sábado, 31 de março de 2018

Quase a chegar às livrarias - A Rapariga de Auschwitz


Disponível a 4 de Abril 

Sinopse
Milhares de leitores em todo o mundo conhecem a história de Anne Frank, a adolescente cuja vida terminou em Bergen-Belsen durante o Holocausto.
Em A Rapariga de Auschwitz, vão conhecer a sua irmã e companheira de brincadeiras: Eva Schloss. Apesar de, ter sido levada para Auschwitz com apenas quinze anos, a sua história não terminou aí. Ela conseguiu sobreviver.
Este livro incrível é a memória viva dos acontecimentos que marcaram esse período tão dramático da história mundial.
Um relato lúcido e absorvente da vida no meio dos horrores da guerra, realçando o amor entre uma mãe e uma filha, e a força e a determinação que ajudaram a superar a mais profunda das noites.

Passatempo Exclusivo Facebook


Em vigor até 1 de Abril.
Participe aqui.
Boa sorte!

quinta-feira, 29 de março de 2018

E Depois Chegaste Tu de Jennifer Weiner - Novidade Bertrand Editora


Género: Literatura / Romance
Tradução: Ana Lourenço
Formato: 15 x 23,5 cm
N.o de páginas: 344
PVP: € 17,70
ISBN: 978-972-25-3290-7
Data de saída do livro: 6 de abril de 2018

Sinopse
Jules é uma estudante universitária de vinte e um anos, com uma bolsa de estudos por mérito e uma família que a envergonha. Alta, loura e aparentemente igual aos seus colegas de classe alta, tenciona usar os dez mil dólares que vai receber por doar os seus óvulos «superiores» para salvar o pai do seu vício.
Annie tem trinta e quatro anos, é casada, tem dois filhos e está sempre a contar os tostões. Depois de ver um programa de televisão sobre barrigas de aluguer, convence-se de que descobriu uma maneira de dar novo sentido à vida e ganhar um dinheiro extra.
India Bishop tem trinta e oito anos (quarenta e três, na verdade) e acha que está a viver o seu conto de fadas. Casa-se com um homem rico e muito mais velho, mas decide que precisa de um bebé para selar o pacto. Quando todas as suas tentativas fracassam, vira-se para a tecnologia – e Annie e Jules vão ajudá-la a realizar o seu sonho.
Mas um acontecimento inesperado muda radicalmente todos estes projetos e esperanças. À medida que a data de nascimento do bebé se aproxima, estas mulheres, que têm tudo e nada em comum, vão descobrir o que faz de cada uma delas uma mãe.

Jennifer Weiner, (1970), Louisiana, Estados Unidos. Licenciada em Inglês pela Princeton University, venceu em 1990 o prémio Princeton's Academy of American Poets atribuído à sua poesia. Um ano depois envereda pela carreira jornalística escrevendo sobre a geração X, abuso de drogas, sexo e outras temáticas ligadas à juventude e é convidada pelo programa de televisão Philly After Midnight, enquanto comentadora cultural. Em 1998 escreve o livro Bons Na Cama. Em 2001 dedica-se a tempo inteiro à escrita. Na Sua Pele (In Her Shoes) seguiu-se-lhe em 2002, com uma carreira não menos brilhante, figurando na prestigiada lista dos livros mais vendidos do New York Times e agora adaptado ao cinema, numa realização de Curtis Hanson. Jeniffer vive em Philadelphia e dedica-se à escrita de romances, a tempo inteiro.

Quase a chegar às livrarias - Por trás dos seus olhos


Disponível a 4 de Abril 

Sinopse
Louise
Mãe solteira, fez do filho o seu mundo. Trabalha em part-time. Segue um quotidiano discreto e preso à rotina. Mas tudo muda quando numa rara saída à noite, conhece David num bar... não sabendo que se trata do seu novo chefe. Ambos sentem de imediato uma atração mútua.

David
É ainda jovem, bem-sucedido, encantador e dedicado à sua mulher. Louise nem consegue acreditar que um homem como David se sinta atraído por ela. e tudo se complica quando Louise conhece Adele, a mulher de David.

Adele
Bela, elegante, delicada. Perfeita em todos os aspetos. Um dia, conhece Louise, de quem se torna desde logo amiga.

Fascinada por Adele e David - o casal ideal, aparentemente irrepreensível -, Louise acaba por se ir envolvendo na intrincada teia que é aquele casamento. E, a pouco e pouco, à medida que penetra cada vez mais nas suas vidas, começa a descobrir que há falhas entre eles... Será David realmente o homem que ela pensava conhecer bem? Será Adele tão frágil quanto aparenta? que segredos inquietantes e perigosos escondem eles? E até onde serão capazes de chegar para os esconder? Um thriller que se lê de um só fôlego, com um final surpreendentemente inesperado, e que reinventa com mestria o tradicional triângulo amoroso.

Um bestseller internacional de excelente qualidade literária.

Críticas
«Uma obra imperdível... um thriller brilhante.» Stephen King

«Um romance eletrizante, com um final extraordinário. Sarah Pinborough está prestes a tornar -se a nova obsessão dos leitores.» Harlan Coben

Quase a chegar às livrarias - A Memória do Amor


Disponível a 17 de Abril 

Sinopse
Quando a estudante de Medicina Annie Coffey decidiu entregar-se a Charles Douglas, o atraente médico inglês com quem trabalhava, pretendia apenas viver uma aventura breve e puramente física. Mas a situação rapidamente se complicou. Como manter as emoções à distância? Como sair ilesa de uma situação de tanta intimidade? Inevitavelmente, foram revelados segredos, desejos… Inevitavelmente, o coração de Annie acabou por sofrer… E a jovem foi obrigada a afastar-se de um homem que julgava não ser capaz de lhe dar aquilo de que ela precisava. Mas uma coisa é afastar-se, outra é esquecer. E, quando ambos se reencontram numa conferência em Londres, é impossível negar que a química se mantém. Aos poucos, Annie vai tendo um vislumbre do verdadeiro Charles, desde o seu passado às suas motivações, e embora a sua vontade seja entregar-se de corpo e alma… primeiro tem de perceber se o seu coração lhe mentiu, ou se vale mesmo a pena lutar por este amor.
A tão-aguardada continuação de A Química do Amor, uma história realista e poderosa sobre amor, confiança e entrega emocional… 

Feliz Páscoa


Desejo aos leitores do Manta de Histórias, uma feliz Páscoa, junto das vossas famílias. 
Boas leituras! 

terça-feira, 27 de março de 2018

Elmet – Vidas Desencantadas de Fiona Mozley - Novidade Clube do Autor



Sinopse
Elmet – Vidas Desencantadas é um romance belo, selvagem e inquietante sobre as dicotomias do ser humano, os contrastes da realidade, o sentido de pertença, o amor da família e a violência que todos temos dentro de nós.
Nas suas páginas acompanhamos a viagem de Daniel para Norte. A vida simples que levava com a irmã Cathy e o pai desapareceu; tornou-se ameaçadora e sinistra.
Viviam os três à margem da sociedade, numa casa que o pai construíra no bosque, caçando e procurando comida. O pai dissera-lhes que a pequena casa em Elmet era deles, mas afinal isso não era verdade. E alguns homens daquela terra, gananciosos e vorazes, começaram a vigiá-los de perto.
O pai é pugilista e um homem gigante. Cathy é como o pai: feroz e com uma raiva que permanece à flor da pele. Danny é como a mãe: gentil e sensível. Os três juntos vivem felizes e tranquilos. Mas às vezes, quando o pai desaparece, volta com fúria nos olhos.
Em casa encontra sempre paz, mas a violência que guarda dentro parece aumentar cada dia mais…
Uma história sobre família, amor e violência; uma análise à sociedade contemporânea, ao indivíduo e à realidade, aos conceitos de classe às discrepâncias entre quem somos e quem somos capazes de ser.

Fiona Mozley foi a grande revelação literária de 2017, surpreendendo com a sua nomeação para a shortlist do Man Booker Prize a par de nomes como Paul Auster, Ali Smith e George Saunders. Além de finalista do Man Booker Prize, Elmet – Vidas Desencantadas foi eleito LIVRO DO ANO por várias publicações e está nomeado para o Women's Prize for Fiction/2018. 

Critica literária 
«Uma estreia notável que revela a vida à margem da sociedade. Uma história evocativa e sombria que não se consegue esquecer.» Financial Times, Livros do Ano

«Um livro que é uma explosão silenciosa, requintado e inesquecível.» The Economist

«Uma fábula gótica construída de forma inteligente. Elmet é uma conquista magnífica.» Times Literary Supplement

«Um noir rural contemporâneo e fundador, impregnado de literatura e lendas da paisagem da região e da sua história medieval.» The Guardian

«Um trabalho de uma beleza perturbadora. Brutal, sombrio, etéreo.» New Statesman

«Lírico e mítico. Uma encantadora manta de retalhos de influências unidas pela voz distinta de Mozley.» New York Times

«Combinação de idílio pastoril, exposição política, saga familiar e conto de terror, lê-se como uma história tradicional de crianças que se transforma num filme de gangsters: Hansel e Gretel misturado com O Padrinho.» Sunday Times

«Uma estreia mágica, que parece imersa num passado mais primitivo e violento. Numa prosa poética sedutora, este livro traz à luz os estragos do poder usado de forma cruel, mas também uma força oposta: o extraordinário sustento que a devoção familiar consegue dar.» People Magazine

A Mulher Inocente de Amy Lloyd - Novidade Planeta


312 páginas
PVP: 18,85€
Nas livrarias a partir de 17 de Abril
Sinopse
Uma mulher obcecada que quis acreditar que um assassino era inocente e que coloca a vida em risco, porque acreditou num conto de fadas.
A história deste thriller é perturbadora e real.
Há vinte anos Dennis Danson foi preso pelo brutal assassínio de uma jovem na Florida, no condado de Red River.
Na actualidade é o assunto de um documentário resultante de um frenesi online para descobrir a verdade e libertar o homem que foi injustamente acusado.
A muitos quilómetros, em Inglaterra, Samantha é obcecada pelo caso de Dennis e começa a corresponder-se com ele.
Sam depressa cai enfeitiçada pelo charme e bondade que ele tem para com ela. Decide rumar a Red River, para trabalhar na sua libertação e casar com ele.
Mas quando a campanha é bem-sucedida e Dennis é libertado, Sam começa a descobrir pormenores que sugerem que afinal ele pode não ser assim tão inocente.
Mas como confrontar o marido quando não se quer descobrir a verdade?

Sobre a autora
Estudou Inglês e Escrita Criativa na Cardiff Metropolitan University. Venceu o Daily Mail First Novel com A Mulher Inocente em 2016. Vive em Cardiff, no País de Gales, com o companheiro e dois gatos.

Quando Tu Voltaste de Maria Realf - Novidade Planeta


304 páginas 
17,76€
Nas livrarias a partir de 17 de Abril

Sinopse
Lizzie Sparkes devia ser a rapariga mais feliz do mundo... está a três meses de se casar com o que acha que é o Tal, no casamento dos seus sonhos! Passou os últimos três meses em êxtase.
Mas, um fim-de-semana quando está a experimentar o vestido de noiva recebe notícias perturbadoras: o amor do passado regressa à sua vida como uma bomba! Depressa percebe que estas notícias ameaçam perturbar os seus planos tão cuidadosamente elaborados.
O regresso inesperado de Alex muda tudo e Lizzie enfrenta um dilema impossível. Como poderá esquecer o passado, quando se depara com ele... e lhe pede mais uma oportunidade?
E é forçada a fazer uma escolha que mudará a sua vida para sempre.

Sobre a autora
É jornalista há mais de uma década. Trabalhou com uma equipa em muitas das revistas mais conhecidas do Reino Unido, como Cosmopolitan, Cosmopolitan Bride, Fabulous, First, Marie Claire, Now e You & Your Wedding.
Actualmente escreve para The Mail on Sunday's You Magazine.

Passatempo Exclusivo Facebook


Passatempo em vigor até 29 de Março.
Participe aqui.
Boa sorte!

O segredo da minha mãe de J. L. Witterick - Novidade Topseller


O Segredo da Minha Mãe
208 pp. | 15,49€

Sinopse
Em 1939, as tropas de Hitler invadem a Polónia e põem em marcha uma perseguição desumana ao povo judeu. Todos sabem que proteger judeus num país ocupado pelos nazis é uma sentença de morte. Mas Franciszka e a filha, Helena, movidas por um profundo sentimento de justiça e respeito pela vida humana, decidem arriscar tudo para abrigar duas famílias judaicas e um soldado alemão desertor na sua modesta casa em Sokal. Uma das famílias fica escondida numa cave improvisada por baixo da cozinha. A outra, num palheiro por cima da pocilga. O soldado fica num sótão exíguo.
Para que todos possam sobreviver, Franciszka e a filha terão de ser mais astutas do que os vizinhos e do que os temíveis comandantes alemães, que montam guarda em frente à casa. As duas mulheres estão dispostas a tudo para salvá-los, o que implica não só escondê-los e alimentá-los, mas também conseguir manter acesa dentro deles a chama da esperança.

J. L. Witterick nasceu na China, mas foi viver para o Canadá com apenas 7 anos. Licenciou-se em Gestão pela Universidade de Western Ontario. Mais tarde, tornou-se presidente de uma das maiores empresas de gestão de fundos do país.
Voltou agora a atenção para a sua paixão: a escrita. O Segredo da Minha Mãe é o seu primeiro romance, foi finalista do National Jewish Book Award e está publicado em 11 línguas.
Parte dos lucros obtidos com o livro foi doada a instituições de caridade, uma forma que a autora encontrou para honrar os «Justos entre as Nações», pessoas não judias que arriscaram a vida para ajudarem judeus a escaparem à morte durante o Holocausto.

segunda-feira, 26 de março de 2018

A Última Travessia de Lone Theils - Novidade Suma de Letras


A Última Travessia (nas livrarias a 3 de Abril)
De Lone Theils
Suma de Letras
ISBN: 978-989-665-546-4
416 Páginas
PVP c/ IVA: 20,50€

Sinopse
Duas jovens dinamarquesas desaparecem, sem deixar rasto, a bordo de um barco com destino a Inglaterra, em 1985. Vários anos depois, a jornalista Nora Sand, que trabalha em Londres para a revista dinamarquesa Globalt, compra uma mala velha numa loja de antiguidades, numa cidade do litoral. Quando a jornalista abre a mala, encontra uma série de fotografias, e uma delas, onde aparecem duas jovens a bordo de um barco, chama-lhe a atenção. Nora lembra-se imediatamente do famoso caso das duas raparigas desaparecidas em 1985, que nunca fora encerrado. Nora Sand não pode deixar de pensar no caso e viaja até à Dinamarca para descobrir o que aconteceu às duas jovens. Rapidamente depara com a história de um assassino em série que está a cumprir pena de prisão perpétua e que parece ter a chave do caso. Mas, para Nora, qual será o preço a pagar?

Lone Theils foi, durante anos, correspondente em Londres dos jornais dinamarqueses Berlingske Tidende e Politiken. Durante os dezasseis anos que viveu em Londres, trabalhou também para a televisão e para a rádio nacional da Dinamarca. Actualmente, e desde que voltou para o seu país, em 2016, escreve artigos para a revista online POV International e dedica-se inteiramente à escrita. O seu primeiro romance, “A Última Travessia”, que foi um bestseller imediato na Dinamarca e será publicado em mais catorze países, foi inspirado numa história verídica. Algumas fotografias de jovens desconhecidas, tiradas na Estação Central de Copenhaga, apareceram misteriosamente nas mãos de um assassino em série americano.

#lêportuguês



Hoje é dia de comemorar o livro português.
Digam-me, qual é o vosso autor e livro português de eleição?

sábado, 24 de março de 2018

A Mulher do Oficial Nazi de Edith Hahn Beer - Novidade Alma dos Livros


Tema: História
PVP: 17,45€
256 páginas
1.ª edição
Fomato: 155 mm * 235 mm * 18 mm
ISBN: 978-989-99933-5-8
Saída: 16-03-2018

Sinopse
Edith Hahn Beer levava uma vida normal em Viena, no seio de uma família judia. Fora uma adolescente popular e tornara-se uma estudante de Direito extremamente bem-sucedida. Estava envolvida nos grandes debates políticos da época. Estava apaixonada. O seu futuro desenrolava-se à sua frente como uma passadeira vermelha. E, de repente, tudo terminou. Quando Hitler invadiu a Áustria em 1938, Edith ficou sem futuro.
No coração da Alemanha nazi, escondendo a sua identidade em casa e no trabalho, Edith viveu com o medo constante de ser descoberta. Foi ali que conheceu Werner – destacado membro do Partido Nazi –, que se apaixonou por ela e a pediu em casamento, mantendo a sua identidade em segredo. 
A Mulher do Oficial Nazi podia ser outro livro sobre o Holocausto e a Segunda Guerra Mundial, o que já seria notável. Mas é, além disso, um relato verdadeiro, dramático e emocionante de uma mulher extraordinária que sobreviveu ao maior genocídio da história da Humanidade, sem pretender ser corajosa, famosa ou lembrada. Ela apenas quis sobreviver.

EDITH HAHN BEER é uma sobrevivente judia do Holocausto, nascida em Viena em 1914. Edith e Werner Vetter divorciaram-se em 1947, depois de a guerra terminar. A filha de ambos, Angela, vive em  Londres e é considerada a única judia nascida num hospital do Reich em 1944.
A coleção de escritos pessoais de Edith, conhecida como Edith Hahn Archive, foi doada ao Museu Memorial do Holocausto dos Estados Unidos.

Passatempo Exclusivo Facebook


Passatempo em vigor até 26 de Março.
Participe aqui.
Boa sorte!

Avance de Francesco Marconi - Novidade Matéria-Prima Edições


Sinopse
O QUE VÊ QUANDO IMAGINA OS PRÓXIMOS 10 ANOS DA SUA VIDA?
Se não consegue responder de imediato a esta pergunta, este livro é para si. Se ser bom não lhe é suficiente, AVANCE vai ajudá-lo a conquistar os seus objectivos pessoais e profissionais.
Siga os 30 passos deste algoritmo, 1 para cada dia do mês, e descubra como:

  •  Encontrar o seu propósito de vida

  • Orientar a sua energia
  • Influenciar os outros com empatia e persistência
  • Desenvolver capacidade de liderança.
  • Esqueça o risco e as dúvidas. AVANCE

Francesco Marconi nasceu em Coimbra, filho de mãe portuguesa e pai italiano. Cedo se mudou para Nova Iorque onde é atualmente responsável pela estratégia global e política de inovação da Associated Press. Professor da Universidade de Columbia, é investigador do Media Lab do MIT.

quinta-feira, 22 de março de 2018

Lição de Tango de Sveva Casati Modignani - Novidade Porto Editora


Título: Lição de Tango
Autor: Sveva Casati Modignani
Tradução: Regina Valente
Págs.: 432
Capa: mole com badanas
PVP: 17,70 €

Sinopse
Giovanna e Matilde são as duas protagonistas de Lição de Tango. Aparentemente não têm nada em comum, a não ser o facto de viverem no mesmo bairro de Milão e se cruzarem, por vezes, na rua. Giovanna é uma mulher fascinante, antiquária, casada e com uma filha adolescente. Matilde é uma mulher idosa, pobre, que vive sozinha numas águas-furtadas. Uma é infeliz e vive em permanente ansiedade, a outra é distante e orgulhosa, no entanto, um dia o destino vai aproximá-las e uma amizade improvável irá uni-las.
Matilde ajudará a jovem a encontrar a serenidade e o amor, enquanto Giovana acompanhará Matilde ao longo da sua caminhada final. 
Sveva Casati Modignani apresenta-nos um romance de emoções intensas, sobre a amizade e o amor, com duas personagens femininas inesquecíveis.

Sobre a autora
Reconhecida como a grande signora do bestseller italiano, com mais de 11 milhões de exemplares vendidos, Sveva Casati Modignani está traduzida em 17 países e é hoje uma das autoras mais populares em Portugal. No catálogo da Porto Editora figuram já os seus romances Feminino Singular,
Baunilha e Chocolate, O Jogo da Verdade, Desesperadamente Giulia, O Esplendor da Vida, A Siciliana, Mister Gregory, A Viela da Duquesa, Um Dia Naquele Inverno, O Barão, A Família Sogliano, 6 de abril ’96, A Vinha do Anjo, Como Vento Selvagem e O Regresso da Primavera. A sua obra autobiográfica, O Diabo e a Gemada também já se encontra publicada no catálogo da Porto Editora.

Passatempo 6º Aniversário - Suma de Letras


Estamos a festejar o aniversário do blogue oferecendo livros aos nossos leitores. Com o magnifico apoio da Suma de Letras, temos para oferecer A Rapariga de Antes. Para se habilitar a ganhar este livro, só tem de responder correctamente às questões que se encontram no formulário e ler com atenção as regras do passatempo. 

Regras do passatempo:

O passatempo é válido de 22 de Março até às 23h59m de 30 de Março. 
Só é válida uma participação por pessoa e residência, de residentes em Portugal Continental e Ilhas.
Ser seguidor do blogue Manta de Histórias: www.mantadehistorias.blogspot.pt
(Para ser seguidor, basta clicar em "aderir a este site" na barra lateral direita do blogue.)
Partilhar publicamente o passatempo.
Múltiplas participações serão automaticamente anuladas.
O vencedor será sorteado aleatoriamente (random.org) pela administração do blogue, contactado por e-mail e o resultado será anunciado no blogue.
O blogue e a editora não se responsabilizam por eventuais extravios no envio do livro por correio.
Boa sorte!

terça-feira, 20 de março de 2018

Passatempo Exclusivo Facebook


A decorrer até às 12h do dia 24 de Março.
Participe aqui.
Boa sorte!

Resultado Passatempo - A Arte da Boa Vida


Obrigada a todos os que participaram neste passatempo.
Um enorme agradecimento à Temas e Debates pela oferta de um exemplar do livro A Arte da Boa Vida.
Tivemos 49 participações válidas. Obrigada! 
O número sorteado foi o 17.
A grande vencedora foi:

Paula Dinis - Melgaço

Parabéns!

Se ainda não foi desta que foi o grande vencedor não desista. Há sempre boas oportunidades aqui no blogue. 

Saiba mais sobre o livro aqui.

Passatempo 6º Aniversário - Editorial Planeta



Celebramos seis anos de existência e nada como festejar o aniversário oferecendo livros aos nossos leitores. Com o magnifico apoio da Planeta, temos para oferecer A Filha da Floresta e O Filho das Sombras. Para se habilitar a ganhar estes dois livros, só tem de responder correctamente às questões que se encontram no formulário e ler com atenção as regras do passatempo. 

Regras do passatempo:

O passatempo é válido de 20 de Março até às 23h59m de 28 de Março. 
Só é válida uma participação por pessoa e residência, de residentes em Portugal Continental e Ilhas.
Ser seguidor do blogue Manta de Histórias: www.mantadehistorias.blogspot.pt
(Para ser seguidor, basta clicar em "aderir a este site" na barra lateral direita do blogue.)
Partilhar publicamente o passatempo.
Múltiplas participações serão automaticamente anuladas.
O vencedor será sorteado aleatoriamente (random.org) pela administração do blogue, contactado por e-mail e o resultado será anunciado no blogue.
O blogue e a editora não se responsabilizam por eventuais extravios no envio dos livros por correio.
Boa sorte!


sexta-feira, 16 de março de 2018

Encontrei-te nas Páginas de Um Livro de Xavier Bosch - Novidade Marcador


Editora: Marcador
Data 1ª Edição: 22/03/2018
Nº de Edição:
ISBN: 978-989-75-4356-2
Nº de Páginas: 208
Dimensões: 156x234mm
PVP: 15,90€

Sinopse
Encontrei-te nas Páginas de Um Livro é um romance sobre a força perdurável do amor. Jean-Pierre Zahardi, galerista na Rive Gauche, é um espírito livre. Paulina Homs, com uma tranquila vida familiar em Barcelona, chega a Paris para o casamento da prima. Como se o destino o tivesse reparado, entre eles nascerá uma atração inesperada que mudará as suas vidas para sempre. 
Este livro é a crónica da procura e da reconstrução de uma história de amor, a de Paulina e Jean-Pierre, através das recordações, dos documentos e do testemunho das pessoas que conheceram a paixão clandestina do casal. Será a filha de Paulina, Gina, que descobrirá muitos anos depois da morte da mãe o grande amor que a marcou para sempre.
Aguarda o leitor uma viagem pelas livrarias mais bonitas do mundo, onde estão dispersos os testemunhos misteriosos e comoventes desse amor, e uma viagem no tempo, para descobrir aqueles quatro dias únicos e inesquecíveis. Eternos.

Xavier Bosch (Barcelona, 1967) é licenciado em Ciências da Informação. Foi diretor do jornal diário Avui e responsável de programas da RAC1, além de criador e editor de formatos radiofónicos como Alguna Pregunta Més, Cafè Baviera e El món, na RAC1. Dirigiu Un tomb per la vida e, com Antoni Bassas e Eduard Boet, Aquest any, cent! É autor dos livros de contos Jo, el simolses (1992) e Vicis domèstics (1998), da novela La Màgia dels Reis (1994), e dos romances Se Sabrà Tot (Prémio Sant Jordi 2009), Homes d’honor (2012) e Eufòria (2014).

O livro encontra-se em pré-venda no site da Editorial Presença aqui.

Biblioteca Perfeita


Fonte: Pinterest.

quinta-feira, 15 de março de 2018

Sherlock Holmes junta-se aos Livros Loucos da Guerra e Paz



O Cão dos Baskervilles 
Arthur Conan Doyle
Adaptação de Elizabete Agostinho
14x20,5
136 páginas
13,90 €
Nas livrarias a 20 de Fevereiro
Guerra e Paz Editores

Sinopse
Sherlock Holmes, o mais recente detective de todos os tempos, tem um mistério tremendo para resolver. Reza a lenda que a charneca junto à mansão dos Baskervilles é amaldiçoada por um cão gigante e diabólico, maior do que qualquer cão alguma vez visto, que lança fogo pela boca. A maldição castiga a família Baskervilles há gerações.
Entretanto, Charles Baskervilles aparece morto na charneca, o medo estampado no rosto, pegadas junto ao corpo. Quem o matou? Será obra do demónio ou de homens de carne e osso?
Com o seu amigo inseparável, o doutor Watson, Sherlock Holmes percorre a charneca, interroga, investiga e prepara-se para enfrentar os poderes do mal. O perigo espreita por todo o lado nesta incrível aventura. Atreves-te a seguir esta história?

terça-feira, 13 de março de 2018

A Rapariga que Lia no Metro de Christine Féret-Fleury - Novidade Porto Editora


Título: A Rapariga que Lia no Metro
Autor: Christine Féret-Fleury
Tradutor: Artur Lopes Cardoso
Págs.: 168
PVP: 15,50 €
Disponível a 15 de Março

Sinopse
De segunda a sexta-feira, sempre à mesma hora matutina, Juliette apanha o metro em Paris. Nesse caminho diário e rotineiro para um emprego cada vez mais rotineiro, a viagem na linha seis é a única oportunidade de que Juliette dispõe para sonhar.
Aos poucos, essa necessidade espelha-se na observação dos demais passageiros, pelo menos, daqueles que leem: a velha senhora que coleciona edições raras, o ornitólogo amador, a rapariga apaixonada que chora sempre na página 247. Com curiosidade e ternura, Juliette observa-os como se, pelas suas leituras, lhes adivinhasse as paixões, e a diversidade das suas existências pudesse dar cor à sua vida, tão monótona e previsível.
Até ao dia em que, seguindo um impulso invulgar, decide descer duas estações antes da paragem habitual - e esse gesto, aparentemente inocente e aleatório, acabará por se tornar o primeiro passo de uma experiência completamente alucinante e tão perturbadora quanto a de Alice no País das Maravilhas.

Christine Féret-Fleury nasceu em 1961, em França. Foi editora da Gallimard. Em 1996, publicou o seu primeiro livro para crianças, Le Petit Tamour, seguido de uma novela para adultos, Les vagues sont douces comme des tigres (1999), que recebeu o Prix Antigone. Desde 2001, dedica-se exclusivamente à escrita, tendo publicado dezenas de títulos.

Primeiras páginas do livro aqui.

segunda-feira, 12 de março de 2018

[A minha Opinião] - O Amor (não) é mel


"Os vencedores não são feitos de sorte, mas sim do trabalho, da tremenda dedicação e do acreditar. Sobretudo do acreditar. (Quase) exclusivamente do acreditar. (...) Porque, quando acreditas, há impossíveis que deixam de o ser."

Partilho convosco a citação anterior, para perceberem por que linhas se vai cosendo este livro. Com capítulos curtos e pequenas histórias, a autora partilha com o leitor experiências e ensinamentos. Nestas páginas fala de tudo um pouco. De amor, de amizade, de trabalho, de dedicação, de sucesso, de derrota, de luta. Com todos estes temas e muitos outros fala de vida.

Com uma escrita simples e passagens inspiradoras, esta é uma leitura que faz reflectir e comprovar, que a base de tudo está no amor. O amor que dá força, que inspira, que faz avançar.

Um livro para ir lendo aos poucos e ao qual se deve sempre voltar, quando se precisa de uma dose extra de motivação e inspiração. 

Boas leituras!

Será paranoia?



Coleção: Grandes Narrativas
Nº na Coleção: 685
Data 1ª Edição: 22/03/2018
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-6187-3
Nº de Páginas: 488
Dimensões: 151x230mm
PVP: 20,90€

Sinopse
Anna Fox não sai à rua há dez meses, um longo período em que ela vagueou pelos quartos da sua velha casa em Nova Iorque como se fosse um fantasma, perdida nas suas memórias e aterrorizada só de pensar em sair à rua. A ligação de Anna ao mundo real é uma janela, junto à qual passa os dias a observar os vizinhos. 
Quando os Russells se mudam para a casa em frente, Anna sente-se desde logo atraída por eles - uma família perfeita de três pessoas que a fazem recordar-se da vida que já teve. Mas um dia, um grito quebra o silêncio e Anna, da sua janela, testemunha algo que ninguém deveria ter visto e terá de fazer tudo para encobrir o que presenciou. Mas mesmo que decida falar, irá alguém acreditar nela? E poderá Anna acreditar em si própria?

A.J. Finn é o pseudónimo de Daniel Mallory. Possui uma licenciatura pela Universidade de Oxford e tem colaborado como crítico literário em publicações como o Los Angeles Times, The Washington Post e The Times Literary Suplemment. Natural de Nova Iorque onde reside atualmente, viveu em Londres durante dez anos. O seu livro de estreia, A Mulher à Janela, foi já vendido para 38 países e está a ser adaptado ao cinema pela Fox.

Saiba mais sobre o livro no site da Editorial Presença aqui.

Só para leitores compulsivos


Campanha aplicável a encomendas de livros, exceto manuais escolares e eBooks, registadas e pagas de 12 a 16 de março de 2018 e de valor superior a 15€.

Oferta de um marcador Wook limitada ao stock existente e a uma unidade por encomenda. Para saber se é contemplado/a com a oferta, adicione a sua seleção de produtos ao cesto, siga para checkout e verifique se a linha referente ao produto de oferta é acrescentada à sua encomenda. 

Não acumulável com outras promoções em vigor.

Visite o site da Wook aqui.

Booktrailer «Testemunho» de Scott Turow


Saiba mais sobre o livro aqui.

Campanha Dia do Pai - Saída de Emergência


Até 18 de Março!
Compre os seus livros aqui.

Novo thriller jurídico de Scott Turow - Novidade Bertrand Editora


Género: Literatura / Thriller
Tradução: Fernanda Oliveira
Formato: 15 x 23,5 cm
N.o de páginas: 480
PVP: € 17,70
ISBN: 978-972-25-3506-9
Já nas livrarias! 

Sinopse
Bill Boom virou as costas a tudo o que era importante para si: a carreira, a mulher, até o seu país. Mesmo assim, quando lhe pedem que examine o desaparecimento de um campo inteiro de refugiados do Kosovo, um caso por resolver há dez anos, sente-se arrastado para o caso mais difícil da sua carreira. Para descobrir o que aconteceu durante o caos apocalíptico que se seguiu à guerra da Bósnia, Boom investiga uma panóplia de suspeitos, que vai dos paramilitares sérvios a redes de crime organizado e ao governo norte-americano, enquanto se movimenta também por entre as coloridas personagens desta história, com as suas alianças e traições: Layton Merriwell, general norte-americano caído em desgraça; Ferko Rincic, o único sobrevivente do massacre, e Esma Czarni, uma sedutora advogada.

Scott Turow é autor de oito obras de ficção, entre as quais Danos Pessoais, Erros Reversíveis, O Medo dos Bravos, Juiz Por Um Fio e o famoso thriller Presumível Inocente, que foi adaptado para o cinema por Alan J. Pakula e que conta com Harrison Ford como protagonista, entre outros actores de renome. Os livros de Turow estão traduzidos em mais de vinte e cinco línguas e já venderam mais de vinte e cinco milhões de exemplares em todo o mundo. Ele escreve também ensaios e artigos de opinião para publicações como o New York Times, o Washington Post, a Vanity Fair, o The New Yorker, a Playboy e o The Atlantic.

Booktrailer do livro aqui

E.T. – O Extraterrestre Gostou do filme?


Se gostou do filme não pode perder o livro!

Coleção: Filmes de todos os tempos
Título: E.T. – O Extraterrestre
Baseado no filme de: Steven Spielberg, 
escrito por Melissa Mathison
Tradução: Rita Amaral
Ilustrações: Kim Smith
Págs.: 48
Capa: dura
PVP: 12,90 €

Sinopse
Elliot, de 10 anos, procurava um amigo. E encontrou um, vindo do Espaço!
O filme que todos conhecem é agora um livro ilustrado para toda a família - cheio de bicicletas voadoras, cientistas bisbilhoteiros e uma amizade que te irá inspirar. Conseguirá Elliot ajudar E.T. a "telefonar para casa" antes que seja tarde de mais?

Saiba mais sobre o livro ou adquira-o no site da Porto Editora aqui.

sexta-feira, 9 de março de 2018

Biblioteca Perfeita


Fonte: Pinterest.

A Trança de Laetitia Colombani - Novidade Bertrand Editora



Género: Literatura / Romance
Tradução: Patrícia Xavier
Formato: 15 x 23,5 cm
N.o de páginas: 200
PVP: € 16,60
ISBN: 978-972-25-3479-6

Sinopse
Smita, Índia. Intocável, Smita vive uma existência miserável, ostracizada por toda a sociedade. Mas Smita sonhacom uma vida melhor para a sua filha e, num gesto de coragem e esperança, oferece o que de mais valioso tem em troca de dinheiro e da possibilidade de melhorar a sua vida.
Giulia, Sicília. O pai de Giulia acabou de morrer deixando-a com a terrível decisão de vender ou modernizar a loja de perucas que ele geria. Giulia decide-se pela segunda opção e irá investir em cabelo verdadeiro para as suas perucas.
Sarah, Canadá. Advogada de meia-idade, Sarah descobriu que sofre de cancro da mama e perde o cabelo durante os tratamentos. Finalmente, decide que precisa de uma peruca para reconquistar a autoconfiança.

Lætitia Colombani, filha de bibliotecária, nasceu em Bordéus em 1976. Teve um percurso académico marcado pela paixão do cinema e, depois de estudar na Ciné-Sup durante dois anos, licenciou-se na Escola Superior Louis Lumière. É realizadora, atriz, cenógrafa e escritora.

[A minha Opinião] O regresso da primavera


E vão três! E estarão vocês a pensar: mas do que é que ela está a falar? Passo a explicar. "O regresso da primavera" é o terceiro livro que leio da Sveva Casati Modignani. A autora conquistou-me com as suas paisagens italianas e gosto sempre de lá regressar. 

Desta feita a viagem é feita até Milão e às vidas de Fiamma Morino e Lorenzo Perego. Fiamma é uma mulher na casa dos quarenta anos, divorciada, com duas filhas e directora editorial de sucesso numa pequena editora. (Escusado será dizer que, adorei tudo o que se relacionou com o trabalho e ambiente editorial.) Lorenzo é professor de Geografia Económica, divorciado, culto, bem parecido. As personagens principais desta história espelham bem a realidade social e económica dos nossos tempos. 

Por entre capítulos pequenos, avanços e recuos entre o presente e o passado, a autora dá a conhecer a história de vida das suas personagens principais e o caminho que percorrem até se encontrarem nos braços um do outro. 

Com passados semelhantes no que diz respeito à desilusão amorosa, Fiamma e Lorenzo encontram um no outro a esperança do amor verdadeiro. Como é habitual num coração partido, constroem-se muros altos para garantir que o coração fragilizado, não volte a sofrer. Fiamma e Lorenzo conseguiram transpor esses muros e chegar ao coração um do outro.

Além da habitual história de amor, presente em todos os livros da autora, este dá destaque a temas bem actuais. O estado do sistema de educação, desigual e injusto. A fragilidade económica europeia, que em muito penalizou e vai penalizando as pequenas empresas. O desemprego, responsável por grandes clivagens sociais. Tudo temas bem presentes neste regresso da primavera.

Uma leitura que gostei de fazer. É sempre bom voltar a Itália pelas mãos da "signora" do romance italiano. Fico a aguardar por um próximo livro da escritora. 

Boas leituras!  

Opinião do livro "Como o Vento Selvagem" aqui.
Opinião do livro "Vinha do Anjo" aqui.

quinta-feira, 8 de março de 2018

Uma Verdade Simples de Jodi Picoult - Novidade Bertrand Editora


Género: Literatura / Romance 
Tradução: Fernanda Oliveira
Formato: 15 x 23,5 cm
N.o de páginas: 480
PVP: € 18,80
ISBN: 978-972-25-3507-6
Data de saída do livro: 9 de março de 2018

Sinopse
A descoberta de um bebé morto num celeiro dos Amish abala profundamente a comunidade. Mas a investigação policial conduz a uma chocante suspeita: há provas circunstanciais que sugerem que foi Katie Fisher, uma jovem amish solteira de dezoito anos, que se julga ser a mãe do bebé, que lhe tirou a vida. Quando Ellie Hathaway, uma advogada desiludida da grande cidade, chega a Paradise, na Pensilvânia, para defender Katie, dá-se um choque entre as duas culturas. Pela primeira vez na sua carreira fulgurante, Ellie enfrenta um sistema de justiça muito diferente do seu. Mergulhando profundamente no mundo daqueles que vivem uma «vida simples», terá de chegar até Katie. Ao mesmo tempo que tenta desvendar um homicídio complexo, Ellie é obrigada a olhar também para dentro de si e a confrontar os seus medos e desejos quando um homem do seu passado entra de novo na sua vida.

Jodi Picoult nasceu e cresceu em Long Island. Estudou Inglês e Escrita Criativa na Universidade de Princeton e publicou dois contos na revista Seventeen enquanto ainda era estudante. O seu espírito realista e a necessidade de pagar a renda levaram Jodi Picoult a ter uma série de empregos diferentes depois de se formar: trabalhou numa corretora e numa editora, foi copywriter numa agência de publicidade e professora de Inglês. Aos 38 anos, é autora de onze bestsellers e em 2003 foi galardoada com o New England Bookseller Award for Fiction.

[A minha Opinião] O Brilho Azul das Estrelas



Fui atraída, inicialmente, para este livro por causa do título e da sua capa. Não conhecia a autora e fiz assim a minha estreia. Fiquei agradavelmente cativada pela sua escrita e história. 

"Já te digo o que vou fazer." O que vos digo é que este livro, apesar das suas 203 páginas e capítulos pequenos, não é uma leitura rápida nem fácil. É um livro para se ir lendo. 

O tema central e a grande protagonista desta história é a doença de Alzheimer. Uma doença que vai tirando aos poucos o conhecimento de nós próprios e que nos deixa completamente abandonados. 

Ben, o portador da doença Alzheimer e protagonista da história tem muito a dizer-nos. É narrado ao leitor a evolução da doença, as dificuldades de viver com uma memória enfraquecida, a luta dos familiares em dar-lhe a melhor qualidade de vida. Renny, mulher de Ben, dá também a sua perspectiva da doença, como cuidadora. Uma posição difícil e ingrata de se estar. Ver o seu companheiro a perder, a cada dia que passa, a sua independência e personalidade é devastador. 

A personagem principal, além da luta contra a doença, vive atormentado por uma tragédia do passado. Enquanto a sua consciência o permite quer redimir-se e fazer o melhor pela sua família. Uma história de redenção, de coragem, de amor.   

A lição de vida aqui deixada é fantástica e corajosa. Laura Pritchett construiu bem a história, a personagem principal e deu-me a realidade nua e crua da doença de Alzheimer. 

Uma leitura que recomendo.

quarta-feira, 7 de março de 2018

Há um lugar onde se procura a verdade e se luta pela justiça


[A minha Opinião] O Sol Também é Uma Estrela


Nicola Yoon é já minha conhecida. Fiquei arrebatada com o seu primeiro livro "Tudo, Tudo... e Nós (opinião aqui). Confesso que depois do extraordinário primeiro livro esperava algo semelhante e até superior. Sinceramente achei este segundo livro um pouco mais fraco que o primeiro.

Temos novamente dois jovens protagonistas, Natasha e Daniel. Dois jovens a atravessar um momento complicado nas suas vidas e que, o destino, terceiro protagonista desta história, trata de juntar.

Através de sinais, intuições, coincidências (ou talvez não), as vidas de Natasha e Daniel cruzam-se. No último dia em solo americano, Natasha vê-se a braços com um intruso. Quem? Perguntam vocês. Ao que respondo: o destino. Ou será Daniel? Que assim que a vê acha que é um sinal do universo, para ser corajoso e lutar pelo que quer. 

Num espaço temporal de um dia, acompanhei o evoluir desta estranha e precipitada relação. Dois jovens que encontram um no outro, sem o saber, a esperança perdida, a luz ao fundo do túnel, a coragem para ir à luta. 

Muita coisa se passa em menos de 24h para estes dois jovens. A história vai crescendo e adicionando obstáculos e degraus aos protagonistas. Será possível o universo conspirar para juntar duas almas completamente diferentes? Ou serão as nossas escolhas e atitudes que nos conduzem a um determinado momento?

Com uma escrita cativante e capítulos curtos, é fácil voar pelas páginas do livro. Nicola Yoon está no seu elemento, a paixão juvenil, que tanto a inspira na escrita. Natasha e Daniel fazem uma boa dupla mas não me inspiraram tanto como Olly e Maddy (primeiro livro da autora). Faltou a esta história o brilho do primeiro, a inspiração do primeiro. Apesar disso, é um livro que vale a pena ser lido, quer por quem acredite no destino ou não. 

Ficarei a aguardar com expectativa o terceiro livro da autora. 

Boas leituras!   

terça-feira, 6 de março de 2018

[A minha Opinião] Os meus poemas não rimam


Fui desafiada pela autora Ana Beatriz Cruz a ler este seu livro de poesia. Confessei-lhe logo que apesar de gostar de poesia, não era um hábito lê-la. Aceite o desafio, lancei-me às páginas não rimadas destes poemas.

Os poemas não rimam, é um facto, assim como a vida também nem sempre rima. São as experiências vividas pela autora que estão em palavras. As suas paixões, os seus amores, as suas dores, as suas alegrias, as pessoas importantes da sua vida. É difícil não encontrar um poema, ou uma quadra, ou uma frase, com a qual não me tenha identificado. Retirei sempre um pouco de cada um dos seus poemas. A poesia, mesmo não rimada, tem sempre uma forma especial de nos chegar à alma, de nos tocar. 

Confesso-vos que gosto da poesia que rima, a poesia que é musical. Mas estes poemas que não rimam, tiveram também o seu encanto. Despertou-me a vontade de ler mais poesia. Desafiou-me a ler mais calmamente e a olhar mais atentamente as palavras.

Não rimam mas desafio-vos a ler esta poesia.
Boas leituras! 

segunda-feira, 5 de março de 2018

[A minha Opinião] História Breve da Lua


A Breve História da Lua, de António Gedeão, nascido Rómulo Vasco da Gama Carvalho, faz parte da colecção Reino de Letras da Porto Editora. É uma coleção que está fantástica, a meu ver, e que conta com grandes nomes como José Saramago, Oscar Wilde, Jean de la Fontaine, Virginia Woolf, entre outros. Uma colecção que enaltece e dá a conhecer os clássicos aos mais novos.

É uma leitura fantástica. Está escrita em verso, rimado, que é uma delícia de ler. Tem indicações cénicas, visto ser uma peça de teatro, que me deram toda a ilusão de estar a assistir a uma peça de teatro. Está presente o humor e o conhecimento, para se explicar ao leitor, as várias fases da lua. Até os mais cépticos se deixarão envolver por esta explicação. 

A leitura está recomendada a crianças dos 9 aos 12 anos, mas qualquer adulto também irá adorar perder-se por estas páginas. As ilustrações de Luís Prina combinam na perfeição com a escrita de António Gedeão. 

Os livros desta colecção são, para mim, pequenas obras de arte, enaltecidas nas palavras, no fabuloso trabalho de ilustração e nos acabamentos primorosos da encadernação. 

Leitura mais que recomendada.