quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

[A minha Opinião] Pecados Santos



Acompanho o Nuno Nepomuceno desde o seu primeiro livro "O Espião Português". Todos os seus livros estão na minha estante e nem vos preciso dizer que é um dos meus autores favoritos.

Como não podia deixar de ser, andava em pulgas para ler este seu novo livro "Pecados Santos". Depois de ler "A Célula Adormecida" a expectativa estava elevada para este novo livro. Só vos posso dizer que o Nuno superou e muito as minhas expectativas. Está brutal esta história. 

O Nuno está cada vez melhor na sua escrita e na forma como constrói as suas histórias. É notório o trabalho de pesquisa realizado bem como o esforço de construir cenários mais arrojados e surpreendentes. Em comparação ao livro anterior, "A Célula Adormecida", este livro está mais forte, mais chocante, mais negro. 

Com capítulos pequenos e saltos entre o presente e o passado, a leitura faz-se num abrir e fechar de olhos. Fiquei completamente agarrada à história e em apenas umas horas, no decorrer de dois dias, li o livro. E nas pausas que fiz, a história continuava na minha cabeça a espicaçar-me a curiosidade.

Adorei reencontrar Afonso Catalão, meu conhecido do livro "A  Célula Perdida", e que volta a este "Pecados Santos" ainda mais inteligente e misterioso. Reencontro também a destemida Diana Santos Silva e o seu irmão Alexandre Santos Silva. Este trio é fabuloso. Personagens fortes que criam histórias ainda mais ricas.

Depois de terminada a leitura e de reflectir sobre a mesma, só posso dizer: UAU! Arrisco a dizer que é o melhor livro do Nuno Nepomuceno e que será um dos meus livros do ano. Sei que ainda estamos em Fevereiro, mas tenho a certeza disso. É um dos meus livros de 2018.

Surpeendi-me até ao final, e que final! Só vos posso recomendar mil vezes a leitura. Muito bom! Parabéns Nuno! Já estou em pulgas para ler o próximo ;)

Não sou um monstro de Carme Chaparro - Novidade Planeta


328 páginas / PVP: 18,85€ / Nas livrarias a partir de 6 de Março

Sinopse
Em apenas trinta segundos a sua vida pode transformar-se num pesadelo!
Se há alguma coisa pior do que um pesadelo é que esse pesadelo se repita. E entre os nossos piores pesadelos, poucos causam mais angústia do que uma criança que desaparece sem deixar rasto.
É o que ocorre no início deste romance: num centro comercial, no meio do bulício de uma tarde de compras, um predador mantém-se à espreita, à coca, escolhendo a presa que está prestes a arrebatar.
Essas poucas linhas, esses minutos de espera constituirão os derradeiros instantes de paz para os protagonistas de uma história a que os qualificativos comuns, «arrepiante», «impossível de largar», «surpreendente», ficam aquém, muito aquém, da realidade.

Carme Chaparro (Barcelona, 1973) é jornalista, com uma vasta e consolidada carreira como apresentadora e editora em serviços informativos de televisão.
Há vinte anos que está à frente das principais edições informativas do grupo Mediaset, nos Serviços Informativos Telecinco e Noticias Cuatro, onde cobriu os acontecimentos nacionais e internacionais mais destacados das últimas duas décadas.
A sua paixão pela leitura traduziu-se em paixão por escrever. Carme tem acumulado o trabalho em televisão com colaborações na qualidade de colunista para as revistas Yo Dona – onde possui um espaço semanal –, GQ e Mujer Hoy.
Também escreve no seu blogue no Yahoo.
Não Sou Um Monstro é o primeiro romance.

NÃO SOU UM MONSTRO ROMANCE VENCEDOR DO PRÉMIO PRIMAVERA 2017.
A AUTORA ESTARÁ EM LISBOA DIA 23 DE MARÇO

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Daniel Caesar - Best Part


"I just wanna see
I just wanna see how beautiful you are
You know that I see it
I know you're a star
Where you go I follow
No matter how far
If life is a movie
Oh you're the best part, oh oh oh
You're the best part, oh oh oh
Best part"

Um vício esta música.


[A minha Opinião] Louca


Louca é o primeiro livro de Chloé Esposito e primeiro de uma trilogia. A autora criou uma história louca e uma personagem principal ainda mais maluca. Durante sete dias são apresentados os sete pecados e segredos de Alvie Knightly, personagem principal.

Quando comecei a leitura, mesmo depois de ler a sinopse, não sabia o que esperar da mesma. Às primeiras páginas percebi logo que esta não ia ser uma leitura semelhante a muitas outras que já tinha feito. Alvie não é a heroína que encontro nos muitos livros que leio. Da história não sabia o que esperar e que caminhos iria percorrer. 

Alvie é uma anti-heroína, uma personagem fora do habitual. Sem filtros, tabus, regras, Alvie faz, diz e pensa aquilo que quer, sem pesar as consequências, e se questionar se é certo ou errado. Para elevar ainda mais a personagem, Alvie tem uma gémea idêntica, pela qual nutre sentimentos de ódio e inveja. Estas gémeas não podiam ser mais opostas uma da outra, aparentemente. Alvie é a gémea imperfeita, Beth é a gémea perfeita. Estão assim lançados os dados para a narrativa.

Esta história é uma loucura de acontecimentos que a autora soube bem escrever e construir. De leitura acessível e que entretém, é fácil ir passando as páginas do livro. Com um simples acto de loucura começa esta viagem turbulenta, na qual é impossível adivinhar o destino final. A sucessão de acontecimentos a um ritmo de bola de neve, e uma heroína cada vez mais arrojada, deixaram-me espantada. Entre memórias do passado, que nos explicam o porquê da personalidade de Alvie, e os acontecimentos presentes, conseguimos uma fotografia verdadeira desta personagem.

Nesta narrativa nada é censurado. Há sexo, drogas, sangue, mortes, luxo, arte, dinheiro, máfia. Uma mistura explosiva, da qual resulta um thriller cheio de momentos de perigo e humor. 

Este primeiro livro da trilogia, sem dúvida que me deixou curiosa quanto às próximas maluquices desta personagem. Ainda não sei se adoro a Alvie ou a odeio. Espero tirar as dúvidas nos próximos livros. Nem imagino o que esteja guardado para as cenas dos próximos capítulos.

Boas leituras!

Passatempo Exclusivo Facebook


Em vigor até 4 de Março.
Participe aqui.
Boa sorte!



sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Letizia de André Curvelo Campos - Novidade Coolbooks


ISBN: 978-989-766-131-0
Edição ou reimpressão: 02-2018
Editor: Coolbooks
Idioma: Português
Dimensões: 128 x 198 x 9 mm 
Encadernação: Capa mole 
Páginas: 150
PVP: 12,20€

Sinopse
Luís, jornalista, viaja para Florença para investigar um homicídio com 10 anos. Salvatore Savelli, professor universitário e escritor conceituado, fora encontrado morto num apartamento da cidade, com um golpe na cabeça.
A polícia aponta para um crime passional, mas sem grandes pistas que o sustentem.
Para Luís, o regresso a Florença é agridoce. Viveu uma espécie de lua de mel na cidade, mas o resultado dessa maravilhosa semana foi perder o amor da sua vida. Agora, três anos depois, vê Sara em cada canto da cidade, até ao momento em que conhece Letizia, que num instante dá alento a um coração adormecido. Surge entre ambos uma paixão intensa, que exploram sem saberem se conseguirão ficar juntos.
À medida que se envolvem e o sentimento aumenta, Luís começa a juntar peças que a polícia não relacionou e pensa se quererá realmente descobrir o que aconteceu a Salvatore Savelli. Será que o coração nunca se engana? Ou, pelo contrário, tolda-nos o raciocínio?

André Curvelo Campos nasceu na cidade da Beira, Moçambique, em 1973.
Autor de vários livros infantis (argumento e desenhos), teve o seu primeiro romance publicado em 2010, Estórias Limbidinosas, em coautoria com Nuno Ferrão. Letizia foi, no entanto, o seu romance de estreia, agora publicado, 16 anos depois de escrito. Jornalista desde 1995, reside atualmente em Bruxelas, onde é correspondente da Agência Lusa.

Biblioteca Perfeita


Fonte: Pinterest.

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Novidades Clube do Autor a 7 de Março


Fruto de vários anos de investigação exaustiva sobre a vida de Leonardo da Vinci, este é um romance histórico empolgante e que mudará a opinião que todos temos do famoso florentino.

Com vinte e quatro anos, o prometedor Leonardo da Vinci é acusado anonimamente de sodomia. Depois de preso e torturado, terá de abandonar Florença e procurar o êxito noutros lugares. Mas não tardará a perceber que essa foi apenas a primeira de muitas traições e que a inveja, o medo e a incompreensão se podem esconder em qualquer pessoa.

Christian Gálvez nasceu em Madrid, em 1980. Licenciado em Filologia Inglesa, é um dos rostos da televisão espanhola, onde conduz com êxito um concurso cultural. É também diretor de uma produtora direcionada para potenciar o talento de jovens promessas. Desde 2009, divide-se entre o trabalho em televisão e a investigação sobre Leonardo da Vinci, vivendo entre Madrid e a Toscana. É um mais conhecidos especialistas internacionais do artista. Além deste livro, é igualmente autor de Rezar por Miguel Ángel, Leonardo da Vinci: cara a cara, entre outros.  


Brooke McAlary, a autora deste livro, vive nos arredores de Sidney, na Austrália, com a família. Ela e o marido produzem e apresentam The Slow Home, o podcast mais popular na área da Saúde do iTunes, ultrapassando os 3,5 milhões de downloads.

Após sofrer uma grave depressão pós-parto, Brooke teve de abrandar o ritmo. Dedicou-se ao estudo das filosofias minimalistas e descobriu os benefícios de uma vida com menos coisas. Em dois anos, retirou de casa 25 mil objetos, criou o blogue Slow Your Home e reencontrou a paixão, a energia e a sua verdadeira chama. A sua transformação deu-lhe reconhecimento internacional e os direitos da obra Simplificar estão vendidos em vários países.
   
Nesta obra, Brooke McAlary defende os benefícios de uma vida mais simples e com mais significado. Antes de nos dedicarmos a arrumar objetos, no entanto, precisamos de limpar a nossa desordem mental. Através de dicas e exercícios curtos e transformadores, ajuda-nos a assumir o controlo dos nossos dias, a trabalhar a atenção plena, a recusar as pressões para a perfeição e, acima de tudo, a desfrutar do momento e da vida que temos.

Faltam 12 dias - Boneca de Trapos


“Boneca de Trapos é um dos mais promissor dos thrillers na literatura policial contemporânea. Com protagonistas imperfeitos, carismáticos e únicos, aliados a um ritmo veloz e a um delicioso humor negro. É mesmo um novo olhar sobre as histórias de detectives ingleses.” 

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

O Terceiro País de Joan London - Novidade Bizâncio



O Terceiro País
Joan London
Código de Barras: 9789725306017
Nº de páginas: 256
PVP: 16,50 (com IVA)  
Encadernação: Capa mole com badanas    
Formato: 14cmX21cm 

Sinopse
Uma história de resistência e de determinação sobre a irresistível e duradoura natureza do amor e a fragilidade da vida.
Frank Gold, um refugiado de guerra vindo da Hungria para a Austrália, é apanhado pelo surto de poliomielite que atingiu aquele país em 1954.
Como tantas outras crianças é acolhido na casa de recuperação «Golden Age», onde reaprendem a andar. É aí que encontra Sullivan, que lhe revela a poesia, e mais tarde Elsa.
Resiste ao abandono e ao isolamento daquele lugar através da poesia e do laço de paixão que o liga a Elsa.
Nesta casa parada no tempo, as crianças estão sujeitas a regras próprias que fazem de «Golden Age» um outro país, um terceiro país, onde todos descobrem que estão sós, numa luta de recuperação muito própria.

Quase a chegar às livrarias - Não sou um monstro



Sinopse
Em apenas trinta segundos a sua vida pode transformar-se num pesadelo!
Se há alguma coisa pior do que um pesadelo é que esse pesadelo se repita. e entre os nossos piores sonhos, os de todos, poucos causam mais angústia do que uma criança que desaparece sem deixar rasto.
É isso o que ocorre no início deste romance: num centro comercial, no meio do bulício de uma tarde de compras, um predador mantém-se à espreita, à coca, escolhendo a presa que está prestes a arrebatar.

Quase a chegar às livrarias - Boneca de Trapos


Sinopse
William Fawkes, um controverso detective conhecido por Wolf, acabou de ser reintegrado no seu posto após ter sido suspenso por agressão a um suspeito.
Quando um corpo formado pelos membros de seis vítimas, suturados de modo a formar uma marioneta, que ficou conhecida como Boneca de Trapos, Fawkes tem a certeza que aquele é o grande caso que aguardava.
Boneca de Trapos é o mais promissor dos thrillers na literatura policial contemporânea.

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

O Tatuador de Auschwitz de Heather Morris - Novidade Editorial Presença


Coleção: Grandes Narrativas
Nº na Coleção: 682
Data 1ª Edição: 22/02/2018
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-6166-8
Nº de Páginas: 232
Dimensões: 150x230mm
PVP: 16,50€

Sinopse
Esta é a história assombrosa do Tatuador de Auschwitz e da mulher que conquistou o seu coração - um dos episódios mais extraordinários e inesquecíveis do Holocausto.
Em 1942, Lale Sokolov chega a Auschwitz-Birkenau. Ali é incumbido da tarefa de tatuar os prisioneiros marcados para sobreviver - gravando uma sequência de números no braço de outras vítimas como ele - com uma tinta indelével. Era assim o processo de criação daquele que veio a tornar-se um dos símbolos mais poderosos do Holocausto.
À espera na fila pela sua vez de ser tatuada, aterrorizada e a tremer, encontra-se Gita. Para Lale, um sedutor, foi amor à primeira vista. Ele está determinado não só a lutar pela sua própria sobrevivência mas também pela desta jovem.
Um romance baseado em entrevistas que Heather Morris fez ao longo de diversos anos a Lale Sokolov, vítima do Holocausto e tatuador em Auschwitz-Birkenau. Uma história de amor e sobrevivência no meio dos horrores de um campo de concentração, que agradará a um vasto universo de leitores, em especial aos que leram A Lista de Schindler e O Rapaz do Pijama às Riscas, e que nos mostra de forma pungente e emocionante como o melhor da natureza humana se revela por vezes nas mais terríveis circunstâncias.

Heather Morris nasceu na Nova Zelândia e reside atualmente na Austrália. Durante vários anos, enquanto trabalhava num hospital público em Melbourne, estudou e escreveu argumentos para cinema. Em 2003, Heather foi apresentada a um homem idoso que «tinha uma história que valia a pena contar». O dia em que conheceu Lale Sokolov mudou a vida de ambos, e à medida que a amizade entre os dois crescia, Lale embarcou numa viagem ao seu passado, confiando a Heather os detalhes mais íntimos da sua vida durante o Holocausto. Heather escreveu a primeira versão da história de Lale na forma de um argumento para filme, antes de o transformar no seu romance de estreia, O Tatuador de Auschwitz. Os direitos de publicação deste livro inspirador estão vendidos para mais de 20 países.

Opiniões
«Baseado na verdadeira história de Lale Sokolov, que foi forçado a tatuar os números de prisioneiro nos braços dos seus companheiros nos campos de concentração.» | The Bookseller

«Uma história bela e pungente sobre a vontade de um homem de sobreviver em Auschwitz… é uma história de esperança e perseverança, de uma beleza que emerge quando tudo à volta parece estar pintado de preto.» | Library Thing

«Extraordinário, comovente, avassalador, edificante… uma história sobre os limites do comportamento humano, onde atos de violência intencionais acontecem a par de atos de amor altruístas e impulsivos. Recomendo-o sem reservas.» | Graeme Simsion, autor de O Projeto Rosie

Saiba mais sobre o livro no site da Editorial Presença aqui.

Booktrailer

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Casa de Espiões de Daniel Silva - Novidade HarperCollins


Lançamento: 1 de março de 2018
PVP: 18,90 €
Formato: 15,5 x 23 cm com abas
Página: 512
Género: Thriller

Sinopse
Quatro meses depois do maior atentado ocorrido em território americano desde o 11 de Setembro, os terroristas deixam um rasto de morte no exclusivo West End londrino. O atentado é fruto de uma brilhante proeza de planificação levada a cabo no mais rigoroso sigilo, com um único erro: uma ponta solta.
Essa ponta solta conduzirá Gabriel Allon e a sua equipa ao sul de França, até à luxuosa mansão de Jean-Luc Martel e Olivia Watson. Olivia, uma bela ex-modelo britânica, finge não saber que a enorme riqueza de Martel procede do tráfico de droga. E Martel, por sua vez, finge ignorar que está a fazer negócios com um homem cujo objetivo é a destruição do Ocidente. Juntos, sob a mão hábil de Gabriel, converter-se-ão numa improvável dupla de heróis na luta global contra o terror.

DANIEL SILVA, autor de CASA DE ESPIÕES, é número um da lista de best sellers do The New York Times e o galardoado autor de O ESPIÃO INGLÊS e A VIÚVA NEGRA, editados com enorme sucesso pela HarperCollins Ibérica.
O autor americano, filho de açorianos emigrantes em Massachusetts, é membro do Conselho do Museu do Holocausto dos Estados Unidos e vive atualmente na Florida com a mulher, Jamie Gangel, e os dois filhos, Lily e Nicholas.
Depois de ter trabalhado na CNN, como produtor executivo em Washington e como correspondente no Médio Oriente, DANIEL SILVA começou em 1994 a sua carreira como autor de livros de espionagem e desde aí nunca mais parou, tendo já lançado mais de quinze títulos, publicados em mais de trinta países.
Alguns dos seus livros foram adaptados para a televisão e até a Universal Pictures comprou direitos sobre as suas obras. Assim, os romances de espionagem de DANIEL SILVA são ampla e mundialmente aclamados, encontrando-se entre os mais vendidos em todo o mundo!

Saiba mais sobre o livro A Viúva Negra aqui.

Na ponta da língua de Sérgio Luís de Carvalho - Novidade Clube do Autor


De Sérgio Luís de Carvalho 
230 Págs.
PVP: 14,00€

Sinopse
Falar e escrever bem é muito mais do que fazer-se entender. Expressar-se corretamente é importante para estabelecer uma boa comunicação – oral ou escrita – mas a escolha das palavras certas é na verdade o mais relevante. Na Ponta da Língua é um livro indispensável para quem quer melhorar o discurso escrito ou falado, para quem pretende fazê-lo com mais rigor ou para quem quer aumentar o seu vocabulário.
Mais de 200 palavras, algumas com séculos de História, são aqui apresentadas, devidamente contextualizadas e interligadas. Algumas fazem parte do nosso discurso diário, mas gostaríamos de as dominar melhor; outras já ouvimos, embora não as utilizemos; e outras podemos nem conhecer, embora tornem a nossa linguagem mais precisa e culta.
Fetiche, maquiavélico ou estoico são palavras recorrentes no nosso léxico, mas entendemos bem o seu sentido? Sentimo-nos à vontade para usar termos como alvíssaras, gentrificação ou distopia? E conhecemos vocábulos como heurística, misantropo e gongórico para nos explicarmos de forma mais precisa?
Para todos os leitores que desejam falar e escrever melhor, fazendo-o com mais rigor e sucesso, este livro é fundamental. Com uma seleção enriquecedora de mais de 200 vocábulos com histórias curiosas, significados surpreendentes e utilizações inesperadas, este é o livro que nos ajudará a ter sempre a palavra certa na ponta da língua.

Sobre o autor
Sérgio Luís de Carvalho nasceu em Lisboa em 2 de julho de 1959 e reside em Sintra.
Licenciou-se em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (1981) e tirou o mestrado em História Medieval pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (1988).
Atualmente é docente de História e de História da Arte, sendo ainda Diretor Científico do Museu do Pão e do Museu da Cerveja.
Iniciou a sua carreira literária em 1986 com os primeiros títulos de literatura infanto-juvenil e de investigação história. Em 1989 o seu primeiro romance Anno Domini 1348 ganhou o Prémio Literário Ferreira de Castro. Nos anos seguintes, e até ao presente, foram sendo sucessivamente publicados vários títulos nestas três vertentes: romance, investigação histórica e literatura infanto-juvenil.
Alguns dos seus romances foram entretanto traduzidos e publicados em França, Espanha (em galego e em castelhano) e em Itália, tendo recebido críticas bastante positivas em todos estes países. O seu romance Anno Domini 1348 foi, aliás, em França, finalista a dois consagrados prémios literários: o Prémio Literário Jean Monnet de Literatura Europeia (2004) e o Prémio Amphi de Literatura Europeia (2005). 
​O seu livro História de Portugal contada às crianças está traduzido e publicado nos Estados Unidos (Tagus Press), sendo a primeira História de Portugal infanto-juvenil traduzida em inglês.
Tem contos publicados em várias coletâneas e está ainda representado em várias antologias literárias.
Os seus romances enquadram-se sobretudo no campo do chamado romance histórico, género no qual é considerado, pela crítica especializada, como um dos mais consistentes e prestigiados autores portugueses.

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Desafio de leitura Manta de Histórias 2018 - Ponto de situação


Olá leitores!
Cá estou eu novamente a dar-vos o ponto de situação em relação ao desafio de leitura. 
Consegui completar mais três pontos, o que me deixa bastante satisfeita. 
Já está riscado da lista o ponto: Um romance. A escolha recaiu em Florencia Bonelli e no livro "O que dizem os teus olhos". É a minha estreia com a autora e fiquei agradavelmente cativada pela sua escrita e a história apresentada. 
Terminei ontem de madrugada a leitura de "Pecados Santos" do Nuno Nepomuceno e só vos posso dizer: Brutal! Vale muito a pena lerem, está fantástico. Desta forma completo o ponto: Um livro do autor favorito. Este livro também é válido para o desafio Lê Português
E o último ponto preenchido é: Um livro num dia. Acabei por ler o livro de estreia da jovem autora portuguesa Débora Macedo Afonso. "Fomos Instantes" lê-se numas horas. Espero no próximo livro da autora ver mais alguma evolução. Mais uma leitura a contar para o desafio Lê Português.  
Ainda li mais um livro "A arte da boa vida" mas infelizmente não pode ser colocado no desafio de leitura. No próximo ano tenho de colocar uma opção para este género de livros. 
E vocês leitores, como anda a correr o desafio? Que livros já leram?
Boas leituras! 

Primeiras Palavras - Pecados Santos

Pecados SantosPecados Santos by Nuno Nepomuceno
My rating: 5 of 5 stars

Depois de terminada a leitura e de reflectir sobre a mesma, só posso dizer: UAU! Que livro fantástico e viciante. Devorei o livro em pouco tempo. Quando pousava o livro, a história continuava às voltas na minha cabeça. O Nuno está cada vez melhor na sua escrita e na forma como constrói as suas histórias. Em comparação ao livro anterior, A Célula Adormecida, este livro está mais forte, mais chocante, mais negro. Surpeendi-me até ao final, e que final! Só vos posso recomendar mil vezes a leitura. Muito bom! Parabéns Nuno! Já estou em pulgas para ler o próximo.

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Rapto Escaldante de Sandra Brown - Novidade Quinta Essência


Rapto Escaldante
Sandra Brown
Editora: Quinta Essência 
Nas livrarias a 20 de fevereiro 
16,60 €
ISBN 9789897418822

Sinopse
Num bar fumarento e sombrio do Louisiana, o olhar de Shaw Kinnard cruza-se com o da elegante Jordie Bennet. Mas não se trata de amor à primeira vista. Ele está lá para a matar.
Jordie sente que chegou a sua hora. Mas Shaw tem outros planos, pois sabe que o irmão dela, Josh, deitou indevidamente a mão a 30 milhões de dólares. No último minuto, Shaw poupa a vida de Jordie mas rapta-a. Agora, estão ambos em perigo, pois não são os únicos que procuram Josh e a fortuna roubada. 
Jordie e Shaw precisam um do outro para se manterem vivos – mas confiar é baixar as defesas. E se Shaw emana uma aura de perigo que é quase irresistível, Jordie não lhe fica atrás; é misteriosa e impenetrável, e incapaz de revelar o que sente. À medida que o desejo e a tensão entre ambos aumentam, torna-se evidente que terão de fazer o impensável: confiar um no outro. 
Raptada é uma história de encontros, desencontros e enganos… mas quem está a enganar quem?

Talento Para Matar O mistério de Agatha Christie de Andrew Wilson - Novidada Asa


Talento para Matar
Andrew Wilson
Editora: ASA
Nas livrarias a 14 de fevereiro 
16,90 € 
ISBN 9789892341064

Sinopse
Agatha Christie encontra-se em Londres para reunir com o seu agente literário. Está perturbada ao subir para o comboio, pois descobriu recentemente que o marido lhe é infiel. Um toque nas costas fá-la desequilibrar-se, mas é rapidamente ajudada por alguém. Porém, não se trata de um anjo da guarda mas sim de um chantagista manipulador da pior espécie... e os acontecimentos que se seguem são verdadeiramente aterradores. Escrever sobre homicídios é bem diferente de cometê-los, e Agatha Christie terá de recorrer ao seu aguçado engenho para impedir que o seu adversário consiga o que pretende: que ela cometa um crime por ele.
No dia 3 de dezembro de 1926, Agatha Christie desapareceu, reaparecendo apenas dez dias depois. A Rainha do Crime recusou falar sobre isso e o mistério nunca foi desvendado. Até aos dias de hoje ninguém sabe o que – ou melhor, quem – terá sido a causa do seu desaparecimento...
Cruzando ficção e realidade, Andrew Wilson inspirou-se nesse enigma da vida real e transformou-o num empolgante e negro policial. Em Talento Para Matar, Agatha Christie passa de autora a protagonista de um mistério que em nada fica atrás da sua melhor ficção.

Na Memória dos Rouxinóis de Filipa Martins - Novidade Quetzal


Género: Literatura / Romance
Formato: 15 x 23,5 cm
N.o de páginas: 216
Data de lançamento: 9 de fevereiro de 2018
PVP: € 16,60
ISBN: 978-989-722-435-5

Sinopse
«Jorge Rousinol nem sempre foi Jorge Rousinol. Até 5 de agosto de 1945, era o Sete, um número primo.» É assim que começa a história da vida de Jorge Rousinol, um matemático galego que sempre defendeu o poder do esquecimento como o melhor instrumento para a tomada de decisões. Porém - estranha decisão para quem nunca quis recordar –, no final da vida encomenda uma biografia para perpetuar as suas descobertas, as suas desilusões e as suas pequenas glórias. O biógrafo escolhido acaba por ser alguém com quem privara décadas antes e que se vê, ele próprio, envolvido em memórias que hão de surpreender o leitor.
Um romance em três tempos (o do passado do biografado, o do passado do biógrafo e o do presente que os une) que confirma a escrita fantástica, inesperada e inovadora de Filipa Martins com a leveza e a rara sensualidade que atravessa a vida destas personagens.

Filipa Martins nasceu em Lisboa, em 1983. É jornalista desde 2004, tendo colaborado em publicações como o Diário de Notícias, Notícias Magazine, Evasões e jornal i. Recebeu o Prémio Revelação em 2004, na categoria de Ficção, atribuído pela Associação Portuguesa de Escritores (APE), com Elogio do Passeio Público, o seu primeiro romance, publicado em 2008. Obteve ainda o Prémio Jovens Criadores do Clube Português de Artes e Ideias com o conto «Esteira». Em 2014 publicou pela Quetzal o seu romance Mustang Branco. Atualmente é jornalista freelance.

sábado, 10 de fevereiro de 2018

O Velho e o Mar de Thierry Murat - Novidade Porto Editora


Editor: Porto Editora
Dimensões: 204 x 280 x 15 mm 
Encadernação: Capa dura 
Páginas: 128
Classificação Temática: Banda Desenhada > Novela Gráfica
PVP: 18,80€

Sinopse
Cuba, início dos anos 1950. Santiago, um velho pescador, sai para o mar após 84 dias sem pescar um único peixe. Todos os habitantes da ilha afirmam que Santiago está velho de mais e em maré de azar, mas Manolin, o pequeno rapaz, continua a acreditar nele apesar dos comentários depreciativos dos pais.
Ao 85.º dia, Santiago decide partir para o mais longe possível, ao largo do Golfo, em busca do peixe que lhe devolverá o respeito dos habitantes da ilha. É então que encontra um magnífico espadarte, enorme e forte. A luta homérica entre o velho e o peixe predador durará três dias e três noites: no regresso a terra firme, o velho, derrotado, recuperou a dignidade entre os seus pares após uma batalha corajosa.
Respeitando o estilo e o ritmo do texto original de Ernest Hemingway, Thierry Murat conseguiu transpor para imagens a mais fiável adaptação da poética aventura de O Velho e o Mar.

Saiba mais sobre o livro no site da Porto Editora aqui.

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Passatempo Temas e Debates - A Arte da Boa Vida



Com o apoio da Temas e Debates, temos para oferecer um exemplar do livro, A Arte da Boa Vida. Para participar basta ler atentamente as regras do passatempo e responder às questões que se encontram no formulário.

Regras do passatempo:
Ser seguidor do blogue Manta de Histórias (Para ser seguidor, basta clicar em "seguir" na barra lateral direita do blogue.)
Partilhar publicamente este passatempo (blogger, facebook, twitter, etc)
O passatempo é válido de 09 de Fevereiro até às 23h59m do dia 16 de Fevereiro.
Só é válida uma participação por pessoa e residência, de residentes em Portugal Continental e Ilhas.
Participações com respostas erradas e/ou dados incompletos serão automaticamente anuladas. 
O vencedor será sorteado aleatoriamente (random.org) pela administração do blogue, contactado por email. O resultado será anunciado no blogue. 
O blogue e a editora não se responsabilizam por eventuais extravios no envio do livro por correio.
Boa sorte!

[A minha Opinião] A Arte da Boa Vida


Fui desafiada pela Editora Temas e Debates a ler "A Arte da Boa Vida". Confesso-vos que ler este género de livros não é a minha praia, mas arrisquei. Posso dizer-vos que não estou arrependida.

Rolf Dobelli oferece uma leitura fácil, com uma linguagem acessível, exemplos práticos e capítulos pequenos. Em 52 capítulos, o autor mostra ao leitor vários caminhos para alcançar uma boa vida, a felicidade. 

Através de vários estudos científicos, ensinamentos filosóficos ou práticas de gestão, Rolf Dobelli descodifica essas várias visões do mundo e, de forma simples, dá exemplos de como viver melhor. De Séneca a Warren Buffett, passando por São Mateus, são usados ensinamentos dos mesmos pelo autor, como referências.

De entre os vários capítulos, eu como leitora identifiquei-me muito com o capítulo "Ler menos mas em duplicado, por uma questão de princípio". Neste capitulo o autor deixa indicações de que devemos escolher bem as nossas leituras, porque o tempo é precioso. "Após os trinta anos, a vida já é demasiado curta para perdermos tempo com maus livros." Concordo com o autor. Antes não gostava de deixar uma leitura a meio. Agora se o livro não me cativa, passo a outro. 

Outro capitulo bastante interessante é o "Dizer não em cinco segundos". Quando alguém nos pede um favor, em vez de dizer o sim espontâneo tão enraizado em nós, devemos aplicar a regra dos cinco segundos e pensar na questão. Se o fizermos, a maioria das vezes sairá um não, em vez do tão habitual sim. Warren Buffett diz: "A diferença entre as pessoas bem-sucedidas e as muito bem-sucedidas é que estas últimas dizem não a quase tudo." Ora aqui está uma regra a adoptar.

Muitos mais capítulos podia referenciar mas quero que vocês também descubram este livro. São vários os temas abordados pelo autor, como a gratidão, a modéstia, a inveja, a atenção, as memórias, as preocupações, o sucesso profissional, etc. Para todos estes temas o autor deixa-nos uma sugestão prática daquilo que devemos fazer para alcançar uma boa vida. 

É um livro que pode ser lido de seguida, ou então ler calmamente um capítulo por semana, já que são apresentados 52 caminhos para a felicidade. 

Como complemento aos capítulos apresentados, sou ainda presenteada com as fabulosas ilustrações de El Bocho, que a meu ver, são um complemento fantástico aos textos apresentados. Podem saber mais sobre o ilustrador aqui: www.elbocho.net 

Só me resta aconselhar-vos a ler este livro e a retirarem o que acharem útil para a vossa vida. Eu já retirei alguns conselhos, espero que vocês façam o mesmo. 

Boas leituras! 




    Saiba mais sobre o livro aqui.

Biblioteca Perfeita


Fonte: Pinterest

Follow my blog with Bloglovin

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Antes de Sermos Vossos - livro no TOP do New York Times


Antes de Sermos Vossos de Lisa Wingate é baseado num dos mais conhecidos escândalos da América — em que uma instituição de adoção vendeu crianças a famílias ricas.

Inspirado em factos verídicos, esta é a história de duas famílias e da terrível injustiça que as mudou para sempre. Nascida num mundo de riqueza e privilégio, Avery Stafford tem tudo. Filha adorada de um senador americano, com a sua própria carreira como advogada e um noivo maravilhoso à espera em Baltimore, ela vive uma vida encantada. Mas quando regressa a casa para ajudar o pai com um problema de saúde, um encontro casual com May Crandall, uma idosa desconhecida, deixa Avery profundamente abalada. Ao decidir descobrir mais sobre a vida de May irá embarcar numa viagem pela história oculta de crianças roubadas e adoções ilegais. E cedo irá desvendar um segredo que pode levar à devastação... ou à redenção. Este romance comovente e fascinante recorda-nos como, apesar de os caminhos que tomamos levarem a muitos lugares, o coração nunca esquece onde pertencemos.

Lisa Wingate é uma antiga jornalista, oradora inspirada e autora de mais de vinte romances campeões de vendas. As suas obras ganharam ou foram nomeadas para numerosos prémios, incluindo o Pat Conroy Southern Book Prize, o Oklahoma Book Award, o Carol Award, o Christy Award e o RT Reviewers’ Choice Award. Wingate vive nas Montanhas Ouichita do sudoeste do Arkansas.

Publicado no início do mês de Fevereiro pela Saída de Emergência, o livro mantém-se no TOP  dos mais vendidos no New York Times há várias semanas. 
Saiba mais sobre o livro no site da Saída de Emergência aqui.

Follow my blog with Bloglovin

Beijar a Alma de Débora Macedo Afonso - Novidade Emporium Editora


Título: BEIJAR A ALMA
Autora: Débora Macedo Afonso
Editora: Emporium Editora

Sinopse
Júlia, uma jovem sonhadora, aventureira, romântica, e às vezes um pouco trapalhona, tinha acabado de completar os seus 18 anos quando se preparava para mais umas férias na aldeia, onde os seus pais, proprietários do único café e restaurante, contavam com ela para os ajudar. De muitas peripécias já habituais num local digno de convívio e conversas, a Júlia acabou por criar uma terna amizade com o Artur, decidindo iniciar a busca pelo significado do amor. Até então para ela o amor podia ser medido num termómetro, mas eis que tudo mudou com a chegada do Alejandro para passar o Verão, ele que era o típico rapaz charmoso: atlético e com uns olhos grandiosos, portanto difícil lhe resistir. Entre encontros e desencontros, ela apercebe-se que está apaixonada; contudo, será que estava preparada para a descoberta do amor?
Uma história que promete ser inesquecível e avassaladora! Porque amor... Amor também é isso, um conjunto de sentimentos inexplicáveis!

Sobre a autora
O meu nome é Débora e nasci a 10 de Maio de 1993 em Bragança.
Estudei Língua para Relações Internacionais no Instituto Politécnico de Bragança, porém a minha paixão pela pastelaria falou mais alto e criei a minha própria marca de bolos – Maria Americana, onde feliz confecciono bolos típicos americanos.
Gosto de passar parte do tempo livre entre livros, mas sobretudo gosto de escrever: criar histórias e levar a imaginação o mais longe possível, tendo deste modo lançado o meu primeiro livro em 2015 – Fomos Instantes e um ano depois o meu segundo livro – Mais Do Que Instantes, ambos publicados pela Chiado Editora. Sou também a autora do blog - The Magic Of Words, e recebi em Junho de 2016, o diploma de honra atribuído pela Associação Portuguesa de Poetas Lisboa/Portugal - Núcleo de São Paulo/Brasil. Por fim, sou juntamente com a minha irmã, também escritora – Sara Ana Macedo Afonso, a organização do Festival dos Livros em Carção.

Opiniões

"Uma obra recheada de simplicidade, que cruza duas histórias de amor: amor verdadeiro e genuíno, fresco e intemporal nas suas mais diversas vertentes.” Ana Ribeiro, Bloguista no Blog EscreViver e Escritora

“Só alguém que ama as suas raízes e as suas gentes poderia descrever tão bem este território que é Trás-os-Montes. A Débora tem o romance a correr-lhe nas veias, e encanta-nos com mais uma história de amor envolta de um ambiente entusiasmante a não perder.” Cátia Barreira, Directora da Revista Raízes

"Através de uma escrita dinâmica e cativante, a Débora consegue fazer com que o leitor devore cada página e no final ainda peça mais. Apaixonante e impactante." Iago Victor, Bloguer no Blog Fixação Literária e Escritor

“Um livro comovente, que conta de forma terna e apaixonante como o amor nos encontra e nos modifica para melhor. Quando acabamos de ler ficamos com a certeza que a Débora é muito talentosa e de uma inteligência emocional fora do comum, pois através do seu romance deixa-nos uma lição de vida cheia de esperança e força.” Sara Ana Macedo Afonso, Organizadora do Festival dos Livros em Carção e Escritora

"Uma história sobre as múltiplas formas do amor, que promete aguçar memórias dos Verões quentes Transmontanos. Amores para a vida e no início da vida que nos levam a reflectir sobre as relações que nos rodeiam e que vamos cultivando.” Tânia Rei, Jornalista no Jornal Correio da Manhã

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

A Última Saída de Federico Axat - Novidade Editorial Presença



Coleção: Grandes Narrativas
Nº na Coleção: 681
Data 1ª Edição: 08/02/2018
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-6095-1
Nº de Páginas: 408
PVP: 19,90€

Sinopse
Ted é rico e tem uma família perfeita. O que o terá levado a tomar a decisão de acabar com a própria vida? 
Quando ouve o toque da campainha, a sua primeira reação é ignorá-lo e premir o gatilho. É então que descobre uma nota escrita por si próprio de que ele não se lembra de todo: Abre a porta. É a tua última saída! Do outro lado da porta, vê um desconhecido, Lynch, que não só sabe o que Ted ia fazer como também lhe faz uma proposta difícil: um plano para evitar que a família sofra as consequências devastadoras da decisão que tomara. Ted aceita sem imaginar que a nota escrita e a proposta de Lynch são apenas o início de um jogo macabro de manipulações... Às vezes, só podemos confiar em nós próprios. Outras nem sequer isso.

Federico Axat nasceu em Buenos Aires, em 1975. É engenheiro de formação, mas o seu interesse e vocação levaram-no também à escrita. A sua obra é marcada por suspense, surpreendentes reviravoltas na narrativa e finais sempre inesperados. É autor de Benjamim (2010), El Pantano de las Mariposas (2013). A Última Saída, o seu romance mais recente, despertou um entusiasmo tal que, mesmo antes de ser publicado em castelhano, já contava com direitos de tradução adquiridos por diversas editoras estrangeiras, estando agora publicado em mais de 35 países. Foi nomeado para o Prémio Ian Fleming Steel CWA Dagger e será brevemente adaptado ao cinema numa grande produção de Hollywood.

Saiba mais sobre o livro no site da Editorial Presença aqui.

Já Te Disse Que Te Amo? de Estelle Maskame - Novidade Editorial Presença


Coleção: Ficção Juvenil
Nº na Coleção: 27
Data 1ª Edição: 08/02/2018
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-6163-7
Nº de Páginas: 344
PVP: 17,90€

Sinopse
Eden, de dezasseis anos, vai passar o verão na Califórnia com a nova família do seu pai, numa tentativa de esquecer o drama que deixou em casa. Mas quando conhece Ella, a madrasta, e os seus três filhos, Eden mal sabe o que a espera. 
O filho mais velho de Ella, Tyler Bruce, é um autêntico bad boy: sedutor, egocêntrico, violento... Eden não o suporta. Mas com o passar do tempo, Eden descobre nele uma grande fragilidade, consequência de um passado difícil. Ao tentar perceber a verdade sobre Tyler, Eden dará por si a apaixonar-se pela única pessoa por quem isso não devia acontecer... 
Já Te Disse Que Te Amo? é um romance que os fãs de Anna Todd e da série After vão adorar.

Estelle Maskame nasceu em 1997 e vive numa pequena cidade no Norte da Escócia. Começou a escrever este livro quando tinha apenas treze anos e publicou-o no Wattpad, uma plataforma de escrita online, onde rapidamente reuniu um grande grupo de leitores dedicados. Aos dezasseis anos, concluiu esta história que entretanto já teve mais de 4 milhões de leituras online. Estelle tem, neste momento, cerca de 170 000 seguidores no Twitter (incluindo o cantor Justin Bieber...). A autora venceu o Young Scot of the Year Award 2016 na categoria de Artes e foi nomeada para os prémios Young Adult Romantic Novel e Romantic Novel of the Year pela Romantic Novelists‘ Association.

Saiba mais sobre o livro no site da Editorial Presença aqui.

O Som das Coisas Que Começam de Evita Greco - Novidade Editorial Presença


Coleção: Grandes Narrativas
Nº na Coleção: 680
Data 1ª Edição: 08/02/2018
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-6164-4
Nº de Páginas: 248
PVP: 16,50€

Sinopse
Ada aprendeu com a avó, Teresa, a não ter medo e a não perder a coragem: sempre que algo de belo parece desaparecer, ela deve apurar o ouvido e prestar atenção aos sons. Só assim será possível reconhecer O Som das Coisas Que Começam. Alguns são simples e têm uma magia especial: uma orquestra no momento de afinar os instrumentos, o vento uivante na tempestade, o tilintar de chávenas de café todas as manhãs... 
Mas na vida nem sempre sabemos reconhecer as coisas belas - quando deixamos de acreditar em nós próprios, ou quando alguém parte. Para Ada, agora que Teresa está gravemente doente, o medo de ficar só é tão forte que a tolhe. Mas ela conhece Giulia, a enfermeira que a encoraja, e Matteo, o homem que a surpreende com o amor incondicional. Giulia e Matteo irão confirmar que o amor significa prestar atenção aos sons que ninguém, exceto cada um de nós, consegue ouvir. E Ada irá aprender que, mesmo quando as coisas estão a terminar, algures no mundo elas estão também a começar.

Evita Greco nasceu em Ancona, Itália, em 1985. Vive na sua cidade natal com o companheiro e os dois filhos. Este é o seu livro de estreia, que em Itália foi acolhido com grande entusiasmo, tendo sido distinguido com o Prémio Rapallo Opera Prima. Tem direitos de tradução adquiridos em França, Alemanha, Brasil, China, Israel, Sérvia.

Saiba mais sobre o livro no site da Editorial Presença aqui.

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Amor Electro - Procura por mim


Lindo!

A Arte da Boa Vida de Rolf Dobelli - Novidade Temas e Debates


Nas livrarias a 9 de Fevereiro

Sinopse
Como devemos viver? O que faz uma vida boa? Que papel desempenha o destino? Será melhor aspirar à felicidade ou esquivar-se à infelicidade?
Muitos fazem estas perguntas, mas não encontram resposta. Muitos procuram um caminho para uma boa vida. Mas tal não existe. O mundo é demasiado complicado. Existem muitos caminhos surpreendentes para a felicidade.
Rolf Dobelli, cujos livros seduzem milhões de leitores, mostra-nos os 52 melhores caminhos: há modelos que nos podem ajudar a ver o mundo de uma maneira nova e a compreendê-lo. São mais importantes do que o dinheiro, os relacionamentos e a inteligência.
Descubra o seu caminho pessoal para a felicidade!

Sobre o autor
Rolf Dobelli nasceu em Lucerna, na Suíça, em 1966. Licenciou-se em Ciências Empresariais pela Universidade de St. Gallen, foi diretor executivo de diversas empresas e fundou com amigos a empresa getAbstract, a maior produtora a nível mundial de obras condensadas de economia. Viveu em Hong Kong, na Austrália, em Inglaterra e durante vários anos nos EUA. É fundador e administrador de WORLD.MINDS, uma comunidade de personalidades mundialmente conhecidas dos domínios da ciência, da cultura e da economia.
Dobelli é autor de romances e de livros de não ficção, como o bestseller «A Arte de Pensar com Clareza», publicado pela Temas e Debates.

Críticas internacionais
«Rolf Dobelli não só nos faz abrir os olhos como também nos faz despertar. Une uma compreensão científica rigorosa a uma perspetiva filosófica cheia de força, sem nunca se contentar com o superficial. Peguem no livro de Rolf Dobelli e não o larguem mais!»
(Tenley E. Albright,  Faculdade de Medicina de Harvard)

«É brilhante como Rolf Dobelli transforma os resultados de estudos científicos em passos práticos para tornar as pessoas mais bem-sucedidas.»
(Robert B. Cialdini, autor do bestseller Influência – A Psicologia da Persuasão)

«Rolf Dobelli escreve com clareza e inteligência e é convincente.»
Gerhard Schröder, antigo chanceler da Alemanha)

«Não só li os livros de Rolf Dobelli como matutei longamente neles.»
(Frank Elstner, apresentador de televisão)

«Um dos mais estimulantes pensadores da Europa.»
(Matt Ridley, autor de bestsellers)

«Rolf Dobelli faz convergir, com virtuosismo, ideias de diversos domínios do conhecimento. Une a ciência e a arte com razão, elegância e precisão.»
(Joshua Greene, professor da Universidade de Harvard)

«Nos seus primeiros livros, Rolf Dobelli mostrou-nos como se pensa corretamente. Agora dá-nos conselhos inestimáveis sobre como se pode ter uma boa vida.»
(James R. Flynn, professor emérito da Universidade de Otago)

«Possui o dom de apresentar os conhecimentos científicos contemporâneos de uma maneira estimulante e fascinante.»
(Bruno S. Frey, professor de Economia da Universidade de Basileia)

«Rolf Dobelli tem a capacidade de identificar as melhores ideias do mundo e de as organizar de modo a que o conjunto seja mais valioso do que a unidade. Já o fez em A Arte de Pensar com Clareza e agora conseguiu fazê-lo também neste livro.»
(Jonathan Haidt, professor da Universidade de Nova Iorque e autor de A Conquista da Felicidade)

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Apagar Estocolmo de Jens Lapidus - Novidade Suma de Letras


Apagar Estocolmo (nas livrarias a 6 de Fevereiro)
De Jens Lapidus
Suma de Letras
ISBN: 978 989 665 528 0
544  Páginas
PVP c/ IVA: 21,90€

Sinopse
Quando o alarme de uma casa dispara em Värmdö, uma ilha do arquipélago de Estocolmo, um guarda acode, temendo uma invasão. Mas o que encontra está longe de ser comum: um corpo não identificável, brutalmente assassinado. Para complicar ainda mais as coisas, depara-se com um jovem ferido perto da cena do crime — um homem que a Polícia considerará o principal suspeito.
Emelie Jansson, uma jovem e prometedora advogada, recém-admitida numa conhecida firma de advogados, assume o caso do jovem, apesar da discordância do seu chefe. A apoiá-la está Teddy, um ex-presidiário que tenta permanecer no lado certo da lei, trabalhando como investigador para a firma de advogados. Mas Teddy tem os seus próprios problemas — nomeadamente, o seu rebelde sobrinho, que está prestes a seguir os passos criminosos do tio.
Quem é a vítima do assassinato e quem é o assassino? E por que é que todos os caminhos parecem conduzir a Mats Emanuelsson, um homem que Teddy sequestrou em tempos? Enquanto Emelie investiga, Teddy deve confrontar-se com o passado e salvar o sobrinho de um destino problemático. Rapidamente, os três ficam presos num jogo arriscado que ameaça desfazer as suas vidas.

Jens Lapidus, brilhante advogado criminalista em Estocolmo, serve-se da sua experiência profissional, que lhe oferece uma visão privilegiada, para escrever as histórias cruas e realistas que estão a conquistar o mundo. Autor comparado com James Ellroy pela crueza e realismo da sua prosa, os seus thrillers são aclamados pela crítica e pelo público nos mais de 20 países onde é publicado. Algumas das suas obras foram adaptadas para o cinema e os direitos de “Apagar Estocolmo” já foram também vendidos para o cinema.

Sentir Profundo