jane Austen
My rating: 4 of 5 stars

Primeiro clássico da literatura lido este ano. Um ponto do desafio de leitura do blogue Manta de Histórias concluído.
Antes de ler este livro, já tinha visto o filme e tinha bem presente a imagem das personagens. Nem mesmo conhecendo a história me desmotivei da leitura, pelo contrário. Jane Austen é uma excelente contadora de histórias e apresenta bem a época em que se desenrola a história, finais do século XVIII. Habituar-me à linguagem foi um desafio. Dei por mim a voltar atrás para reler passagens. Depois de habituada à linguagem a leitura flui. Gostei de voltar a reencontrar Elizabeth e Mr. Darcy, sem dúvida as minhas personagens preferidas. Já Mrs. Bennet e Lydia são de ir aos nervos com elas. Duas belas histórias de amor e uma descrição perfeita da sociedade da época, cheia de desigualdades e preconceitos. Vale a pena ser lido e relido. Boas leituras!


terça-feira, 19 de junho de 2018

Os Crimes Inocentes de Gabriel Magalhães - Novidade Planeta



408 páginas
PVP: 17,95€
Nas livrarias a partir de 19 de Junho

Sinopse
Um crime no Museu dos Coches.
Uma jovem historiadora transformada em detective.
Um político ambicioso que se senta na cadeira de Salazar.
Um homem aparece assassinado no salão principal do Museu dos Coches com uma lança atravessada no ventre. Ao longo dos dias seguintes, morrem misteriosamente mais pessoas.
Quem é o serial killer por trás de tudo isto?
Rosário do Amaral, uma filha de emigrantes que vive de empregos precários, vai revelar-se o cérebro da investigação.

Gabriel Magalhães (Luanda, 1965) é professor de Literatura na Universidade da Beira Interior, tendo também dado aulas em Espanha – país onde viveu muitos anos e onde fez o seu doutoramento.
É autor de vários livros de ficção e não ficção - Como Sobreviver a Portugal continuando a ser Português, Planeta, 2014.
Em 2009 ganhou o Prémio Revelação da APE.

Viagem ao fim do coração de Ana Casaca - Novidade Guerra e Paz Editores


VIAGEM AO FIM DO CORAÇÃO
Ana Casaca
15x23
328 páginas
Ficção/Romance
14,99 €
Nas livrarias a 19 de Junho
Guerra e Paz Editores

Sinopse
Luísa era ainda uma adolescente. Tiago era já um jovem adulto. Conheceram-se na solidão de uma pequena praia, na margem de um rio. Tinham em comum uma relação familiar traumática. Num caso, o excesso de amor dos pais. No outro, a ausência desse mesmo amor. Quando voltam a encontrar-se, dezasseis anos depois, Luísa está doente. O fio invisível de um cancro une-os de novo. Será Tiago capaz de lhe devolver a vida?

Ana Casaca tem 42 anos e é natural de Lisboa. Licenciou-se em Direito, mas sempre soube que era na escrita que residia a sua verdadeira vocação. Troca as leis pelas letras e, em 2002, é convidada a integrar a equipa de escrita da telenovela Filha do Mar (TVI, 2002). 
Participou na escrita de Baía das Mulheres (TVI, 2005), Tu e Eu (TVI, 2007), Podia Acabar o Mundo (SIC, 2008), Rosa Fogo (SIC, 2011), Bem-vindos a Beirais (RTP, 2013-2014), Jardins Proibidos (TVI, 2014), A Impostora (TVI, 2016) e Espelho d’Água (SIC, 2017). Adaptou, juntamente com Tomás Múrias, o guião para a série O Regresso a Sizalinda (RTP, 2006) e integra, neste momento, a equipa que prepara a próxima novela da SIC.
É autora de três romances, tendo publicado o primeiro, A Vontade de Regresso, em 2002. Viagem ao Fim do Coração e Todas as Palavras de Amor foram publicados também em Itália.

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Quase a chegar às livrarias - As vantagens de ser invisível


Disponível a 10 de Julho

Sinopse
Charlie tem 15 anos e ainda sonha com o primeiro beijo. Tímido, introvertido, não tem qualquer amigo. Acaba de entrar no décimo ano e já conta os dias que lhe faltam para acabar o secundário. Olha à sua volta e sabe que não pertence a nenhum grupo. É apenas um miúdo sensível, com uma inteligência superior à média, dividido entre viver a vida ou fugir dela. Na dúvida, prefere ser invisível, como uma flor no papel de parede, que está lá mas em quem ninguém repara. Não se vai manter invisível durante muito tempo. Sente a pressão do primeiro encontro, da primeira namorada. Em seu redor há festas, sexo, drogas e um suicídio que o marca para sempre. Mas há também Sam, uma finalista por quem se apaixona perdidamente. E o meio-irmão dela, Pat, que é homossexual mas ninguém sabe. Os dois vão acolher Charlie, iniciá-lo num mundo de descobertas, guiá-lo ao longo dos misteriosos anos da adolescência.
As Vantagens de Ser Invisível, de Stephen Chbosky, é uma obra de enorme ternura, por vezes cruel, e sempre de uma sinceridade desarmante. Charlie abre-se ao leitor, revela os seus medos, angústias e o terrível segredo que o acompanha desde a infância. Várias vezes premiado, e também censurado em algumas escolas e bibliotecas dos Estados Unidos, foi adaptado ao cinema pelo próprio autor, num filme da MTV, com Logan Lerman, Emma Watson e Ezra Miller nos principais papéis.

sábado, 16 de junho de 2018

Primeiras Palavras - A Sociedade Literária da Tarte de Casca de Batata

A Sociedade Literária da Tarte de Casca de BatataA Sociedade Literária da Tarte de Casca de Batata by Mary Ann Shaffer
My rating: 4 of 5 stars

Este livro já estava na minha estante faz muito tempo. Senti vontade de lhe pegar agora por causa do desafio literário do Manta de Histórias. Completo assim a categoria de livro adaptado ao cinema. Já estou preparada para ver o filme e decidir-me pelo melhor, se o livro ou o filme. Mas acho que posso afirmar que o livro será sempre melhor. O inicio da leitura foi um pouco difícil. Não estava a conseguir cativar-me. Mas ainda bem que insisti na leitura e continuei. Este livro é um bom retrato da vida na pequena ilha de Guernsey, durante a ocupação nazi, na segunda grande guerra. Toda a narrativa se faz de uma maneira peculiar e original, através de cartas, trocadas entre todos os personagens desta história. Numa época onde a vida era cheia de sofrimento, desilusão, tristeza, estas personagens encontraram a sua evasão nos livros. Muito se fala dos livros neste livro e do bem que eles fazem e trazem aos leitores. Só este motivo era mais que suficiente para ler o livro. Felizmente há muitas mais razões para nos perdermos nesta leitura. Recomendo-vos.


terça-feira, 12 de junho de 2018

1001 Coisas Que Nunca Te Disse de Catarina Rodrigues - Novidade Oficina do Livro


1001 Coisas Que Nunca Te Disse
Catarina Rodrigues 
Editora: Oficina do Livro 
Romance 
14,90 € 
ISBN 9789897419188 
Nas livrarias a 12 de junho 

Sinopse
Quando a vida que tens como garantida se desfaz, questionas tudo. Quando alguém te deixa, parte de ti fica perdida. Após um relacionamento falhado, uma jovem mulher decide reescrever a sua história e embarca numa longa jornada.
Durante cerca de três anos, viaja por diferentes lugares do Mundo e dentro dela. 
Entre o passado e o presente, descobre o valor da dor, da perda, da identidade, da felicidade e traça o caminho do perdão. Porque um grande amor muda a tua vida para sempre.

O Homem Que Não Ligou de Rosie Walsh - Novidade ASA


O Homem Que Não Ligou 
Rosie Walsh 
Editora: ASA 
16,90 € 
ISBN 9789892342450 
Nas livrarias a 12 de junho 

Sinopse
Imagine que conhece um homem e se apaixona loucamente. E é recíproco. São almas gémeas. E um dia ele desaparece sem deixar rasto.
É o que acontece a Sarah. O seu primeiro encontro com Eddie é acidental mas tão intenso que não voltam a separar-se durante sete dias. São dias mágicos em que partilham tudo e se dão a conhecer sem reservas. Sabem que o que sentem um pelo outro é profundo e verdadeiro. Até que ele parte numa viagem breve. Promete telefonar. Mas não telefona. Nunca mais.
Passam-se semanas, meses… e a preocupação de Sarah intensifica-se. Não acredita nos amigos, que tentam convencê-la a esquecê-lo. Afinal, dizem, ela não é a primeira pessoa (nem a última) a ser ignorada por um amante. O melhor, garantem, é seguir em frente e não pensar mais no assunto. Mas ela não é capaz. Pois sabe – e sabe, com toda a certeza – que algo de terrível aconteceu.
E um dia descobre que, afinal, tinha razão.

A Biblioteca dos Livros Proibidos - Novidade Alma dos Livros



Tema: Romance Histórico
PVP: 19,45€
360 páginas
1.ª edição
ISBN: 978-989-8907-26-4 
Saída: 08-06-2018

Sinopse
PODERÁ O CONHECIMENTO  MUDAR O MUNDO?
Janeiro de 1562. A Europa é o epicentro de uma verdadeira luta entre a luz e as trevas. Em Moscovo, Matthew Longstaff tenta cumprir a missão que lhe foi confiada: roubar um livro da biblioteca privada de Ivan, o Terrível. Longstaff trabalha para os Otiosi, um grupo clandestino de livres-pensadores determinado a manter acesa a chama do livre-pensamento que começa a expandir-se por toda a Europa. Também a trabalhar para os Otiosi encontra-se o médico e aventureiro Gaetan Durant, encarregado  de obter um palimpsesto raro.  
Numa Itália mergulhada na Contrarreforma os inquisidores do papa mostram-se determinados a destruir qualquer foco de conhecimento livre. O seu líder, Gregorio Spina, chefe censor e espião do papa, captura o líder dos Otiosi em Florença e tortura-o em busca de informações. Os segredos da Biblioteca do Diabo podem estar ao alcance de Spina, e os primeiros passos dados pela humanidade em direção ao Iluminismo correm o risco de serem apagados da História. 

Sobre o autor
Depois de estudar história da arte em Glasgow, Tom Pugh começou uma carreira como copywriter nómada e professor. Trabalhou e viveu em Londres, em Sydney e em Tóquio, antes de se instalar em Berlim. Encontra-se a escrever o próximo livro.

[A minha Opinião] As incríveis aventuras da super-miúda


Esta super-miúda de nome Rita, é uma de muitas crianças que gosta de fazer birra para comer. Este livro é sem dúvida, uma bela forma de convencer as nossas crianças a comer. 

A história, pelo que me é dado a conhecer, nasceu à mesa da cozinha, em forma de canção, para que a Rita, tão pouco interessada na comida, comesse. 

Este livro, além de bem escrito é também muito bem ilustrado. Samuel Úria, grande trovador português alia o seu talento a um outro, ao de Luís Levy Lima, artista plástico, ilustrador e designer, e cria aqui uma bela obra de arte.

A cereja no topo do bolo é o cd que acompanha o livro. Contém 3 faixas. A primeira é a versão oficial da "Canção da Super-Miúda", onde podemos ouvir a história cantada. A segunda faixa temos uma versão doméstica com a maravilhosa Rita e a família completa a cantar para nós. A última faixa é maioritariamente instrumental da "Canção da Super-Miúda". Três belas pérolas para dar a este livro um colorido ainda maior. 

Livro e cd mais que recomendados. Os miúdos irão adorar e os graúdos também. 

Boas leituras!  

segunda-feira, 11 de junho de 2018

[A minha Opinião] A Bia está a crescer


Tudo o que há para saber sobre a puberdade, está neste livro. Escrito pela endocrinologista pediátrica Mònica Peitx e ilustrado por Cristina Losantos, este é um livro que todas as meninas e pais devem ler. 

Este é o livro que devia ter lido há muitos anos atrás. Todas as dúvidas que assaltam o pensamento de uma menina de 9 anos, são aqui expostas e muito bem explicadas. As inquietações e transformações são desmistificadas dando lugar ao conhecimento e aceitação das mudanças. 

Alia uma linguagem simples e descomplexada sobre um tema sério, com ilustrações que cativam qualquer leitor. 

Um livro que sem dúvida recomendo a todas as raparigas. Mães, tias, irmãs mais velhas, primas, amigas, espero que o ofereçam às meninas na vossa família, nesta idade complicada. Será uma mais valia, acreditem. 

Livro mais que recomendado.
Boas leituras! 

domingo, 10 de junho de 2018

Daughtry - Deep End


"I'm underwater and I'm on fire
There's nothing wilder than my heart
Just let the current set an emotion
Then nothing can keep us apart"

sexta-feira, 8 de junho de 2018

[A minha Opinião] A verdade sobre o caso Harry Quebert


Que livro! UAU! 

Já há imenso tempo que vários leitores e amigas me tinham dito: Tens de ler "A verdade sobre o caso de Harry Quebert, é fantástico." E agora para o desafio de leitura do meu blogue lá decidi dar-lhes ouvidos e mergulhar nesta leitura. A pergunta que me faço é: porque raio não leste o livro mais cedo se o tinhas na estante? Não consigo responder. Ou melhor, até consigo. São muitos os livros a ler.

É importante também referir-vos que esta foi a minha estreia com Joël Dicker, e que estreia. Não podia ter começado melhor. É um livro cinco estrelas. Acho que será difícil igualar ou será que não? Tenho de ler mais livros do autor.

Agora falando desta história incrível, com centenas de páginas para devorar e mais de uma dezena de personagens para conhecer. Que aventura! Tudo isto começa com o desaparecimento, no verão de 1975, da jovem Nola Kellergan. E quem diria que este desaparecimento iria assombrar a vida dos habitantes de Aurora em 2008, tantos anos depois. 

Um cadáver é descoberto no jardim do grande escritor Harry Quebert e é a partir deste acontecimento que toda a narrativa se desenrola.

Apesar de pensar que seria o grande Harry Quebert a narrar esta história fantástica, enganei-me. Quem toma a liderança é o jovem escritor e revelação literária Marcus Goldman. Marcus parte para Aurora, a fim de reencontrar o seu professor e mentor, Harry. Depois da descoberta do cadáver no jardim do mesmo, Marcus acha importante lá estar para apoiar o seu amigo e descobrir toda a verdade escondida. O que Marcus descobre é uma montanha de acontecimentos e intervenientes neste caso. 

E quanto mais lia, mais suspeitava, mais juntava as peças do puzzle, mais baralhada ficava. Nisso o autor Joël Dicker foi fenomenal. Deixou-me sempre agarrada ao livro e com a cabeça às voltas. A certa altura fiquei com receio que tanta personagem me deixa-se confusa mas acabou por não se confirmar. O autor é um mestre em deixar o leitor no caminho certo. 

A forma como Joël Dicker construiu a história e as personagens é fantástica. Não é só a personagem principal que merece a atenção do autor, são todas as personagens secundárias. Todas elas bem construídas e com histórias de vida curiosas, que desta forma enriquecem a história principal. Quase posso dizer que o autor nos ofereceu histórias dentro de uma história e em todas elas houve uma personagem principal.  

Joël Dicker construiu aqui uma história inacreditável, sem me dar um único momento de descanso. Incrível! Mais não vos posso contar sobre o livro. Não quero ser desmancha prazer e quero mesmo que leiam este livro. Mas não façam como eu, não o tenham tanto tempo na vossa estante. Se lá está neste momento e ainda não o leram, leiam-no de seguida. Não se vão arrepender! 

Eu por agora fico ansiosamente a aguardar pela chegada do próximo livro do autor, "O desaparecimento de Stephanie Mailer". Julho, chega rápido!

Mais que recomendado. LEIAM! 

quinta-feira, 7 de junho de 2018

Primeiras Palavras - Os altos e baixos do meu coração

Os altos e baixos do meu coração

My rating: 3 of 5 stars

3,5
Este é o segundo livro que leio da autora Becky Albertalli. As suas histórias, escritas para um publico jovem adulto, cativam sempre. Talvez por darem ao leitor uma visão do mundo completamente diferente do habitual. Gosta de quebrar barreiras, enaltecer todos os tipos de amor. Molly, uma jovem de 17 anos, é a personagem principal deste livro. Já se apaixonou 26 vezes sem nunca ter tido coragem de revelar os seus sentimentos. Será que será na 27ª vez que o fará? Apesar de Molly ser uma ternura, é difícil não comparar este livro com o primeiro. Confesso que gostei mais do primeiro livro e de Simon. Aconselho na mesma estes altos e baixos do coração de Molly. É uma história bonita de se ler e faz-nos regressar aos tempos de adolescência e às primeiras paixões. É fantástico ter 17 anos. Boas leituras!

[A minha Opinião] Tenho de Saber

Já há muito tempo que não lia uma boa história de espionagem e a Planeta resolveu brindar os seus leitores com uma. Mais uma vez recebi o meu exemplar de avanço e estou imensamente grata à editora pelo privilégio.

Sendo a autora Karen Cleveland uma antiga analista da CIA, percebo a tão bem construída personagem principal e a história narrada pela autora. 

Vivian Miller é uma analista de contra-espionagem, que se vê enredada numa teia complexa de mentiras e enganos. Vivian dedica-se a analisar dados que levam à descoberta de agentes "adormecidos", neste caso agentes russos. Qual não é a surpresa de Vivian quando descobre algo que não devia e que ameaça pôr em causa toda a sua vida. 

A personagem principal irá lutar para encontrar solução para a sua recente descoberta, sem que para isso tenha de destruir tudo aquilo que mais ama. A grande pergunta que se impõe a Vivian é: será a pessoa que mais ama merecedora de confiança? Uma questão que não vos responderei com a esperança que leiam este livro.  

É uma história viciante de espiões russos e americanos, bem escrita, com personagens cativantes. Passei pelas páginas a voar. É impossível largar o livro. No final do livro, fica a pairar no ar a possibilidade de um segundo livro. Será? Leitura recomendada.

Boas leituras!

quarta-feira, 6 de junho de 2018

[A minha Opinião] Quando Tu Voltaste



Recebi a edição de avanço, personalizada com o meu nome, que segundo a Planeta é para leitores especiais. E é claro que adorei o mimo e senti-me mesmo especial. É um privilégio ser uma das sortudas a receber um exemplar de avanço.

Maria Realf traz ao leitor a força do primeiro amor e de como esse amor marca as vidas de Lizzie e Alex. É uma história de amor/ódio, de união/separação, de coração inteiro/coração partido. É uma história de amor comovente, a qual fui conhecendo através de avanços e recuos no tempo. 

Não posso dizer que seja uma história de amor surpreendente. Quem nunca teve um coração partido? Quem nunca teve um coração dividido? Quem nunca amou até lhe doer a alma? É uma narrativa de amor comum a tantas outras, com umas pequenas surpresas lá pelo meio. Quem adora ler romances e histórias de amor inesquecíveis, esta história irá cativar. 

Apesar de adivinhar o desenrolar e desfecho da história, é uma leitura que se faz muito bem e que algumas vezes se torna emotiva. A escrita da autora é simples, cativa pela leveza da história apesar de narrar temas mais difíceis, tem personagens credíveis, integra acontecimentos reais e narra a força de um primeiro amor, que a todos deixa grandes marcas.  

Recomendo a leitura a quem não passa sem um bom romance. É um livro ideal para se ler entre aquelas leituras mais pesadas. 

Boas leituras! 


Pedido de amizade de Laura Marshall - Novidade Topseller


Pedido de Amizade
352 pp. | 18,79€

Sinopse
Maria Weston morreu durante a sua festa de finalistas do liceu. Era uma rapariga irreverente, autêntica e tinha a vida pela frente… O corpo nunca foi encontrado. Portanto, quando Louise Williams, 25 anos depois, recebe o seu pedido de amizade no Facebook, entra em pânico.
Depois do pedido, começam a chegar as mensagens. Inicialmente, parecem inofensivas. Memórias de um passado que Louise não quer relembrar, mas apenas isso.
Depois, começam a ser cada vez mais detalhadas, e as recordações aproximam-se perigosamente de um segredo que nunca deverá ser revelado. Louise nem imagina o que aconteceria se todos soubessem o que realmente aconteceu a Maria.
Mas, afinal, é apenas o Facebook, certo? Mesmo quando Louise sente alguém a segui-la no metro. É tudo virtual, não é? Até quando há objetos a desaparecer de casa. O que se passa nas redes sociais não é a vida real, certo?

Laura Marshall cresceu em Wiltshire, no sudoeste de Inglaterra, e estudou Inglês na Universidade do Sussex.
Quando decidiu que queria escrever, fez formação em Escrita Criativa através de um programa da agência literária Curtis Brown.
O seu primeiro romance, Pedido de Amizade, foi finalista do Bath Novel Award 2016 e alcançou a shortlist para o Lucy Cavendish Fiction Prize de 2016. Foi bestseller do Sunday Times e de vendas em e-book.
Mais sobre a autora: www.lauramarshall.co.uk

segunda-feira, 4 de junho de 2018

Desafio de leitura Manta de Histórias 2018 - Ponto de situação


Olá leitores!
Cá estou eu a actualizar o meu desafio de leitura. Tenho lido mais do que aqui vou referir mas não posso repetir categorias. 
Sendo assim as que já completei são as seguintes:
Um calhamaço: "A Verdade Sobre o Caso Harry Quebert";
Um policial: "A Mulher à Janela";
Título com uma só palavra: "Louca";
Novidade do mês: "A Boneca de Trapos";
Ebook: "A Memória do Amor".
Estas foram as 5 categorias já arrumadas. Terei de pensar nas categorias seguintes, a incluir nas próximas leituras. 12 categorias já estão. Nada mau!
E vocês leitores, como está o vosso desafio de leitura a correr?
Boas leituras!

domingo, 3 de junho de 2018

Quase a chegar às livrarias - O que Fica Somos Nós


Disponível a 5 de Junho 

Sinopse
Numa luminosa manhã de fim de Verão, Lucy e Gabe encontram-se na universidade, em Nova Iorque, e apaixonam-se. Parece o começo de uma história como muitas outras, mas estamos a 11 de setembro de 2001 e, enquanto a cidade está envolta em poeira e detritos, eles beijam-se e trocam promessas. Assumem que têm de encontrar um significado para as suas vidas, tirar proveito dela, deixar uma marca. Jovens e apaixonados, pareciam ter o mundo a seus pés. Não esperavam que os seus próprios sonhos os separassem. Mas Gabe aceita trabalhar como fotógrafo de imprensa no Médio Oriente e Lucy decide continuar a sua carreira em Nova Iorque.
Treze anos depois, Lucy está numa encruzilhada. Sente a necessidade de revisitar as épocas fundamentais do seu relacionamento com Gabe, marcado por escolhas que os conduziram por diferentes caminhos, ao longo de diferentes vidas. Escolhas que, no entanto, nunca romperam o vínculo profundo que os une. Então, é chegado o momento, naquele dia... Lucy mantém um último segredo, e é hora de o revelar a Gabe. Todas as suas escolhas os conduziram até ali. Agora, uma última escolha decidirá o seu futuro.

Quase a chegar às livrarias - Ecos de um Crime


Disponível a 5 de Junho

Sinopse
Em Savannah, cidade do sul com belos edifícios construídos no período anterior à Guerra Civil Americana, onde abundam os parques pitorescos e as ruas empedradas, a vida decorre tranquilamente. Mas para a jornalista criminal Harper McCain, a beleza intemporal dos monumentos que adorna a herança da sua cidade natal desaparece quando chega a noite, com a sua escuridão e os seus perigos. No entanto, ela nunca poderia viver noutro sítio, uma vez que o seu amor por Savannah não ficou sequer comprometido com o homicídio brutal da mãe, que encontrou morta em casa quando tinha doze anos...
Uma mulher de cerca de trinta anos é encontrada nua, morta à facada no chão da sua cozinha. E quem a descobre é a filha de doze anos ao regressar da escola. Harper McCain, uma das jornalistas de Savannah com mais prestígio na investigação de casos de homicídio, fica a contemplar a cena terrível que tem diante dos olhos e vem-lhe à cabeça uma ideia, como um grito ouvido no silêncio da noite. Pois este é um crime idêntico ao que ela presenciou: o assassinato da mãe..
Vive há quinze anos destroçada por saber que quem matou a mãe passeia livremente em liberdade. E agora, tudo indica que voltou a matar. Não deixou impressões digitais, pegadas ou vestígios de ADN. Contudo, Harper está de uma vez por todas decidida a descobrir a verdade. Só que terá de pagar um preço pela sua busca e não sabe se conseguirá chegar até esse ponto...

sábado, 2 de junho de 2018

Quase a chegar às livrarias - À Beira do Colapso


Disponível a 06 de Junho

Sinopse
Cass vive momentos difíceis desde o dia em que viu aquela mulher dentro de um carro estacionado no bosque. Agora sabe que a mulher foi assassinada e que ela nada fez para ajudar. Tenta afastar o caso da sua mente, mas o que poderia ela ter feito? Se tivesse parado, teria provavelmente acabado também por ser uma vítima. 
Mas, desde então, Cass anda perturbada, esquece-se das coisas mais básicas: Onde deixou o carro? Tomou a medicação? Qual o código do alarme de casa? Consumida por um profundo sentimento de culpa, a única coisa que não consegue esquecer é a imagem daquela mulher dentro do carro. e há ainda as chamadas telefónicas anónimas e a sensação de que alguém anda a observá-la. Mas quem poderá estar por detrás disso?

Quase a chegar às livrarias - As Janelas do Céu


Disponível a 05 de Junho 

Sinopse
Na Idade Média houve quem erguesse magnas catedrais, mas foram os mestres vidreiros quem as transformou nas janelas do céu.
No século XV, Hugo de Covarrubias decide que não quer tomar as rédeas do negócio do pai, um mercador de lãs. Esta decisão faz que parta de Burgos em busca da sua vocação, votando ao abandono o negócio familiar, o ambicioso meio-irmão Damián, e Berenguela, o seu grande amor.
No entanto, tudo muda quando descobre que o pai está a ser atraiçoado e vê-se obrigado a fugir para salvar a vida num baleeiro basco e conhece Azerwan, um homem fascinante que se define como contador de lendas e com quem iniciará em África um prometedor negócio de venda de sal.
Tudo corria bem até que uma vingança o obriga a fugir de novo, desta vez com uma mulher e um extraordinário falcão, em busca do seu verdadeiro destino: aprender a arte dos vitrais.
Um romance épico com panos de fundo variados numa época em que as antigas catedrais se foram abrindo para se transformarem em autênticos sacrários de vidro, perante os quais os fiéis acreditavam estar junto das Janelas do Céu.