sábado, 29 de novembro de 2014

Eleanor & Park de Rainbow Rowell - Novidade Saída de Emergência


Chancela: Chá das Cinco
Data 1ª Edição: 16/01/2015
ISBN: 9789897101229 
Nº de Páginas: 336
Dimensões: [160x230]mm
Encadernação: Capa Mole
PVP: 16,96€

Sinopse
Dois inadaptados. Um amor extraordinário.
Eleanor é uma miúda nova na escola, vinda de outra cidade. A sua vida familiar é um caos; sendo gorda e ruiva, e com a sua forma esquisita de se vestir, atrai a atenção de todos em seu redor, nem sempre pelos melhores motivos. 
Park é um rapaz meio coreano. Não é propriamente popular, mas vestido de negro e sempre isolado na música através dos seus fones e livros, conseguiu tornar-se invisível. Tudo começa por ser diferente quando Park acede a que Eleanor se sente ao lado dele no autocarro da escola. A princípio nem sequer se falam, mas pouco a pouco começam por se envolver numa genuína relação de amizade e cumplicidade que mudará as suas vidas. E contra o mundo, o amor nasce. Porque o amor é um superpoder.

Rainbow Rowell vive em Omaha, Nebraska, com o marido e os dois filhos. Por vezes escreve sobre os adultos, e outras vezes sobre jovens, mas aborda sempre pessoas tagarelas, que erram e fazem asneiras e que se apaixonam. Quando não está a escrever, Rainbow lê banda desenhada, planeia viagens ao Disney World, e argumenta sobre coisas que na verdade não são muito relevantes no grande esquema do mundo.
Visitem o seu website em www.rainbowrowell.com

Criticas 
"Nunca vi nada como Eleanor e Park. É uma belíssima história de amor. Relembrou-me o que é ser jovem e apaixonado por uma rapariga, mas também o que é ser jovem e apaixonado por um livro." John Green, autor de A Culpa É das Estrelas

"Este romance lúcido, sexy e terno vibra de punk rock e amor verdadeiro. Os leitores irão deixar-se arrebatar por Eleanor & Park. " Gayle Forman, autor de If I Stay e Where She Went

"Divertido, cheio de esperança, sensual e verdadeiramente de levar às lágrimas, este romance irá conquistar adultos e jovens." Kirkus Reviews

"Eleanor & Park é um livro tão bom que corta a respiração, sobre o amor entre dois inadaptados." Stephanie Perkins, autora de Anna and the French Kiss e Lola and the Boy Next Door

"A relação pura, de mãos dadas com o medo e surpreendentemente matura que Eleanor e Park desenvolvem é urgente e de cortar a respiração… e de nos quebrar por dentro. " Booklist

"Doce, ousado e terno… Rainbow Rowell escreveu uma história inesquecível sobre dois inadaptados que se apaixonam. Esta estreia irá desvendar o seu caminho pelo seu coração e permanecer lá." Courtney Summers, autora de This is Not a Test e Cracked Up to Be

"Rowell mantém as coisas deslumbrantes e num delicado equilíbrio de luzes e sombras." Publishers Weekly

"Numa singular e surpreendente exploração do amor entre dois miúdos descontextualizados e inadaptados, Rowell mostra-nos a beleza das coisas frágeis e quebradas." Stewart Lewis, autor de You Have Seven Messages

Coisas Nada Aborrecidas para ser Muito Feliz de Mr. Wonderful - Novidade Marcador


Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 148
Editor: Marcador
ISBN: 9789897541155
PVP: 17,50€
Disponível a partir de 04-12-2014

Sinopse
Mergulha nestas páginas e deixa-te surpreender pelo mundo de Mr. Wonderful, do qual irás sair transformado e com um enorme sorriso. Ler estas páginas é um banho de mar em Agosto, é ficar com dores de barriga depois de tanto rir…
Tens nas tuas mãos um decálogo ilustrado sobre a felicidade explicada com quem fala com um amigo, sincero e transparente.
Coisas nada aborrecidas para ser mais feliz é o livro menos livro do mundo: é uma experiência, um sorriso, é como um espelho, um presente, é um caderno e um álbum.
Este livro é simplesmente um momento de boa disposição garantido.

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

A História de Catherine de Patrick Modiano - Novidade Editorial Presença


Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 96
Editor: Editorial Presença
ISBN: 9789722354561
PVP: 12,90€
Disponível a partir de 02-12-2014

Sinopse
Tal como o seu pai, a pequena Catherine usa óculos. E tal como a mãe, que vive em Nova Iorque, gostaria de vir a ser uma grande bailarina. E porque tem de tirar os óculos para dançar, Catherine descobre a vantagem de poder viver em dois mundos diferentes: o mundo real, assim como ela o vê quando tem os óculos postos, e um mundo pleno de doçura, vago e suave, quando os tira. Um mundo onde dança como num sonho…

Sobre o autor
Patrick Modiano nasceu em Boulogne-Billancourt, nos arredores de Paris, em julho de 1945, e publicou o seu primeiro romance, La Place de l'Étoile, em 1968. Com Rue des boutiques obscures obteve, em 1978, o Prémio Goncourt. Em 1972, recebeu o Grande Prémio de Romance da Academia Francesa.
Considerado hoje um dos mais importantes escritores franceses, e autor de uma vasta obra, foi distinguido recentemente com o Grande Prémio Nacional das Letras e com o Prémio Margerite-Duras.
PRÉMIO NOBEL DA LITERATURA 2014

Não se Encontra o que se Procura de Miguel Sousa Tavares - Novidade Clube do Autor


Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 272
Editor: Clube do Autor
ISBN: 9789897241932
PVP: 17,00€
Disponível a partir de 03-12-2014

Sinopse
A escrita, a viagem, a memória, a vida fora da espuma dos dias, a descoberta, o apelo do desconhecido, o instante em que tudo pode acontecer, tudo isto está no novo livro de Miguel Sousa Tavares.
Nesta viagem fora do seu quarto, o autor transporta-nos ao seu mundo mediterrâneo, ao sul de Portugal, à Croácia, a Roma, à Sicília, ao Brasil e aos lugares da História por onde passaram figuras gigantes. No regresso a casa, explica a razão da sua escrita. A sós, com as palavras, viaja para dentro de si para partilhar aquilo que só os grandes contadores de histórias sabem fazer, seguindo o lema: "Viajar é olhar".
É fácil dizer que se morre por amor, mas não é fácil, de facto, morrer por amor. A maior parte das vezes, curte-se o desgosto, limpam-se as armas e sai-se de novo em campanha.

Sobre o Autor
Miguel Sousa Tavares estudou Direito e Jornalismo, começando por trabalhar em ambas as áreas. Trabalhou em jornais, revistas e televisão, tendo conquistado diversos prémios como repórter. Foi um dos fundadores da revista Grande Reportagem, que dirigiu durante dez anos. Como comentador político mantém, de há vinte anos para cá, uma presença constante na televisão e na imprensa. Depois de incursões no domínio da literatura infantil e de viagens, estreou-se no romance, em 2003, com Equador, que vendeu mais de 400.000 exemplares só em Portugal, estando ainda traduzido em 11 línguas e editado em cerca de 30 países, com adaptação televisiva em Portugal e Brasil.

Perfect Library!


quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Resultado Passatempo - O Primeiro País da Manhã


Obrigada a todos os que participaram neste passatempo.
Um enorme agradecimento à Dinalivro pela oferta de um exemplar de O Primeiro País da Manhã
Tivemos 79 participações válidas. Obrigada! 
O número sorteado foi o 65.
A grande vencedora foi:

Marta Amaral - Vila Nova de Gaia

Parabéns!

Se ainda não foi desta que foi o grande vencedor não desista. Há sempre boas oportunidades aqui no blogue. 

Até breve!


Para saber mais sobre o livro O Primeiro País da Manhã, clique aqui.

O Cavalheiro Inglês de Carla M. Soares - Novidade Marcador

Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 400
Editor: Marcador
ISBN: 9789897541254
PVP: 17,70€
Disponível a partir de 02-12-2014

Sinopse
PORTUGAL. 1892. Na sequência do Ultimato inglês e da crise económica na Europa e em Portugal, os governos sucedem-se, os grupos republicanos e anarquistas crescem em número e importância e em Portugal já se vislumbra a decadência da nobreza e o fim da monarquia.
Os ingleses que permanecem em Portugal não são amados.
O visconde Silva Andrade está falido, em resultado de maus investimentos em África e no Brasil, e necessita com urgência de casar a sua filha, para garantir o investimento na sua fábrica.
Uma história empolgante que nos transporta para Portugal na transição do século XIX para o século XX numa descrição recheada de momentos históricos e encadeada com as emoções e a vida de uma família orgulhosamente portuguesa.

Carla M. Soares nasceu em 1971, em Moçâmedes, no Namibe. De lá, trouxe escassas memórias e a viagem no corpo.
Formou-se em Línguas e Literatura em Lisboa, tornou-se professora, mestrou em Literatura Gótica e Film Studies e estudou História da Arte num doutoramento incompleto.
Filha, mãe, mulher, amiga, leitora e escritora compulsiva, viaja pelas letras desde sempre. 

terça-feira, 25 de novembro de 2014

[A minha Opinião] O Vestido Cor de Pêssego



Uma das últimas novidades da Planeta que me conquistou! Foi logo atraída pela capa maravilhosa (muitos parabéns à Carolina Pereira) e pela seguinte frase: "Muitas batalhas são vencidas nos campos do coração." Este primeiro livro da autora R. A. Stival é uma promessa que muitos bons livros se seguirão. 

Depois de um prólogo que apresenta ao leitor a Batalha de Valmy, ocorrida durante as Guerras da Revolução Francesa, a autora escolhe como cenário da narrativa os anos do primeiro império de Napoleão Bonaparte, recorrendo a figuras e factos da história. Nota-se um grande trabalho de pesquisa por parte da autora, quando traz ao leitor um importante acontecimento da história europeia. Os nomes dos tratados, datas e lugares são reais. Além de ser presenteada com uma belíssima história de amor, recebo também uma importante lição de História. 

Adorei as personagens principais, Amadeus Barnard e Adeline Boissinot. A forma como a autora ligou o destino destas duas personagens é magnifica e de uma grande sensibilidade. Uma história de amor que surge num momento tumultuoso, com tudo contra ao seu nascimento e permanência. Mas como se costuma dizer, o amor tudo vence e se for verdadeiro supera todos os obstáculos.  

Amadeus Barnard é um homem com estatuto social, um general destemido, herói nacional, corajoso, bonito, charmoso, inteligente, com um sofrido coração. O que mais gostei nesta personagem além da sua personalidade foi a sua enorme e preciosa biblioteca. Tinha mesmo de gostar!

Adeline Boissinot é uma jovem mulher apaixonada, sonhadora, bonita, corajosa, que não vira costas às dificuldades, não desiste de lutar pelo que quer. Quis a vida ou o destino que o seu caminho se cruza-se com Amadeus Barnard, para abalar a sua vida, para confundir o seu coração, para se conhecer a si própria.

Foi uma leitura que adorei fazer. Uma história que me encheu o coração, que me emocionou, me deixou com lágrimas nos olhos e um nó na garganta. Além da bonita história de amor, a autora presenteia o leitor com uma magnifica aula de História.  

Fico ansiosamente à espera de um próximo livro da autora R.A.Stival.

Não deixem de ler este livro!
Boas leituras! 

Passatempo Facebook - Nove Mil Passos


Saiba como participar, aqui

Boa sorte! 

Resultado Passatempo - A Ilha do Medo


Obrigada a todos os que participaram neste passatempo.
Um enorme agradecimento à Marcador pela oferta de um exemplar de A Ilha do Medo
Tivemos 146 participações válidas. Obrigada! 
O número sorteado foi o 96.
A grande vencedora foi:

Bárbara Castro - Vila Nova de Gaia

Parabéns!

Se ainda não foi desta que foi o grande vencedor não desista. Há sempre boas oportunidades aqui no blogue. 

Até breve!

Para saber mais sobre o livro A Ilha do Medo, consulte o site da Marcador aqui.

Pedro Norton expõe fotos de «As Flores do Mal» n'A Pequena Galeria, em Lisboa


Gostaríamos de contar com a sua presença na sessão de inauguração da exposição Flores do Mal. As fotografias de Pedro Norton, que compõem o livro «As Flores do Mal», editado pela Guerra e Paz Editores, são o objecto desta exposição. O evento terá lugar quinta-feira, dia 27 de Novembro, das 18h30 às 21h30, n’A Pequena Galeria, em Lisboa.

“De morte natural nunca ninguém morreu, o Jorge de Sena tinha razão. As Flores do Mal são prova disso: vício, prazer, dor, o bem, o mal, a culpa, o pecado, o sagrado, o profano, a luz, as trevas, o preto e o branco; 21 fotografias constroem uma narrativa de vida e de morte.
Esta visão, que todos habita, é habilmente assumida e captada pela objectiva clandestina de Pedro Norton na sua primeira exposição individual.
Às vezes somos o que somos, outras vezes somos muito mais.
A Pequena Galeria orgulha-se disso”.

Guilherme Godinho

Agenda Literária - Amo-te Mais do que Ontem e Menos que Amanhã de Maria Inês Almeida - Novidade Planeta


Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 176
Editor: Editorial Planeta
Seleção de Textos: Maria Inês Almeida 
ISBN: 9789896575816
PVP: 10,50€
Disponível a partir de 26-11-2014

Sinopse
O amor só é amor se tiver 365 dias. Nesta agenda estão os 365 dias do ano para tomar nota de compromissos, reuniões, almoços, viagens, grandes ideias. 
Guarde sempre uma linha para o amor: afinal todos os dias são dias para amar. Na correria dos dias, essa linha fará toda a diferença, a si e à pessoa amada. 
Não precisa de o marcar aqui – só na agenda do coração -, mas, pelo que ler nestas páginas, perceberá como o amor é indispensável aos 365 dias de cada ano. 
Em cada semana há uma citação literária sobre o amor. E no final de cada mês há um separador com uma ilustração e um pensamento. A fechar esta agenda um espaço para registar os aniversários, mês a mês, e um calendário até 2020. 

Wook | As primeiras sessões de autógrafos virtuais

Uma sessão de autógrafos virtual? Sim, é possível.

Nas próximas 48 horas, vários autores portugueses vão participar numa iniciativa inédita.

Mário de Carvalho, Mário Zambujal, Valter Hugo Mãe, Nuno Lobo Antunes e Maria Teresa Horta são apenas alguns dos autores que vão participar na primeira de cinco sessões de autógrafos virtuais que a WOOK vai realizar nas próximas semanas.

Hoje, a partir das 18:00 e até às 24:00, quem comprar livros daqueles (e outros) autores (ver quadro abaixo), tem a oportunidade única de pedir um autógrafo –ou uma dedicatória, tratando-se de umaoferta – que será feito pelo respetivo escritor nas 48 horas seguintes, sendo depois o livro enviado para o destinatário, quer se encontre em território nacional quer no estrangeiro.


De referir que as próximas sessões de autógrafos realizam-se a 30 de novembro e a 2, 7, e 11 de dezembro, envolvendo autores como João Tordo, Miguel Esteves Cardoso, Ana Margarida Carvalho, Helena Sacadura Cabral, Lídia Jorge, Pedro Chagas Freitas, Richard Zimler, Afonso Cruz, entre muitos outros.

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Feliz Natal Lobo Mau de Clara Cunha - Divulgação Livros Horizonte


Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 40
Editor: Livros Horizonte
ISBN: 9789722417747
Coleção: Álbuns
PVP: 12,60€

Sinopse
A autora de O Cuquedo, regressa com a história do Lobo Mau que foi procurar o Capuchinho Vermelho, mas encontrou o Pai Natal. Será que merece um presente?

Clara Cunha (nasceu em 1971, na cidade de Almada), licenciou-se em Educação de Infância pela Escola Superior de Educação Jean Piaget.
Autora do livro “O Cuquedo” que conta com 4 edições e mais de 20 000 exemplares vendidos.
Desta vez a sua imaginação leva-nos mais longe, ao mundo fantástico dos contos tradicionais e das figuras lendárias.

Zoe e o Beans A lista de Natal da Zoe de Chloe Inkpen, Mick Inkpen - Divulgação Livros Horizonte



Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 36
Editor: Livros Horizonte
ISBN: 9789722417723
PVP: 9,90€

Sinopse
A Zoe não queria presentes surpresa. Só queria aquela boneca e mais nenhuma. Decidiu ir ao Polo Norte levar a carta, mas a viagem não correu como esperava...

Até que Consigas Voar de José Gameiro - Novidade Matéria Prima


Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 182
Editor: Matéria Prima
ISBN: 9789897690037
PVP: 15,80€
Disponível a partir de 26-11-2014

Sinopse
Um livro pessoal e profundo, em que o psiquiatra é tão humano como os pacientes; em que todos somos muito parecidos no sofrimento e na esperança.
Quando as pessoas chegam ao consultório de um psiquiatra, já esgotaram todas as suas alternativas. Sentem-se perdidas, vazias ou profundamente tristes. Neste livro, José Gameiro, psiquiatra há 40 anos, dá-nos a oportunidade de sermos os seus olhos e os seus ouvidos. Em Até que consigas voar, encontramos relatos intimistas sobre o luto, os medos, a conjugalidade e todo um conjunto de feridas que não se vêem. Mostra-nos que podemos voltar a encontrar um rumo, mesmo quando enfrentamos o pior dos desgostos.

José Gameiro nasceu em Lisboa em 1949. É psiquiatra, doutorado em Psicologia e Saúde Mental, e
membro fundador da Soc. Portuguesa de Terapia Familiar, colunista da Revista do Expresso e autor de vários livros, entre eles Até que o Amor nos Separe.

sábado, 22 de novembro de 2014

O que Me Dói não É


O que me dói não é 
 O que há no coração 
 Mas essas coisas lindas 
 Que nunca existirão... 

São as formas sem forma 
 Que passam sem que a dor 
 As possa conhecer 
 Ou as sonhar o amor. 

São como se a tristeza 
 Fosse árvore e, uma a uma, 
 Caíssem suas folhas 
 Entre o vestígio e a bruma. 

Fernando Pessoa, in "Cancioneiro"

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Livros que dão Filmes

Tenho esta rubrica atrasada uma série de semanas, mas hoje conto colocar tudo em ordem. Antes de falar das estreias desta semana, nas salas de cinema portuguesas, tenho de vos falar de filmes que estrearam nas últimas semanas. 


Saiba mais sobre o livro Dei-te o Melhor de Mim, aqui.
Saiba mais sobre o livro Lixo, aqui.

A 30 de outubro, os cinéfilos e leitores suspiraram ao ver "Dei-te o Melhor de Mim". Como é do conhecimento da grande maioria, este filme é baseado na obra homónima de Nicholas Sparks. Realizado por Michael Hoffman, conta com actores como James Marsden, Michelle Monaghan, Liana Liberato nos principais papeis. Esta é já a nona adaptação cinematográfica da obra de Nicholas Sparks. Neste mesmo dia, estreou também "Lixo", um filme baseado na obra de Andy Mulligan com o mesmo nome. Conta com a realização de Stephen Daldry e com actores como Martin Sheen, Rooney Mara, Wagner Moura e Selton Mello. "Dei-te o Melhor de Mim" e "Lixo" são livros já editados pela Editorial Presença. 


Saiba mais sobre o livro Para Sempre, Talvez, aqui.

A 13 de novembro, estreia "Deixa o Amor Entrar", filme adaptado da obra "Para Sempre, Talvez" de Cecelia Ahern. Realizado por Christian Ditter, conta com actores como Lily Collins, Sam Claflin, Christian Cooke. Uma comédia romântica que arrancará do espectador umas boas gargalhadas e aos mais sensíveis, algumas lágrimas. A Editorial Presença é a editora detentora da publicação portuguesa deste livro. 


Estreia hoje, nas salas de cinema um filme muito aguardado pelos fãs de "The Hunger Games", A Revolta Parte 1. Conta, como todos sabem, com a realização de Francis Lawrence. Esta é a primeira parte do último livro da trilogia de ficção científica da autora Suzanne Collins. O filme conta com actores/actrizes como Jennifer Lawrence, Josh Hutcherson, Donald Sutherland, Liam Hemsworth, Julianne Moore, Philip Seymour Hoffman, Stanley Tucci, Woody Harrelson, Lenny Kravitz, Elizabeth Banks e Willow Shields, entre muitos outros. Em Portugal esta trilogia foi editada pela Editorial Presença. "Serena" é outro dos filmes a destacar esta semana. Realizado por Susanne Bier, este filme adapta o romance homónimo de Ron Rash, publicado a 4 deste mês, pela Editorial Presença. Encontramos mais uma vez a dupla de actores Bradley Cooper e Jennifer Lawrence. 

Saiba mais sobre o livro A Revolta, aqui.
Saiba mais sobre o livro Serena, aqui.

Como vêem, há muito boas razões para irem ao cinema!
Leiam os livros e vão ver os filmes. Ou vice-versa ;)

V Concurso Literário Alfarroba 2014/2015



A ALFARROBA dá início ao V Concurso Literário Alfarroba 2014/2015 - Papá, só mais uma...
Consulte o regulamento e envie a sua participação.

Boa sorte!

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Vinte e cinco séculos de arte reunidos em livro


Título: A arte no Ocidente
Autoras: Ana Lídia Pinto
Fernanda Meireles
Manuela Cernadas Cambotas
Págs: 464
PVP: 39,90 € 

Sinopse
Pensada como uma obra de divulgação da História da Arte Ocidental junto do grande público, A arte no Ocidente abarca os seus principais momentos, desde a Antiguidade Clássica até à atualidade, dando o devido enfoque a realidade portuguesa contextualizada na arte europeia. Este livro oferece uma perspetiva sobre mais de vinte e cinco séculos de evolução artística, analisando com atenção as áreas da Arquitetura, da Pintura e da Escultura, integrando-as nos seus respetivos contextos históricos e culturais e descrevendo, classificando e interpretando estilos, movimentos, correntes, autores e obras, muitas delas com análises individuais mais aprofundadas.
É uma obra de leitura acessível ao público em geral, apreciador de livros de arte, assim como para estudantes e professores de História e História da Arte. Não é, pois, apenas um livro de consulta útil, mas em simultâneo, graças a uma apresentação cuidada, um livro-objeto passível de ser um presente apelativo.
De fácil consulta, A arte no Ocidente é igualmente uma obra precisa, que se dirige tanto aos estudiosos da Arte como ao grande público que pensa, sente e vê a Arte como algo de seu e cujo conhecimento contribui tanto para um melhor entendimento pessoal como para o enriquecimento da sua perspetiva sobre o Mundo.

As autoras
Ana Lídia Pinto, licenciada em História pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, lecionou as disciplinas de História, Ciências Sociais, Introdução à Política, Antropologia, História da Arte e História da Cultura e das Artes ao 3.º ciclo do ensino básico e sobretudo ao ensino secundário, onde exerceu, paralelamente, cargos de delegada à Profissionalização em Exercício e de Orientadora Pedagógica no CAP de Lisboa, bem como de formadora da DREN, no âmbito da Avaliação Pedagógica e da Didática da História. É coautora do Programa de História da Arte para o ensino artístico especializado, de manuais escolares no âmbito da História (ensino básico e secundário), da História da Arte e da História da Cultura e da Arte, bem como de obras de divulgação geral, nesta última área. Publicou, a título individual, ensaios e artigos em jornais e revistas.

Fernanda Meireles, licenciada em Pintura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, lecionou as disciplinas de História das Artes Visuais, História da Arte em Portugal, História da Arte e História da Cultura e das Artes nos Cursos Gerais das Escolas Artísticas, História do Equipamento Ambiental (Curso de Equipamento/Arquitetura) e Teoria do Design. Foi acompanhante do lançamento da reforma curricular de 1989-1990 na DREN. É coautora de um Programa de História da Arte e da Comunicação para os cursos especializados do Ensino Artístico (10.º, 11.º e 12.º anos), autora de manuais para as disciplinas de Educação Visual e Oficina de Artes; coautora de manuais para as disciplinas de História da Arte e História da Cultura e das Artes e de outras obras de carácter geral nestas últimas áreas.

Manuela Cernadas Cambotas, licenciada em História pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, foi professora do Quadro de Nomeação Definitiva do Ensino Secundário, exerceu as funções de delegada à Profissionalização em Exercício e lecionou as disciplinas de História, Ciências Sociais, Introdução à Política, História da Arte e História da Cultura e das Artes, durante cerca de 38 anos. É coautora do Programa de História da Arte para o Ensino Artístico Especializado e de manuais escolares e outras obras sobre História da Arte.

A Todos os Rapazes que Amei de Jenny Han - Novidade Topseller


Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 272
Editor: TopSeller
ISBN: 9789898800008
PVP: 15,98€

Sinopse
«Guardo as minhas cartas numa caixa de chapéu verde-azulada que a minha mãe me trouxe de uma loja de antiguidades da Baixa. Não são cartas de amor que alguém me enviou. Não tenho dessas. São cartas que eu escrevi. Há uma por cada rapaz que amei — cinco, ao todo.
Quando escrevo, não escondo nada. Escrevo como se ele nunca a fosse ler. Porque na verdade não vai. Exponho nessa carta todos os meus pensamentos secretos, todas as observações cautelosas, tudo o que guardei dentro de mim. Quando acabo de a escrever, fecho-a, endereço-a e depois guardo-a na minha caixa de chapéu verde-azulada.
Não são cartas de amor no sentido estrito da palavra. As minhas cartas são para quando já não quero estar apaixonada. São para despedidas. Porque, depois de escrever a minha carta, já não sou consumida por esse amor devorador. Se o amor é como uma possessão, talvez as minhas cartas sejam o meu exorcismo. As minhas cartas libertam-me. Ou pelo menos era para isso que deveriam servir.»

Jenny Han nasceu e cresceu na costa leste dos Estados Unidos da América. Estudou na Universidade da Carolina do Norte e fez um mestrado em Escrita para Crianças em Nova Iorque, onde mora atualmente. Se pudesse escolher um emprego, Jenny Han gostaria de ser ajudante do Pai Natal, provadora de gelados ou a melhor amiga da Oprah, entre outras coisas perfeitamente vulgares. Tem uma predileção por meias até ao joelho e come qualquer sobremesa, desde que seja de maracujá.
É autora da trilogia The Summer I Turned Pretty, bestseller do New York Times. O seu mais recente êxito, este A Todos os Rapazes que Amei, encontra-se em vias de ser adaptado ao cinema. A sua continuação, P. S. Ainda Te Amo, que está prevista para novembro de 2015, será publicada também pela Topseller.

Criticas
«Lara Jean, a personagem principal, dá a esta história comovente um toque de originalidade e um charme muito próprio.» - Publishers Weekly

«Uma interpretação emocionante do crescimento e do amor jovem.» - Kirkus Reviews

A play list de Jenny Han para acompanhar a leitura de A Todos os Rapazes que Amei.

1. "Please Speak Well of Me" by The Weepies: I came back to this song again and again because I could picture Lara Jean listening to it as she wrote her letters. It's so sweet and full of yearning.

2. "Crazy" by Alanis Morissette: This song has such great momentum. You feel like something big is on the verge of happening. It's a great song to listen to if you're writing a book and you need something big to happen.

3. "Only in Dreams" by Weezer: I could completely picture Peter driving around in his mom's minivan listening to this song at top volume.

4. "Alone Again (Naturally)" by Gilbert O’Sullivan: Lara Jean has been in love a lot, but she's always alone in love, and she doesn't actually mind it much. I can see her singing along to this song and smiling.

5. "Teenage Love Song"by Rilo Kiley: Jenny Lewis has the sweetest voice, and this song tells a whole story of love lost. I like that it takes teenage love very seriously because I do too.

6. "The Shoop Shoop Song (It's in His Kiss)" by Betty Everett: This song is on the Mermaids soundtrack, which Lara Jean listens to while organizing her first-week back-to-school outfits.

7. "The Longest Time" by Billy Joel: Lara Jean loves to bake and she would definitely bake to this song.

8. "Our House" by Crosby, Still, Nash & Young: Lara Jean is a girl who loves to be at home, to be cozy and putter around the house. For me, this song is the embodiment of that feeling.

9. "Thirteen" by Big Star: There is no song more nostalgic than this. It feels like a high school experience I never had but wish I did. "Won't you let me walk you home from school? Won't you let me meet you at the pool?"

10. "Love That Girl" by Raphael Saadiq: This is so Lara Jean to me. It's modern but it feels vintage at the same time, with the Motown claps and call and response choruses.

11. "Heartbeats" by The Knife: I listened to this song over and over while writing this book. It's very angsty and emo and kind of tough.

12. "I'm Gonna Get You Yet" by The Dixie Cups: In a lot of ways, Lara Jean is a throwback kind of girl. She loves ‘60s girl groups, vintage clothes, and the romance of a different time.

13. "Big Girls Don't Cry" by Frankie Valli and The Four Seasons: This song of course appears in Dirty Dancing, the quintessential coming of age movie for teenage girls who dream big.

14. "Love on Top" by Beyonce: I love how hopeful this song is. It's so driving around with your sisters with the windows all the way down.

15. "P.S. I Love You" by Nellie McKay: An open window, a breeze, and a glass of lemonade – that is this song. And incidentally, the sequel to To All the Boys I've Loved Before is called P.S. I Still Love You.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Passatempo Dinalivro - Hortas e jardins medicinais Agenda 2015


Com o fantástico apoio da Dinalivro, temos para oferecer um exemplar do livro/agenda Hortas e jardins medicinais Agenda 2015. Para se habilitar a ganhar este exemplar, só tem de responder correctamente às questões que se encontram no formulário e ler com atenção as regras do passatempo. 


Regras do passatempo:

O passatempo é válido de 18 de Novembro até às 23h59m de 28 de Novembro. 
Só é válida uma participação por pessoa e residência, de residentes em Portugal Continental e Ilhas.
Ser seguidor do blogue Manta de Histórias: www.mantadehistorias.blogspot.pt
(Para ser seguidor, basta clicar em "aderir a este site" na barra lateral direita do blogue.)
Múltiplas participações serão automaticamente anuladas.
O vencedor será sorteado aleatoriamente (random.org) pela administração do blogue, contactado por e-mail e o resultado será anunciado no blogue.
O blogue e a editora não se responsabilizam por eventuais extravios no envio do livro por correio.
Boa sorte!

O Meu Irmão de Afonso Reis Cabral - Novidade Leya


Prémio LeYa 2014
Edição/reimpressão: 2014
Editor: Leya
ISBN: 9789896603441
PVP: 15,50€
Disponível a partir de 21-11-2014


Sinopse
Com a morte dos pais, é preciso decidir com quem fica Miguel, o filho de 40 anos que nasceu com síndrome de Down. É então que o irmão - um professor universitário divorciado e misantropo - surpreende (e até certo ponto alivia) a família, chamando a si a grande responsabilidade. Tem apenas mais um ano do que Miguel, e a recordação do afecto e da cumplicidade que ambos partilharam na infância leva-o a acreditar que a nova situação acabará por resgatá-lo da aridez em que se transformou a sua vida e redimi-lo da culpa por tantos anos de afastamento. Porém, a chegada de Miguel traz problemas inesperados - e o maior de todos chama-se Luciana.
Numa casa de família, situada numa aldeia isolada do interior de Portugal, o leitor assistirá à rememoração da vida em comum destes dois irmãos, incluindo o estranho episódio que ameaçou de forma dramática o seu relacionamento.
O Meu Irmão, vencedor do Prémio LeYa 2014 por unanimidade, é um romance notável e de grande maturidade literária que, tratando o tema sensível da deficiência, nunca cede ao sentimentalismo, oferecendo-nos um retrato social objectivo e muitas vezes até impiedoso.

Afonso Reis Cabral nasceu em Lisboa em 1990 e cresceu no Porto. É o quinto de seis irmãos. Escreve desde os 9 anos. Em 2005 publicou o livro Condensação, no qual reuniu poemas escritos até aos 15 anos. Publicou textos em diversos periódicos. Em 2008 ficou em 8.º lugar no 7th European Student Competition in Ancient Greek Language and Literature, entre mais de 3500 concorrentes de 551 escolas europeias e mexicanas. Foi o único português a concorrer.
É licenciado em Estudos Portugueses e Lusófonos pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, tendo recebido o Prémio Mérito e Excelência atribuído ao melhor aluno do curso. Na mesma instituição fez o mestrado em Estudos Portugueses com a dissertação A Orquestra Oculta - Os Estudos da Consciência e a Literatura.
Foi bolseiro no Centro de História da Cultura (FCSH-UNL), onde desenvolveu investigação sobre a editora Romano Torres. Sempre se imaginou a trabalhar na área editorial. Trabalhou como revisor em regime de free-lance e desempenha atualmente as funções de editor. 

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

«O Bordel das Musas», de Claude Le Petit, e «As Flores do Mal», Fernando Pessoa, duas apostas invulgares da Guerra & Paz Editores


Dois livros artesanais: os livros são para tocar, para folhear e cheirar;

Materiais originais (madeira, tela Brillianta, papéis texturados e de alta gramagem, separadores em cartolina);

Dois poetas, temas irreverentes, o escultor João Cutileiro para desenhar, a poeta Eugénia de Vasconcellos para traduzir,  Pedro Norton para fotografar;

Edições únicas, numeradas, criando uma apetência bibliófila.

Mar de Afonso Cruz - Novidade Alfaguara


Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 176
Editor: Alfaguara Portugal
ISBN: 9789898775115
PVP: 15,50€
Disponível a partir de 19-11-2014

Sinopse
O novo volume da Enciclopédia da História Universal, série distinguida com o Prémio de Conto Camilo Castelo Branco. Mais uma vez, Afonso Cruz volta a desafiar os géneros e escreve um volume de Enciclopédia que, afinal, é um romance em várias entradas: um conjunto de histórias interligadas entre si, todas elas sobre o MAR, o seu apelo, o seu fascínio. Histórias encantatórias a que não faltam personagens inesquecíveis, como a do homem que tem o céu tatuado na pele ou o músico que lança cartas de amor ao mar.
O último romance de Afonso Cruz, Para onde vão os guarda-chuvas, venceu o Prémio SPA - Sociedade Portuguesa de Autores, e é finalista dos Prémios APE - Associação Portuguesa de Escritores e Fernando Namora.

Sobre o autor
Além de escrever, Afonso Cruz é ilustrador, realizador de filmes de animação e compõe para a banda de blues/roots The Soaked Lamb (onde canta, toca guitarra, harmónica e banjo). Nasceu em 1971, na Figueira da Foz, e haveria, anos mais tarde, de viajar por mais de sessenta países. Vive com a sua família num monte alentejano onde, além de manter uma horta e um pequeno olival, fabrica a cerveja que bebe. Em 2008, publicou o seu primeiro romance, A Carne de Deus - Aventuras de Conrado Fortes e Lola Benites e, em 2009, Enciclopédia da Estória Universal, galardoado com o Grande Prémio do Conto Camilo Castelo Branco - APE/Câmara Municipal de Famalicão. Escreveu, ainda, Os Livros Que Devoraram o Meu Pai (Prémio Literário Maria Rosa Colaço 2009), A Contradição Humana (Prémio Autores 2011 SPA/RTP; seleção White Ravens 2011; Menção Especial do Prémio Nacional de Ilustração 2011) e A Boneca de Kokoschka

sábado, 15 de novembro de 2014

Eventos Alfarroba - Lançamentos de livros

SÁBADO, dia 15 de novembro, pelas 15.00, na Biblioteca do Parque Urbano de Santa Iria da Azóia.
Lançamento do livro «O aprendiz das palavras», de Vanda Gato, ilustrações de Tânia Bailão Lopes.

Convidamos todas as crianças a pensonhar. Este livro será o bilhete para esta viagem ao mundo dos significados.

Booktrailer do livro AQUI.



DOMINGO, dia 16 de novembro, pelas 15.00, na Associação de Moradores de Ribamar.
Lançamento do livro «Sala Amarela – As quatro estações e Os frutos de outono», de Marina Santos, ilustrações de Sofia Machado.

Mais duas deliciosas histórias dos alunos da Sala Amarela!

Um Homem Escandaloso de Tiago Rebelo - Novidade ASA


Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 328
Editor: Edições Asa
ISBN: 9789892328768
PVP: 15,90€
Disponível a partir de 18-11-2014

Sinopse
Em plena crise económica, um pintor com uma vida catastrófica, persiste em boicotar a própria carreira. Mas quando o seu casamento termina e tudo parece perdido, eis que a sorte muda: de um dia para o outro, torna-se a figura do momento e o artista português de maior projecção internacional.
Uma brusca mudança da percepção da realidade fará com que este homem, que se esconde do mundo com uma tenacidade doentia, passe a ser um alegre provocador de escândalos públicos - e, também, o conquistador da deslumbrante Cristiane.
Um Homem Escandaloso é um romance notável sobre a sociedade moderna, onde o sucesso se conquista com ostentação e fingimento. Divertido e desconcertantemente certeiro, eis um retrato prodigioso de uma época onde a imagem é tudo e o abstracto se sobrepõe ao concreto.

Tiago Rebelo é um dos romancistas mais brilhantes das letras portuguesas. Na última década manteve uma produção literária constante e os seus livros tornaram-se há muito presença habitual nos lugares cimeiros das principais tabelas de vendas nacionais. Com títulos disponíveis em diversos países, desde o Brasil a Angola e Moçambique, foi igualmente editado em Itália e na Argentina. Depois dos enormes sucessos aplaudidos pelo público e pela crítica, O Tempo dos Amores Perfeitos e O Último Ano em LuandaO Homem Que Sonhava Ser Hitler, editado em 2010 pela ASA, é um magistral e absorvente relato de uma face desconhecida da sociedade actual. A par da actividade literária, Tiago Rebelo tem já uma longa carreira de jornalista, sendo actualmente editor executivo na TVI, e escrevendo regularmente para a revista do Correio da Manhã

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Passatempo Planeta - Ethel Amanhã em Lisboa


Com o precioso apoio da Planeta, temos para oferecer um exemplar do livro Ethel Amanhã em Lisboa. Para se habilitar a ganhar este exemplar, só tem de responder correctamente às questões que se encontram no formulário e ler com atenção as regras do passatempo. 


Regras do passatempo:

O passatempo é válido de 14 de Novembro até às 23h59m de 26 de Novembro. 
Só é válida uma participação por pessoa e residência, de residentes em Portugal Continental e Ilhas.
Ser seguidor do blogue Manta de Histórias: www.mantadehistorias.blogspot.pt
(Para ser seguidor, basta clicar em "aderir a este site" na barra lateral direita do blogue.)
Múltiplas participações serão automaticamente anuladas.
O vencedor será sorteado aleatoriamente (random.org) pela administração do blogue, contactado por e-mail e o resultado será anunciado no blogue.
O blogue e a editora não se responsabilizam por eventuais extravios no envio do livro por correio.
Boa sorte!

A Viagem do Elefante - BD Baseado no romance de José Saramago de João Amaral - Novidade Porto Editora


Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 112
Editor: Porto Editora
ISBN: 978-972-0-04709-0
PVP: 19,90€
Disponível a partir de 21-11-2014

Sinopse
Este álbum de João Amaral adapta para BD o romance homónimo de José Saramago. Como diz Pilar del Rio, no prefácio que para ele escreveu, - o caminho até Viena é tortuoso: João Amaral sabe-o bem porque o esteve a desenhar durante mais de dois anos passo a passo. Estava em sua casa e também ouviu os barritos do elefante, pelo que se pôs a delimitar a zona para que nenhum leitor se perdesse na aventura de ler. João Amaral estudou muito bem aquilo que José Saramago havia escrito e logo que o soube com todas as letras pintou-o para que nada na sua banda desenhada fosse falso.

João Amaral nasce em Lisboa, em 1966. Participa nas Selecções BD – 2a Série, com dois episódios de O Que Há de Novo no Império?. Publica nesta revista O Fim da Linha, um remake do célebre filme O Comboio Apitou Três Vezes. Ganha uma menção na categoria de Novos Valores, no Festival da Sobreda, em 2002, para o qual apresenta uma história intitulada Game Over. É um dos autores que participa, em 2003, no álbum Vasco Granja – Uma Vida, 1000 Imagens. Elabora ainda três álbuns. Paralelamente foi, ao longo dos anos, desenhador de publicidade, colaborou com a revista A Rua Sésamo, fez ilustrações para livros. No seu blogue, publica como Joca uma tira humorística, intitulada Fred & Companhia.

Primeiras páginas disponíveis, aqui.

Maria Modista Amor ao primeiro ponto de Filipa Bibe - Novidade Matéria Prima


Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 186
Editor: Matéria Prima
ISBN: 9789898461988
PVP: 22,00€

Sinopse
A costura está na moda. Deixe-se levar pelos projetos apresentados no livro e descubra uma nova paixão entre linhas e agulhas. (inclui moldes).Com este livro, vai poder tornar reais todos aqueles projetos que sonhou fazer. E mesmo que não saiba sequer prender um botão, não se iniba: tudo é explicado em detalhe para que o difícil se torne simples!

Perfect Library!


quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Michael Cunningham em Lisboa - Divulgação Gradiva


Nuno Lobo Antunes, escritor e neuropediatra e Filpa Melo, escritora e crítica literária, conversam com Michael Cunningham, autor galardoado com o Prémio Pulitzer, acerca do seu mais recente romance A Rainha da Neve. 

Dia 18 de Novembro, terça-feira, pelas 19 horas, na FNAC-Chiado, Armazéns do Chiado, Rua do Carmo n.º 2, Loja 407, em Lisboa.

O autor lerá excertos da sua obra.

Seguir-se-á uma sessão de autógrafos.

ENTRADA LIVRE

Lançamento do livro «Última Palavra: Mãe», de José Jorge Letria


Passatempo Dinalivro - O Primeiro País da Manhã


Com o precioso apoio da Dinalivro, temos para oferecer um exemplar do livro O Primeiro País da Manhã. Para se habilitar a ganhar este exemplar, só tem de responder correctamente às questões que se encontram no formulário e ler com atenção as regras do passatempo. 


Regras do passatempo:

O passatempo é válido de 13 de Novembro até às 23h59m de 25 de Novembro. 
Só é válida uma participação por pessoa e residência, de residentes em Portugal Continental e Ilhas.
Ser seguidor do blogue Manta de Histórias: www.mantadehistorias.blogspot.pt
(Para ser seguidor, basta clicar em "aderir a este site" na barra lateral direita do blogue.)
Múltiplas participações serão automaticamente anuladas.
O vencedor será sorteado aleatoriamente (random.org) pela administração do blogue, contactado por e-mail e o resultado será anunciado no blogue.
O blogue e a editora não se responsabilizam por eventuais extravios no envio do livro por correio.
Boa sorte!

Agridoce de Colleen McCullough - Novidade Bertrand Editora


Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 464
Editor: Bertrand Editora
ISBN: 9789722529037
PVP: 17,70€
Disponível a partir de 14-11-2014

Sinopse
No seu primeiro romance épico desde Pássaros Feridos, Colleen McCullough narra a apaixonante história de dois pares de gémeas, tendo como cenário a Austrália dos anos 20 e 30. Todas elas se formam em enfermagem, mas cada uma tem as suas próprias ambições.
As quatro irmãs Latimer não podiam ser mais próximas, mas cada uma delas tem os seus próprios sonhos: Edda quer ser médica, Tufts quer organizar tudo, a Grace ninguém pode dizer que caminho deve seguir e Kitty quer ser conhecida por outra coisa que não a sua beleza. São famosas na Nova Gales do Sul pela sua beleza e ambição, bem como pelo seu espírito, mas, à medida que se aproximam da maturidade, as perspetivas limitadas da vida que as espera é desmoralizante.
Decidem inscrever-se todas juntas numa formação em enfermagem, uma nova opção para as mulheres que até então se tinham visto limitadas ao papel de esposas e mães. As irmãs Latimer irão conhecer novas pessoas e encontrar desafios que em muito contribuirão para o seu amadurecimento e independência. Conhecerão homens de todos os quadrantes sociais, agricultores, colegas no hospital e até homens com cargos públicos e políticos, e cada uma das irmãs terá de avaliar as suas decisões e aquilo que é para si mais importante. O resultado é por vezes feliz, outras arrasador, mas sempre… agridoce.

Sobre a autora 
De origem Australiana, Colleen McCullough começou sua carreira literária com a publicação de "Tim", seguido de "Pássaros Feridos", um best-seller internacional que bateu todos os recordes.
A história de Roma Antiga é retratada de uma forma excepcional ao longo dos seis volumes que compõem a obra "O Primeiro Homem de Roma".
Colleen McCullough é hoje uma das 100 pessoas designadas como Tesouros Nacionais Vivos da Austrália.
Actualmente vive com o marido na Ilha de Norfolk, no Pacífico Sul. 

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Convite para a sessão de lançamento de «As Flores do Mal», de Fernando Pessoa


Resultado Passatempo - Livres e Intocáveis


Obrigada a todos os que participaram neste passatempo.
Um enorme agradecimento ao autor João Frada pela generosa oferta de seis exemplares de Livres e Intocáveis.
Tivemos 100 participações válidas. Obrigada! 
Os números sorteados foram o 56, 65, 24, 50, 77 e o 64.
Os grandes vencedores são:

Filomena Sousa - Vila Nova de Gaia
Maria Luís Almeida - Aguada de Baixo
Sandra Lourenço - Barreiro
António Silva - Avanca
Ana Damião - Terrugem SNT
Luís Lopes - Santiago da Guarda 

Parabéns!

Se ainda não foi desta que foi o grande vencedor não desista. Há sempre boas oportunidades aqui no blogue. 

Até breve!

Para saber mais sobre o livro Livres e Intocáveis veja aqui.

O Brilho das Estrelas de Debbie Macomber - Novidade Editorial Presença


Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 168
Editor: Editorial Presença
ISBN: 9789722354127
PVP: 14,90€
Disponível a partir de 18-11-2014

Sinopse
Da mesma autora das obras A Estalagem de Rose Habor e O Abrigo da Esperança, que foram publicadas pela Presença nas «Grandes Narrativas», um novo título daquela que já é considerada por muitos como a nova rainha da ficção romântica.
O Brilho das Estrelas é uma história sobre o encontro entre uma jornalista ambiciosa e um escritor demasiado solitário, ambientada no extremo Norte dos Estados Unidos e iluminada pelo esplendor dos céus do Ártico. Duas personagens implausíveis envolvidas em sentimentos demasiado intensos para se adequarem ao quadro de vida de cada um, narrada com frescura e leveza e que arrebata o leitor num mar de emoções até ao final do livro.

Debbie Macomber é uma voz incontornável da ficção feminina. Vários dos seus romances alcançaram os lugares cimeiros das tabela de bestsellers do New York Times, USA Today e Publishers Weekly. Os seus livros deram origem a séries televisivas de êxito e foram várias vezes premiados. Os mais de 100 romances que escreveu, além de livros de não-ficção e livros infantis, atingiram já cerca de 170 milhões de livros vendidos em todo o mundo.

Saiba mais sobre o livro no site da Editorial Presença, aqui.