quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Animais sem Jardim Zoológico de Gianni Rodari - Divulgação Dinalivro


Edição/reimpressão: 2008
Páginas: 48
Editor: Dinalivro
ISBN: 9789725765111
Faixa etária:a partir dos 6 anos
PVP: 15,90€

Sinopse
Gianni Rodari (1920 - 1980) é um nome incontornável da literatura para a infância. Vencedor em 1970 do prémio Hans Christian Andersen, o "Nobel da Literatura Infantil", o escritor italiano, que também foi jornalista, é considerado por muitos, dentro e fora do seu país, o melhor autor do século XX dentro do género. Apesar de os seus livros estarem traduzidos em inúmeras línguas, inclusivamente em Portugal, está longe de ter o reconhecimento que merece. Com a publicação de Animais sem Jardim Zoológico magnificamente ilustrado por Anna Laura Cantone, a Dinalivro dá a conhecer um conjunto de nove histórias imprevisíveis e hilariantes, nas quais as personagens são, claro, animais muito independentes e muito senhores do seu nariz, presos não num jardim zoológico mas a certas manias e vaidades.

Imagens do miolo do livro


Livros que dão Filmes


Estreia hoje nas salas de cinema o filme Cloud Atlas dos realizadores Lana e Andy Wachowski (saga "Matrix") e Tom Tykwer ("Corre, Lola, Corre", "Heaven - Por Amor") Só pelo leque de realizadores já se espera um filme surpreendente. Este filme é inspirado no best-seller do escritor inglês David Mitchell, publicado em 2004. A Editorial Presença lançou no passado dia 20 de Novembro a tradução em português. 
Na tela poderemos ver grandes nomes como Tom Hanks, Halle Berry e Hugh Grant, protagonistas do filme.  Antes de ver o filme aconselho a leitura do livro. Se tal não for possível não deixem de o ler mais tarde e não percam o filme nas salas de cinema. 
Leiam o livro e vejam o filme!

Sinopse do filme
"Uma história de amor que se desdobra em vários lugares no tempo, durante um período de 500 anos. Personagens conhecem-se, separam-se e voltam a reunir-se em vários ciclos de nascimento e morte. Todas as suas acções e escolhas se interligam e vão ter implicações no passado, presente e futuro. Uma alma é moldada a partir de um assassino e transformada em herói. Cada gesto de bondade é replicado através dos séculos até se tornar em algo inesperado que pode inspirar revoluções, independentemente do espaço ou do tempo, seja no século XIX ou num futuro longínquo." (Informação retirada do site do Cinecartaz)

Trailer do filme


Mais informações sobre o livro aqui.






quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Histórias de Pontuar de Suzana Ramos, Marta Neto - Novidade Dinalivro


Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 40
Editor: Dinalivro
ISBN: 9789725766156
PVP: 15,00€
Público-alvo: Crianças a partir dos sete anos, pais, educadores e professores.


Sinopse
Era uma vez uma história com sinais de pontuação sobre uma outra história que nem sequer um sinal de pontuação tinha. Por causa disso mesmo, mas também por outras razões que agora não vêm ao caso, a vírgula Virgulina, que anda sempre assombrada pela inquietação, três reticências apaixonadas por um ponto de exclamação com uma grande crise de identidade, um ponto de interrogação com uma veia filosófica que faz de narrador perguntador, entre outros sinais de pontuação, decidem mostrar a sua perplexidade e indignação. Por isso, numa certa noite, todos se reuniram clandestina e pontualmente na Biblioteca Nacional, para porem um ponto final nos atropelos de que se sentem vítimas e também nos pontapés que enchem de nódoas negras a Dona Gramática. Depois das queixas e das acusações, vieram as deliberações, mas não as podemos divulgar aqui por manifesta falta de aspas. Em Histórias de Pontuar, o texto de Suzana Ramos e as ilustrações de Marta Neto complementam-se num livro onde o sentido de humor convive com muitos jogos de linguagem bem como com a necessidade de colocar rigorosamente personagens improváveis no seu devido lugar.

Sobre a autora 
Suzana Ramos nasceu em Moçambique. É licenciada em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde concluiu o mestrado em Estudos Americanos, variante de Literatura e Cinema. Investigadora do Centro de Estudos Anglísticos da mesma instituição, trabalha numa editora. Publicou O Tamanho da Minha Altura (Assírio Alvim, 2009), livro vencedor do Prémio Literário Maria Rosa Colaço 2007, e vários textos ensaísticos. 

Sobre a ilustradora  
Marta Neto nasceu no Porto. É professora, cenógrafa e ilustradora. Estudou Cenografia no Central Saint Martins, em Londres, e Design de Comunicação na Faculdade de Belas Artes de Lisboa, onde também concluiu o mestrado em Desenho. Fez parte da equipa de construção plástica do filme de animação A Suspeita, de José Miguel Ribeiro, e trabalhou no Centro Cultural Malaposta. Ao longo dos últimos anos, desenvolveu inúmeros trabalhos de cenografia para teatros, bibliotecas e casinos e ilustrou vários livros para diversas editoras, entre eles O Tamanho da Minha Altura (Assírio Alvim, 2009), bem como para a coleção do jornal Expresso concebida pela Zero a Oito.





Se eu fosse um livro...




terça-feira, 27 de novembro de 2012

Marketá Lazarová de Vladislav Vancura - Novidade Quidnovi


Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 152
Editor: Quidnovi
ISBN: 9789895549443
PVP: 13,99€

Sinopse
A bela Marketá Lazarová, uma jovem pia e de coração humilde, filha mais nova do bandido Lazar, é raptada por Mikolas, descendente de Kozlík, impetuoso líder de uma temível família de salteadores de estrada, rival de Lazar. A rapariga renuncia a Deus e à família e perde-se de amores pelo seu raptor, envolvendo-se numa guerra sangrenta que vai espalhando a morte e a desgraça à sua volta. Marketá Lazarová, tida como a obra maior de Vladislav Vancura, é a prova de que os grandes amores não precisam de ser amores-perfeitos.
Nesta espécie de poema épico moderno, em que o amor e a morte são duas faces da mesma moeda, Vancura eleva a um patamar superior o culto da palavra e a arte estilística, o que resulta numa narrativa fascinante, que, não sendo fácil, nos prende desde o primeiro momento.
Marketá Lazarová foi adaptado para o cinema em 1967, sendo considerado por muitos o maior filme checo de todos os tempos.

Vladislav Vancura (1891-1942) foi médico, novelista, contista, cronista, dramaturgo, guionista e ensaísta. O «poeta da ficção» – como era apelidado – lutou incansavelmente contra o nazismo, tendo morrido às mãos da Gestapo durante a ocupação nazi da República Checa. Tido como um dos grandes artífices da literatura checa moderna e um dos maiores escritores europeus da sua época, tornou-se conhecido com Marketá Lazarová, uma novela histórica inspirada nos seus antepassados, cavaleiros da nobreza rural checa, publicada pela primeira vez em 1931 e que depressa se transformou num bestseller.  




O Poder dos Livros


segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Predestinado (A Ordem das Trevas nº 1) de Philippa Gregory - Novidade Civilização


Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 312
Editor: Livraria Civilização Editora
ISBN: 9789722635790
PVP: 10,99 €

Sinopse
Estamos em 1453 e todos os sinais apontam para que o fim do mundo esteja iminente. Acusado de heresia e expulso do seu mosteiro, Luca Vero, um atraente jovem de 17 anos, é recrutado por um misterioso estranho para registar o fim dos tempos por toda a Europa.
Obedecendo a ordens seladas, Luca é enviado a cartografar os medos da Cristandade e a viajar até à fronteira do bem e do mal. Isolde, de 17 anos, abadessa, está presa num convento para impedir que reclame a sua enorme herança. Quando as freiras ao seu cuidado enlouquecem com estranhas visões, sonambulismo e exibindo estigmas, Luca é enviado para investigar e todas as provas incriminam Isolde. No pátio do convento constrói-se uma pira para a queimar por bruxaria. Forçados a enfrentar os maiores medos do mundo medieval – magia negra, lobisomens, loucura – Luca e Isolde embarcam numa busca pela verdade, pelo seu próprio destino e até pelo amor, enquanto percorrem os caminhos desconhecidos até à personagem histórica real que defende as fronteiras da Cristandade e detém os segredos da Ordem das Trevas.

Philippa Gregory nasceu no Quénia em 1954, mas mudou-se com a família para Bristol, na Inglaterra, quando tinha dois anos. Frequentou a Universidade de Sussex, onde um curso de Iniciação à História viria a mudar a sua vida. Até hoje já publicou 24 livros - muitos deles bestsellers. Philippa Gregory é doutorada em Literatura do Século XVII pela Universidade de Edimburgo e os seus romances reflectem uma pesquisa e um pormenor histórico meticulosos. O seu período favorito da História é a época Tudor, sobre a qual já escreveu vários romances, alguns dos quais foram adaptados pela BBC a dramas históricos.  



Rifão, Anexim, Provérbio



"Não se pode julgar um livro pela capa"

domingo, 25 de novembro de 2012

O Vale do Terror de Arthur Conan Doyle - Novidade 11 X 17



Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 256
Editor: 11 X 17
ISBN: 9789722525350
PVP: 7,00€

Sinopse
Sherlock Holmes e o Dr. Watson recebem uma carta encriptada, remetida por um indivíduo cujo pseudónimo é Fred Porlock, um informador que faz parte da rede criminosa do Professor Moriarty, o maior inimigo de Holmes.
Holmes apressa-se a decifrar a carta e faz uma descoberta inquietante: a missiva serve para avisá-lo que John Douglas, o senhor de Birlstone House, no Sussex, será assassinado. E o mistério adensa-se quanto o inspetor MacDonald da Scotland Yard aparece em casa de Holmes e vê a mensagem: é que de facto John Douglas apareceu morto tal como previsto na carta. É então que os três homens partem para o Sussex para investigar o crime. Com o rosto desfeito a torná-lo irreconhecível, o cadáver tem, contudo, uma estranha marca no braço: um círculo com um triângulo no interior. O que significará esse símbolo? E que quererá dizer a estranha mensagem deixada pelo assassino? Estará Moriarty por trás do crime? 

Arthur Conan Doyle, médico e escritor escocês, nasceu a 22 de maio de 1859, em Edimburgo, e faleceu a 7 de julho de 1930. Notável contador de histórias, que concebia com grande poder imaginativo, tornou-se extremamente popular a partir da publicação da primeira aventura do detetive Sherlock Holmes, em 1887. Seguiram-se dezenas de histórias com Holmes como protagonista. Para além destas obras, Doyle publicou também narrativas históricas (como The White Company) e de ficção científica (como The Lost World).

sábado, 24 de novembro de 2012

O Rio da Amargura (O Diário de Mercedes) de Eurico Figueiredo - Divulgação Bizâncio


Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 160
Editor: Bizâncio
ISBN: 9789725305119
PVP: 12,50€

Sinopse:
Repleto dos sons, sabores, cores e paisagens do Douro, O Rio da Amargura prende-nos do princípio ao fim. Acompanhamos as aventuras e desventuras de Mercedes com a mesma intensidade com que a protagonista as viveu, da sua paixão pelo Douro, das suas descobertas das pequenas e grandes histórias que fizeram a região, até aos seus amores mais ou menos felizes, passando pela sua luta, como produtora do Douro, com as hilariantes e penosas burocracias tão genuinamente portuguesas.

Eurico Figueiredo é Professor Catedrático de Psiquiatria aposentado pela Universidade do Porto. Publicou livros na área de convergência da psicanálise e da psicologia com a cultura e os valores. 
Como Deputado distinguiu-se sobretudo no combate à Lei de Segurança Interna, tornou irrecusável o debate sobre alternativas ao proibicionismo na área da toxicodependência, combateu o Plano Hidrológico Espanhol, foi o primeiro e principal protagonista na luta pela suspensão da barragem de Foz Côa. Fundou o movimento "Portugal Plural", a favor da regionalização, que se evidenciou no debate que precedeu o referendo.
Devido à acção marcante que teve nas lutas estudantis dos anos sessenta, viveu longos anos exilado na Suíça. Foi-lhe concedida a Grã-Cruz da Ordem da Liberdade.

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Livros que dão Filmes


A estrear hoje nas salas de cinema, "As Vantagens de Ser Invisível " (The Perks of Being a Wallflower) é baseado no romance homónimo de Stephen Chbosky, escritor e também realizador do próprio filme. O livro foi editado em 1999 pela MTV. e bem recebido pela critica. Em Portugal o livro apenas se encontra na versão inglesa. 
O filme conta com actores como Logan Lerman, Emma Watson e Ezra Miller nos principais papéis. Dos produtores de "Juno" este filme promete não deixar ninguém indiferente.  
Leiam o livro e vejam o filme!

Sinopse do filme
"Apesar da sua inteligência fora do comum, Charlie (Logan Lerman) tem uma enorme dificuldade em se relacionar com os seus pares. Porém, este início de ano lectivo, está decidido a mudar e a criar laços, mesmo que tenha de lutar contra os seus receios mais profundos. E é assim que conhece Sam (Emma Watson) e Patrick (Ezra Miller), duas pessoas alegres, extrovertidas e com um gosto esfuziante pela vida. Juntos, vão desabrochar para o mundo dos adultos, seguindo o caminho da amizade, do amor e da descoberta da sexualidade." (Informações retiradas do site http://cinecartaz.publico.pt)

Trailer do filme





quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Noite de Reis [A minha Opinião]


Está é sem dúvida uma leitura perfeita para os dias frios mas principalmente para a quadra natalícia.

Li este livro num sopro. Virei as páginas compulsivamente tal era a ânsia de conhecer melhor as personagens  e as suas histórias.

O cenário escolhido por Trisha Ashley para está história não podia ter sido melhor. Little Mummig é uma terra pequena, de gente simpática e que sabe acolher bem os seus visitantes. Mantém bem presente as suas tradições de Natal, não deixando morrer uma parte importante da sua identidade. Old Place será a mansão onde grande parte da história se desenrolará. É também nela que nascem amizades, novos amores, conflitos familiares, revelam-se memórias passadas e escrevesse o futuro. 

É um belo e terno romance natalício. Porque Natal é estar em família, nada melhor do que conhecer a família Martland, que como todas, têm belos momentos juntos mas também têm os seus conflitos. Portanto, é possível nos identificarmos com esta família.

Durante toda a narrativa o leitor é brindado com descrições de fabulosas receitas da chef Holly Brown, a personagem principal. Os seus cozinhados são uma constante presença durante toda a história, o que a torna mais rica e apelativa. Muitas vezes me imaginei a degustar e a cheirar tais iguarias. 

Trisha Ashley também criou bons momentos de humor, para mim pontos altos durante a leitura. Dei por mim muitas vezes a rir e a sorrir. 

A linguagem é simples mas bela, os capítulos são pequenos e a narrativa é rica em diálogos, características que tornam este livro atractivo. 

Não faltam bons motivos para nos apaixonarmos por este romance. É terno, cheio de humor, comovente,  familiar, conflituoso, misterioso, apaixonante. 

Já temos um fabuloso livro de Natal. Agora só falta mesmo nevar.

Boas leituras!  


Passagens favoritas:

"Por uma extraordinária coincidência, o destino conduzira-me ali,mas pensando bem, também é costume dizer-se que a realidade é sempre mais estranha que a ficção." Pág. 127

"É curioso, mas ao crescer, em Merchester, tinha a ideia de que o campo era um local silencioso, porém, à sua maneira, é de uma forma geram barulhento quanto a cidade: as raposas regougam,os grilos estridulam, as ovelhas balem, as vacas mugem, os pássaros cantam, as gralhas crocitam, os tratores roncam... é uma cacafonia!" Pág, 144

"Mas, pensando bem, a vida ensinou-me que compensa sempre escrutinar a embalagem." Pág. 324

"Então inclui-me no teu cardápio e escreve uma receita em que eu figure como prato principal - sugeriu ele." Pág. 466





     


terça-feira, 20 de novembro de 2012

Diz-me Só a Verdade de Luísa Castel-Branco - Novidade Clube do Autor


Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 340
Editor: Clube do Autor
ISBN: 9789897240478
PVP: 16,50€
Disponível a partir de 22-11-2012

Sinopse
Francisca tem quarenta e dois anos, três filhos e um casamento com o seu primeiro amor. Mas a sua vida aparentemente feliz encontra sombras do passado e um presente sem as luzes que sonhara para si.
A vida desta mulher cruza-se com a saga de duas famílias unidas pelo passado e divididas por um presente armadilhado por desejos de vingança e revelações esmagadoras. Entretanto, a chegada de uma carta inesperada denuncia um segredo e muda o destino de Francisca.

Luísa Castel-Branco nasceu em Lisboa em 1954. A sua vida esteve desde sempre ligada à comunicação: começou por colaborar no jornal Semanário e mais tarde fez parte do grupo fundador da revista Máxima.
Foi assessora de imprensa de vários gabinetes ministeriais, criou uma agência de comunicação dedicando-se à área do marketing político.
Em 1999, foi convidada a integrar o projecto CNL, onde começou a sua carreira televisiva. Depois do talk show «Luísa», apresentou o concurso «Dinheiro à Vista» (TVI), seguido de «Emoções Fortes» e «O Elo Mais Fraco» (RTP1). Na SIC Mulher, apresentou «Vícios e Virtudes» e participou ainda em «Eles por Elas».
Depois de em 2001 ter publicado Luísa - o seu primeiro livro - estreou-se no romance com Alma e os Mistérios da Vida, uma obra que convenceu a crítica e conquistou o público. 


O Poder dos Livros



Imagem retirada do site:

domingo, 18 de novembro de 2012

Como um Romance de Daniel Pennac


Um excerto que queria partilhar...

«(…) o melhor que nós lemos, devemo-lo frequentemente a um ser que nos é querido. E é a um ser 
que nos é querido, que primeiro falaremos. E talvez, muito provavelmente, porque o que é intrínseco tanto ao sentimento como ao desejo de ler, consiste em preferir. Amar é doarmos as nossas preferências àqueles que preferimos. E estas partilhas povoam a invisível cidadela da nossa liberdade. Somos habitados por livros amigos.
Quando um ser querido nos dá um livro a ler, é ele que primeiro procuramos nas linhas, os seus gostos, as razões que o levaram a colocar o livro nas nossas mãos, os sinais de fraternidade. Depois, o texto transporta-nos, e esquecemos quem nos levou a mergulhar nele; é nisto exactamente que reside o poder de uma obra, afastar também essa contingência! 
No entanto, os anos passam, e acontece que a evocação do texto recorda-nos a lembrança do outro; alguns títulos transformam-se então em rostos.»


sábado, 17 de novembro de 2012

A Caminhada de Richard Paul Evans - Novidade Saída de Emergência


Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 272
Editor: Saída de Emergência
ISBN: 9789896374655
PVP: 16,96€

Sinopse
Richard Paul Evans, extraordinário recordista de vendas do New York Times está a tornar-se um dos mais inspiradores escritores da atualidade. Um dos mais apreciados do panorama literário mundial. Esta é a história inesquecível de um homem numa jornada — física e espiritual — que muda o rumo da sua vida. O que faria, se perdesse tudo?
Quando Alan Christoffersen, executivo de uma agência de publicidade de Seattle, perde o trabalho, a casa e o amor da sua vida — tudo em simultâneo —, vê-se atraído pelos pensamentos mais negros. No momento em que se prepara para tomar um frasco de comprimidos, algo o incita a viver. Nesse momento, decide iniciar uma caminhada, porém não se trata de um vulgar passeio. Levando consigo apenas o mínimo indispensável, Alan deixa para trás tudo o que lhe era familiar e inicia a viagem até ao ponto mais longínquo que consegue encontrar no mapa: Key West, na Florida. As pessoas que vai encontrando pelo caminho e as lições de vida que estas partilham com ele, salvar-lhe-ão a vida... e inspirarão a sua!

Richard Paul Evans, um antigo executivo de publicidade, escreveu A Arca de Natal para as suas filhas. Encorajado por aqueles que leram a história, Evans publicou o livro numa edição de autor. Vive em Salt Lake City, Utah, com a sua mulher e três filhas.

Críticas de imprensa
«Evans sabe como tocar fundo no nosso coração.» Publisher’s Weekly

«A noção de um homem se aventurar a uma caminhada de uma ponta à outra do país, numa busca espiritual, é bastante intrigante e as páginas passam a correr (...) é uma caminhada que vale a pena acompanhar.« Booklist

«Nicholas Sparks já precisava de concorrência assim.» Publishers Weekly

«Tanto a Hoda como eu deleitámo-nos com a leitura desta obra (...). A caminhada é uma obra maravilhosamente escrita.» Kathy Lee Gifford, apresentadora do programa Today


sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Sugestão para o fim-de-semana

O Crime de Aldeia Velha”, de Bernardo Santareno, peça de teatro que sobe hoje ao palco do Centro Cultural do Cartaxo, encenada por Frederico Corado.



“O Crime de Aldeia Velha”, de Bernardo Santareno 


Baseado em factos verídicos e a partir da obra homónima de Bernardo Santareno, conta a história de Joana, uma rapariga bonita que vive numa pequena aldeia, por entre montes e vales. Joana é apreciada por todos os rapazes que, para disputarem o seu amor, até se chegam a ferir em lutas; e invejada pelas outras mulheres, que sonham ser tão belas quanto ela. Contudo, todos acreditam que Joana está possuída pelo Diabo e, concordam em queimá-la viva. No entanto, este não foi o procedimento mais correcto e quando dão por isso todos terão que enfrentar as consequências…

Estreia a 16 de Novembro!

16, 17, 18 e 19 Novembro • Sexta, Sábado, Domingo e Segunda
21h30 (dias 16, 17 e 19) e 17h00 (dia 18)
bilhetes: 3,5€ / M12

Um bom livro!


Cloud Atlas – Atlas das Nuvens de David Mitchell - Novidade Presença


Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 592
Editor: Editorial Presença
ISBN: 9789722349161
PVP: 19,90€
Disponível a partir de 20-11-2012


Sinopse
Seis vidas entrecruzadas - uma aventura extraordinária. Numa narrativa que dá a volta ao mundo e se estende desde o século XIX até a um futuro pós-apocalíptico, David Mitchell derruba as fronteiras do tempo, dos géneros literários e da linguagem para nos proporcionar uma visão arrebatadora da perigosa ânsia da humanidade pelo poder e até onde ela nos pode levar.


Perfect Library!


quinta-feira, 15 de novembro de 2012

O Tempo dos Milagres [A minha Opinião]



"Parece-me, agora, que o abrandamento desencadeou outras mudanças, menos visíveis de início, mas mais profundas. Desfez certas trajetórias mais subtis: os caminhos das amizades, por exemplo, os caminhos para perto e para longe do amor. mas quem sou eu para dizer que o curso da minha infância já não estava estabelecido, muito antes do abrandamento? Talvez a minha adolescência fosse apenas uma adolescência normal, algo contundente, vulgarmente contundente." Pág. 37

Uma catástrofe invisível irá abater-se sobre o planeta Terra e é sobre as consequências inimagináveis,   devastadoras e desconhecidas que iremos ler em O Tempo dos Milagre.

É assustadoramente plausível a história que nos é apresentada por Karen Thompson Walker. Vivemos aterrorizados com o futuro do planeta e o que nos poderá acontecer. Nesta narrativa conheci algumas das consequência, mesmo hipotéticas, caso houvesse um abrandamento da rotatividade do planeta. Poderiam os nossos dias transformarem-se em semanas? Seria o fim do planeta algo idêntico ao apresentado no livro?
  
A escritora conseguiu de forma surpreendente contar uma história com a qual me identifiquei. Apesar da história ser narrada por uma adolescente de 11 anos, Julia, senti-me muito próxima da personagem.

Sofri e sorri durante toda esta história com a pequena Julia. Apesar da pouca idade e de uma adolescência difícil, enfrentou a catástrofe com mais coragem que muitos adultos. 

O ritmo da narrativa é estonteante. A autora vai apresentando os factos e consequência da catástrofe de forma imaginativa e admissível, o que me assustou ainda mais. 

O leitor vê-se confrontado com uma história que apesar de ficcional é terrivelmente inquietante.

Comovi-me muito com o nascer e crescer da relação de Seth e Julia, sem dúvida, personagens que marcam o leitor apesar de ainda terem vivido tão pouco. Sorri muitas vezes com a sua inocência e surpreendi-me com a sua maturidade.

Este será sem dúvida um livro que não irei esquecer tão cedo. É sem dúvida uma história comovente e impressionante.

Ficarei a aguardar com expectativa o próximo livro da Karen Thompson Walker.

Espero ter conseguido colocar em palavras as emoções que o livro me despertou. Se não foi bem sucedida, espero que vos tenha pelo menos despertado a curiosidade.


Não Deixes Que Me Levem de Catherine Ryan Hyde - Novidade Publicações Europa-América



Título: Não Deixes Que Me Levem
Autora: Catherine Ryan Hyde
Colecção: Contemporânea
ISBN: 978-972-1-06185-9
Preço: 22.26€
Pp.: 312

Sinopse
E se abandonar a sua mãe… for a única forma de a salvar?

«Lembras-te de me dizer que conseguirias sempre encontrar-me? Bem, nunca te esqueças disso. Por favor.»

GRACE
Grace é uma menina de dez anos que sabe que é amada pela mãe. Mas a mãe também ama as drogas. Grace não conseguirá evitar por muito mais tempo as ameaças da «senhora dos Serviços Sociais», que a quer colocar numa instituição. A sua única esperança é…

BILLY
Billy Shine é um adulto que não sai do seu apartamento há anos. Tem muito medo das pessoas. E assim, dia após dia, leva uma vida perfeitamente planificada e silenciosa dentro de sua casa. Até agora…

O PLANO
Grace invade a vida de Billy com uma voz bem alta e um plano para libertar a mãe daquele martírio. Mas não será fácil, pois para salvar a mãe terão de arrancar-lhe a única coisa de que ela realmente precisa: Grace.

Catherine Ryan Hyde é autora de vários best-sellers, entre os quais se destaca Favores em Cadeia, livro que contou com uma adaptação cinematográfica, protagonizada por Kevin Spacey e Helen Hunt. Depois de mais um sucesso com Coração em Segunda Mão, a autora deslumbra-nos agora com uma visão terna do amor e da humanidade que nos une, neste livro comovente.

Mais informações sobre o livro aqui.



The Killing – Crónica de um Assassínio Vol. 1 de David Hewson - Novidade Publicações D. Quixote


Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 480
Editor: Publicações D. Quixote
ISBN: 9789722051019
PVP: 19,90€


Sinopse: 
Sarah Lund está a acabar o seu último dia como detetive no departamento da Polícia de Copenhaga antes de partir com o filho adolescente para a Suécia onde vai viver com o namorado. Mas tudo muda quando Nanna Birk Larsen, uma estudante de dezanove anos, é encontrada morta nos bosques em redor da cidade com sinais evidentes de ter sido brutalmente agredida e violada. Os planos de Lund para deixar o país vão sendo adiados à medida que a investigação com o seu colega, o detective Jan Meyer, se torna cada vez mais complexa. Enquanto a família de Nanna tenta conviver com a sua perda, o carismático político Troels Hartmann está em plena campanha eleitoral para a presidência da Câmara Municipal de Copenhaga. Quando as ligações entre a Câmara e o assassínio se tornam conhecidas, o caso toma uma direção completamente diferente. Ao longo de vinte dias, os suspeitos sucedem-se enquanto a violência e a intriga política estendem a sua sombra sobre a investigação. Baseado no argumento de Søren Sveistrup para a série de televisão com o mesmo nome, David Hewson transformou um enorme êxito televisivo num sucesso literário. Os dois volumes publicados pela Dom Quixote correspondem à primeira temporada da série.

David Hewson nasceu em Yorkshire, Inglaterra, em 1953.
Aos dezassete anos, deixou os estudos e começou a trabalhar como jornalista num pequeno jornal. Desde então colaborou em jornais como Times, Independent ou Sunday Times. Em 2005, abandonou o jornalismo para se dedicar por inteiro à escrita. Dos seus livros destacam-se: "Semana Santa" (1996; Prémio WH Smith Fresh Talent), "Epiphany" (1997), "The Promised Land" (2006), "Native Rites" (1999), "A Season for the Dead" (2003), "The Villa of Mysteries" (2004), "The Sacred Cut" (2005), "The Garden of Evil" (2007) e "The Seventh Sacrament" (2008; Prémio Audible Sound of Crime).
Os seus livros estão traduzidos em várias línguas.



Perseguição Escaldante de Janet Evanovich - Novidade Topseller


Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 312
Editor: TopSeller
ISBN: 9789898626028
PVP: 16,49€

Sinopse
Em New Jersey, os cadáveres surgem em catadupa. Ninguém sabe quem é o assassino em série nem o motivo por que anda a matar, mas o nome de Stephanie Plum, a caçadora de recompensas, está na lista do homicida.
Stephanie corre contra o tempo para descobrir o que se passa, mas tem ainda de enfrentar outras complicações na sua vida. A sua família e amigos insistem que chegou o momento de escolher entre o seu eterno namorado, o detetive Joe Morelli, e o rebelde mas sedutor Ranger, dono de uma empresa de segurança. E a sua mãe está apostada em juntá-la com Dave, uma ex-estrela do futebol americano. Com um assassino implacável no seu encalço, um punhado de homens sedutores e fogosos atrás de si, e assombrada por uma lista de faltosos a tribunal que incluem um urso bailarino e um vampiro de idade já avançada, a vida de Stephanie parece prestes a entrar em brasa.
Perseguição Escaldante é um policial divertido e autêntico, que vai arrancar muitas e muitas gargalhadas.

Janet Evanovich é a autora de policiais mais vendida em todo o mundo e a escritora mais bem-sucedida atualmente (fonte: Forbes), com 75 milhões de livros vendidos. Os policiais da série Stephanie Plum são bestsellers consecutivos do New York Times. Em 2013, a Topseller iniciará a publicação de duas outras séries da autora: Lizzy & Diesel, cujos livros se tornaram também  bestsellers do  New York Times, e uma nova coleção desenvolvida em co-autoria com o escritor Lee Goldberg.

Críticas de imprensa
«As personagens de Janet Evanovich são obras de arte divertidas e modernas… As intrigas complexas e cómicas das suas personagens são alimentadas por reviravoltas absolutamente inventivas e inovadoras.» The New York Times

«Recheados de audácia, humor e pura criatividade, os livros de Janet Evanovich, em particular a série Stephanie Plum, são realmente divertidos!» The Washington Post

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Portugueses Pelo Mundo de Vários - Novidade Marcador


Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 244
Editor: Marcador
ISBN: 9789898470676
PVP: 17,50€
Disponível a partir de 20-11-2012

Sinopse
Neste livro vai perceber como realmente não só descobrimos metade dos continentes como também continuamos a povoá-los.
Por todos os cantos, desde Cabo Verde, a Buenos Aires, passando por Banguecoque, Jerusalém ou até mesmo Moscovo até Sidney há portugueses que decidiram mudar a sua vida e abraçar uma outra nacionalidade em busca simplesmente de uma aventura ou de uma oportunidade.
Histórias que se entrelaçam, vidas que se cruzam, países mais ou menos distantes com mais ou menos sol, mas todos têm em comum a presença de Portugueses.
Aqui encontra os seus testemunhos, as suas sugestões, as suas dicas para tal como eles, tentar uma vida fora de fronteiras. 
                                  


Um Homem Inquieto de Henning Mankell - Novidade Editorial Presença


Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 480
Editor: Editorial Presença
ISBN: 9789722349192
Coleção: O fio da Navalha
PVP: 22,20€
Disponível a partir de 20-11-2012    

Sinopse
Kurt Wallander nunca foi o género de homem que se sente muito à vontade em eventos sociais, mas algo na festa do 75.º aniversário de Håkan von Enke, um antigo oficial da Marinha, o deixa mais desconfortável. O aniversariante parece inquieto e desejoso de lhe falar de um episódio da sua carreira que, passados quase trinta anos, permanece envolto em mistério. Quando três meses mais tarde Håkan desaparece sem deixar rasto, Wallander não pode deixar de se interrogar se naquela noite ele não estaria a tentar dizer-lhe algo... 

Henning Mankell nasceu em Estocolmo, no ano de 1948. Durante muito tempo foi dramaturgo e director de teatro. Actualmente é o Director do Teatro Avenida em Maputo, Moçambique. Desde 1990 que consagrou a sua obra literária aos policiais encabeçados por Kurt Wallander, tendo, até ao momento, uma série de oito livros publicados. Em Kurt Wallander, Henning Mankell procurou recriar um policia "à moda antiga" que tenta, a todo o custo, lutar contra uma Suécia moderna em que imperam ideias racistas e de extrema violência. Através de uma mistura única entre o Noir americano e a melancolia existencial comum aos europeus, Mankell descreve um mundo onde o crime é solucionado através de inspiração pura ou por simples trabalho enfadonho, e onde o espectro da nossa própria mortalidade é uma condição intrínseca e incontornável para cada um de nós.                             


terça-feira, 13 de novembro de 2012

O Poder dos Livros




Imagem retirada do site:
http://fineartamerica.com/featured/power-of-books-gualtiero-boffi.html

Gigi de Collette - Novidade A Sangue Frio Editores




Editora: A Sangue Frio Editores
Páginas: 144
Preço s/IVA: 15,99 €
Preço c/IVA: 16,95 €
ISBN: 978-989-97855-0-2


Sinopse
Exemplo do fôlego literário de Colette e da sua capacidade de condensar – em poucas páginas – toda a complexidade de um universo ficcional autónomo, este livro emparelha dois contos da autora (A Senhora do Fotógrafo e O Menino Doente) com a novela que a consagrou: Gigi. História de uma adolescente cuidadosamente moldada para transformar em profissão a arte de bem seduzir o sexo masculino, Gigi foi também musical, filme e série de televisão, tendo sido responsável pela ida de Audrey Hepburn para a Broadway ou pelos 9 Óscares que coroaram a carreira de Vincente Minnelli. A par da riqueza estilística de Colette e do impacto transversal destes seus três trabalhos (O Menino Doente deu, por exemplo, origem à ópera L'enfant et les sortilèges, de Ravel), a presente edição propõe ao leitor uma tradução de excelência, assinada pelo Prémio Nobel da Literatura José Saramago.

Sobre a autora
Nascida a 28 de janeiro de 1873 em Saint-Sauveur-en-Puisaye, na Borgonha francesa, Sidonie-Gabrielle herda da mãe o gosto pela liberdade e a irreverência perante as convenções sociais, pedindo emprestado ao pai – o capitão Colette – o futuro pseudónimo artístico. Ao primeiro marido, com quem casou aos 20 anos, deve a entrada nos salões parisienses da Belle Époque e o incentivo sempre insistente que a conduziu à escrita. Depois da passagem pelos palcos do Moulin Rouge e do escândalo das suas amizades femininas, um novo casamento coincide com a chegada de Colette ao mundo do jornalismo e com o êxito crescente que passa a acompanhar a publicação das suas obras. Acolhida por unanimidade no seio da Académie Goncourt, instituição de que viria a ser presidente, a autora combate, desde 1943, uma artrose que a imobilizará, ao mesmo tempo que usufrui das regalias do reconhecimento internacional. Após a morte, em 1954, torna-se a primeira mulher a receber honras oficiais no seu funeral, embora a Igreja Católica lhe recuse um enterro religioso.



Senhor Monstro de Dan Wells - Novidade Contraponto


Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 264
Editor: Edições Contraponto
ISBN: 9789896661229
PVP: 16,60€
Disponível a partir de 16-11-2012  

Sinopse
Em Não Sou Um Serial Killer, ficámos a conhecer John Wayne Cleaver, um rapaz bem-comportado, tímido, reservado (e obcecado com a morte, mais especificamente com homicídios), que salvou a sua cidade de um assassino ainda mais aterrador que os serial killers que estuda obsessivamente. 
No entanto, como rapidamente descobre, até os demónios têm amigos, e o desaparecimento daquele que John matou atraiu outro monstro ao condado de Clayton. As suas vítimas vão aparecendo na casa mortuária onde John trabalha, e ele tenta resolver o mistério, uma vez mais. Desta vez, contudo, há uma diferença: John já provou o sabor da morte, e a parte mais escura da sua personalidade pode descontrolar-se, com consequências imprevisíveis mas muito perigosas. 
Ninguém em Clayton estará seguro se John não conseguir derrotar estes dois adversários tremendos: o demónio desconhecido que tem de caçar, e o seu próprio demónio interior - a criatura sedenta de sangue a que ele chama «Senhor Monstro»…   

Dan Wells nasceu no Utah, nos EUA, em 1977. Os pais eram leitores ávidos e apreciadores de ficção científica e fantástica; Dan viu A Guerra das Estrelas aos quatro meses de idade e o pai leu-lhe O Hobbit aos seis anos. Foi então que decidiu ser escritor e passou grande parte da juventude a ler, a escrever e a aprender tudo o que conseguia acerca de Literatura - de Victor Hugo a Tolkien, de Dostoiévski a Neil Gaiman. Viajou bastante, trabalhou como copywriter para publicidade e escreveu críticas de videojogos e de ficção científica para publicações especializadas. Vive no Utah, com a mulher e os filhos, e dedica-se à escrita e aos videojogos com igual fervor.                             


segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Dentro do Segredo Uma viagem na Coreia do Norte de José Luís Peixoto - Novidade Quetzal


Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 304
Editor: Quetzal
ISBN: 9789897220609
PVP: 17,70€
Disponível a partir de 16-11-2012

Sinopse
Desde o interior da ditadura mais repressiva do mundo, desde um país coberto por absoluto isolamento, Dentro do Segredo. Em abril de 2012, José Luís Peixoto foi um espectador privilegiado nas exuberantes comemorações do centenário do nascimento de Kim Il-sung, em Pyongyang, na Coreia do Norte.
Também nessa ocasião, participou na viagem mais extensa e longa que o governo norte-coreano autorizou nos últimos anos, tendo passado por todos os pontos simbólicos do país e do regime, mas também por algumas cidades e lugares que não recebiam visitantes estrangeiros há mais de sessenta anos.
A surpreendente estreia de José Luís Peixoto na literatura de viagens leva-nos através de um olhar inédito e fascinante ao quotidiano da sociedade mais fechada do mundo. Repleto de episódios memoráveis, num tom pessoal que chega a transcender o próprio género, Dentro do Segredo é um relato sobre o outro que, ao mesmo tempo, inevitavelmente, revela muito sobre nós próprios.

José Luís Peixoto nasceu em 1974, em Galveias, concelho de Ponte de Sôr (Portalegre). É licenciado em Línguas e Literaturas Modernas (Inglês e Alemão) pela Universidade Nova de Lisboa. Publicou, durante vários anos, textos de poesia e prosa no suplemento DN Jovem. Foi, durante alguns anos, professor do ensino secundário, tendo dado aulas na Lousã, em Oliveira do Hospital e na Cidade da Praia, em Cabo Verde.
Vencedor do Prémio Jovens Criadores do Instituto Português da Juventude nos anos de 1998 e 2000, tinha já publicado, antes de Nenhum Olhar, vários conjuntos de poemas, nos cadernos Átis, e a ficção breve Morreste-me, dada à estampa em Maio de 2000, numa edição de autor rapidamente esgotada.
Em Outubro de 2000 publicou, na Temas e Debates, o seu primeiro romance, Nenhum Olhar, que lhe valeu de imediato um largo reconhecimento da crítica, plenamente confirmado com o facto de ter vencido, no ano seguinte o Prémio José Saramago, da Fundação Círculo de Leitores, e foi considerado finalista para a atribuição de dois dos mais importantes prémios literários desse mesmo ano: o Grande Prémio de Romance e Novela da APE e o Prémio do Pen Club.
Foram estes dois livros que, já traduzidos em quatro línguas e em negociação para várias outras, lhe garantiram o lugar que hoje ocupa como um dos jovens romancistas de maior destaque na Europa.
O livro de poesia A Criança em Ruínas, lançado em 2001 e com edições sucessivas, constituiu um novo êxito de público e de crítica.
O lançamento de Uma Casa na Escuridão (romance) e de A Casa, a Escuridão (poemas), feito em simultâneo em Outubro de 2002, é outro marco importante no percurso do autor, pela originalidade de uma ficção e de um livro de poemas que remetem para um mesmo e fortíssimo universo ficcional.
Tendo representado Portugal em diversos eventos literários internacionais (Paris, Madrid, Frankfurt, Zagreb, entre outros), foi em 2002 o primeiro autor português convidado para a residência de escritores na Ledig House, em Nova Iorque.
É colaborador regular de vários jornais e revistas como o DNA (Diário de Notícias), e o Jornal de Letras.


domingo, 11 de novembro de 2012

Provérbios de São Martinho

Por S. Martinho semeia fava e o linho.

Se o Inverno não erra o caminho, tê-lo-ei pelo S. Martinho.

Se queres pasmar o teu vizinho, lavra, sacha e esterca pelo S. Martinho.

No dia de S. Martinho, vai à adega e prova o vinho.

No dia de S. Martinho, castanhas, pão e vinho.

No dia de S. Martinho com duas castanhas se faz um magustinho.

Dia de S. Martinho, lume, castanhas e vinho.

Pelo S. Martinho, todo o mosto é bom vinho

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Livros que dão Filmes

Estreia hoje nas salas de cinema um filme português que não podem perder, Aristides de Sousa Mendes, o Cônsul de Bordéus. Este filme retrata a coragem e determinação de Aristides de Sousa Mendes, um homem que salvou milhares de pessoas dos campos de concentração nazis. Arriscou a sua vida e a da sua família por esta causa. Na grande tela o actor Vítor Norte da vida a este grande homem. Em Portugal encontram-se publicados vários livros sobre Aristides de Sousa Mendes que vale a pena serem lidos.
Prontos para mais uma sessão de cinema?
Vejam o filme e leiam um livro sobre Aristides de Sousa Mendes!   



Sinopse
Em Julho de 1885 nascem César e Aristides, dois gémeos de temperamentos diametralmente opostos. Aristides era tão extravagante quanto o seu irmão discreto e cumpridor. Entusiasta, generoso e aventureiro seguiu a carreira diplomática, e encontrava-se em Bordéus num tempo em que o nazismo lançara já a sua sombra sobre a Europa e o Mundo, enquanto Salazar jogava habilmente com a neutralidade. Multidões esperavam junto ao consulado para escapar ao Holocausto. Emanavam ordens do governo português para limitar a concessão de vistos, tanto mais que as tropas alemãs se aproximavam, mas Aristides assinava, dia e noite, correndo contra o tempo, obedecendo a imperativos mais altos.   

Trailer do Filme    

      

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

A Vida de Pi de Yann Martel - Relançamento Presença


Coleção: Grandes Narrativas
Nº na Coleção: 489
Data 1ª Edição: 18/01/2011
Nº de Edição: 10ª
ISBN: 978-972-23-4487-6
Nº de Páginas: 328
PVP: 17,90 €

Já considerado uma das mais extraordinárias criações literárias da última década, A Vida de Pi é um livro mágico, onde o real e absurdo se misturam numa história intemporal.

Sinopse
Filho do administrador do jardim zoológico de Pondicherry, na Índia, Pi Patel possui um conhecimento enciclopédico sobre animais e uma visão da vida muito peculiar. Quando Pi tem dezasseis anos, a família emigra para a América do Norte num navio cargueiro juntamente com os habitantes do zoo. Porém, o navio afunda-se e Pi vê-se na imensidão do Pacífico, a bordo de um salva-vidas, acompanhado de uma hiena, um orangotango, uma zebra ferida e um tigre de Bengala.

Yann Martel nasceu em Espanha, em 1963, tendo-se naturalizado canadiano. Estudou Filosofia na Universidade de Trent, no Canadá, viajou muito e teve diversos empregos antes de começar a escrever. A Vida de Pi, publicado em mais de 40 países, valeu-lhe o Man Booker Prize de 2002, entre outros prémios, e figurou como bestseller do New York Times durante mais de um ano. A Presença publicou também nesta coleção o romance Beatriz e Virgílio, o mais recente do autor. Yann Martel vive em Montreal.




Palmeiras na Neve de Luz Gabás - Novidade Marcador


Data 1ª Edição: 06/11/2012
Nº de Edição:
ISBN: 978-989-84-7058-4
Nº de Páginas: 516
PVP: 19,95 €


Um magistral relato que recupera as nossas raízes coloniais aliado a uma comovente e extraordinária história de amor proibido.

Sinopse
Estamos no ano de 1953 e Kilian abandona a neve da montanha para iniciar com o seu irmão Jacobo uma viagem apenas de ida para uma terra desconhecida, longínqua e exótica. Nas entranhas deste exuberante e sedutor território, espera-os o seu Pai, um veterano que trabalha na fazenda de Sampaka, o lugar onde se cultiva e tosta um dos melhores cacaus do mundo.
Os jovens irmãos descobrem os encantos de uma vida social na colónia e trabalham o cacau com afinco e esforço para conseguir as melhores colheitas, conhecem o significado da amizade, da paixão, do amor, do ódio. Mas um deles irá cruzar uma linha proibida e invisível ao apaixonar-se perdidamente por uma nativa.
Esse amor pulsante e urgente, marcado pelas circunstâncias históricas, irá mudar para sempre o rumo das suas vidas.

Luz Gabás nasceu em 1968 em Mozón (Huesca). Os melhores momentos da sua infância e juventude foram entre a terra onde vivia a sua família paterna (Cerler, no vale de Benasque) e a terra da sua família materna (Serrate, no vale de Lierp). Depois de viver um ano em San Luis Obispo (Califórnia), estudou em Saragoça, onde se licenciou em Filologia Inglesa e conseguiu mais tarde ocupar o lugar de professora universitária. Durante anos aliou a docência universitária ao trabalho de tradutora, à publicação de artigos e à investigação em literatura e linguística, e participou ainda em projetos culturais, teatrais e de cinema independente. Desde 2007 vive na vila de Anciles, cerca de Benasque (situado nos Pirenéus espanhóis), onde se dedica, entre outras coisas, a escrever. A cozinha é a divisão mais acolhedora da sua casa, onde se dedica a reproduzir sabores da sua terra natal, aos quais acrescenta alguns salpicos bem portugueses.






terça-feira, 6 de novembro de 2012

A minha história com Bob de James Bowen - Novidade Porto Editora


Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 224
Editor: Porto Editora
ISBN: 978-972-0-04582-9
PVP: 15,50€
Disponível a partir de 06-11-2012 

Sinopse 
Quando James Bowen encontra um gato alaranjado no prédio onde vive, não faz ideia do quanto a sua vida irá mudar. Lutando por sobreviver como músico de rua na cidade de Londres, a última coisa de que precisa é um animal de estimação. No entanto, incapaz de resistir ao animal doente, acolhe-o em sua casa. Quando Bob recupera a saúde, James deixa-o à porta do prédio, imaginando que nunca mais o voltará a ver. Todavia, Bob tinha outros planos. Dentro de pouco tempo, os dois tornam-se inseparáveis e as muitas aventuras que irão viver transformarão para sempre as suas vidas, curando lentamente as cicatrizes do passado atribulado de ambos. Esta é a história de uma amizade improvável e de como um gato vadio irá ajudar um homem a recuperar a sua autoestima e dar-lhe uma nova esperança quando o resto do mundo lhe parecia ter fechado as portas.

James Bowen é um músico de rua de Londres. Encontrou Bob, o gato, em 2007, e são inseparáveis desde então.
Leia as últimas novidades e histórias de James e Bob em www.hodder.co.uk e no Twitter de Bob: @streetcatbob

Críticas de imprensa
"A  minha  história com Bob é um relato comovedor que fala de amizade, amor e  busca da felicidade. Uma mensagem de esperança que toca não só os corações de todos os amantes de gatos, mas também o de todos os que, por um motivo ou outro, alguma vez se encontraram perdidos, sós e à margem, seja materialmente seja espiritualmente."  LetterMagazine 




                                


O Confidente de Hitler de Peter Conradi - Novidade Matéria Prima


Edição/reimpressão: 2012
Editor: Matéria Prima
ISBN: 9789898461513
PVP: 19,50€
Disponível a partir de 22-11-2012 

Sinopse
A incrível história de Ernst Hanfstaengl, o homem que foi confidente de Hitler e que, mais tarde, viria a colaborar com as forças norte-americanas.
Com acesso a documentação até então privada, Peter Conradi consegue levar-nos ao convívio íntimo com Adolf Hitler e com os seus colaboradores mais próximos.

Peter Conradi autor de O Discurso do Rei.


segunda-feira, 5 de novembro de 2012

O Último Dia de um Amor Eterno de Francisco Goldman - Novidade Matéria-Prima


Edição/reimpressão: 2012
Editor: Matéria Prima
ISBN: 9789898461339
Nº Páginas: 360
PVP: 18,50€
Disponível a partir de 08-11-2012 


Vencedor do Prémio Femina para livro estrangeiro em 2011 e eleito o melhor livro de 2011 pelo New York Times e pelo Guardian.

Sinopse
Francisco Goldman era um homem sem sorte no amor e avesso a compromissos: a escrita bastava-lhe para viver. Até conhecer Aura Estrada, uma belíssima mulher e brilhante estudante de literatura.
A paixão de Aura pela vida e pela literatura preencheram o vazio existente na vida de Francisco. Casaram no Verão de 2005, no México.
O arrebatamento com que ambos encaravam a vida e o gosto pelo inesperado faziam prever uma longa vida juntos. Mas, em 2007, a dois meses de completarem dois anos de casados, Aura morre de forma trágica.
Sentindo-se responsável pela morte da mulher e profundamente ferido pela sua perda, Francisco entra numa espiral autodestrutiva. Porém, depois de ter chegado a equacionar pôr fim à sua própria vida, percebeu que o mais importante seria honrar e perpetuar a memória de Aura.
O último dia de um amor eterno é a homenagem prestada à mulher amada, à brilhante estudante e escritora, a uma vida cheia de amor e partilha.
Entre a ficção e a realidade, Goldman recupera tudo o que o uniu a Aura, revisitando-a, descobrindo-a, mesmo depois da sua morte, num relato por vezes duro, por vezes triste, mas também divertido. O último dia de um amor eterno é, acima de tudo, um tributo e uma expiação da dor que surge quando se perde a amor de uma vida.